RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

A monumental delação da Odebrecht cerca Brasília por todos os lados

Otavio Azevedo e Marcelo Odebrecht, detidos em junho de 2015.Saiu o Governo Dilma Rousseff, entrou o Governo Michel Temer, e as delações premiadas de Marcelo Odebrecht e de mais de 50 executivos de sua empreiteira seguem assombrando Brasília. De um hotel na capital federal, que virou QG da empreiteira – sob o comando de Emílio Odebrecht, pai de Marcelo Odebrecht, preso em Curitiba desde 14 de novembro de 2014 – foram debatidas as estratégias de defesa para atenuar a pena de quase 20 anos a que o empresário já foi condenado em primeira instância. A julgar por reportagem publicada pelo jornal O Globo nesta terça-feira, as delações estão próximas da assinatura final. Não é a primeira vez que se divulga, sempre de forma extraoficial, que a colaboração dos responsáveis pela maior empreiteira do Brasil está fechada. Desta vez, contudo, começam a aparecer nomes de possíveis implicados no Governo atual, como o do próprio presidente da República, Michel Temer, e os de ministros como Eliseu Padilha, da Casa Civil, José Serra, das Relações Exteriores, e Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo.

MAIS INFORMAÇÕES - LEIA ABAIXO


terça-feira, 25 de outubro de 2016

Caça da FAB cai no Rio de Janeiro

Caça da FAB cai no Rio de Janeiro  (Foto: Reprodução)
Um caça F5 da Força Aérea Brasileira (FAB) caiu no início da noite desta terça-feira na Base Aérea de Santa Cruz, na zona oeste do Rio. Os pilotos conseguiram se ejetar e direcionaram a aeronave para uma área desabitada.
O acidente ocorreu por volta das 18h40. De acordo com a FAB, a tripulação realizava um voo de treinamento quando detectou uma falha no trem de pouso da aeronave, que não permitiria o pouso em segurança.
"A ejeção era mandatória nesse caso e ocorreu de forma controlada, com a aeronave direcionada a uma região desabitada, não ocorrendo danos pessoais ou materiais no solo", informou a FAB, em nota.
Equipes de investigação da Aeronáutica estão no local para apurar as causas do acidente.
(Folhapress)

Portaria que retira autonomia de Distritos Sanitários Especiais Indígenas é inconstitucional e ilegal, aponta nota técnica do MPF

Nota técnica encaminhada ao ministro da saúde pede revogação da medida
A Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal (6ª CCR) encaminhou ao Ministério da Saúde nesta segunda-feira, 24 de outubro, nota técnica com argumentos para a revogação da Portaria nº 1.907, de 17 de outubro de 2016. A norma cancela portaria anterior que delegava à Secretaria de Saúde Indígena (Sesai) atos de gestão orçamentária e financeira, atribuição que era subdelegada aos coordenadores dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei's).
O documento, encaminhado ao ministro da saúde, Ricardo Barros, afirma que a medida retira a autonomia da Sesai e dos Dseis, prejudicando os avanços na gestão do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena. Ao dispensar a consulta aos povos indígenas, o governo federal também violou à Constituição Federal e a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho.  
Além disso, de acordo com a nota técnica, a portaria viola o direito fundamental à saúde, ao princípio da eficiência e as recomendações do Tribunal de Contas da União. Também contraria a consulta livre, prévia e informada, além de fragilizar o processo de controle social.
“A Portaria nº 1.907, de 17 de outubro de 2016, deve ser imediatamente revogada, em razão de sua inconstitucionalidade e ilegalidade. Apura-se que a situação gerada pela ato configura grave retrocesso, que desconstrói conquistas históricas simbolizadas sobretudo nas Conferências Nacionais de Saúde Indígena, e situação, ao menos temporária, de negação de direitos fundamentais aos povos indígenas, mediante violação aos princípios constitucionais da igualdade, da eficiência, e da hierarquização e descentralização do SUS”, conclui a nota.
Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria-Geral da República

Operação investiga desvios em educação municipal

Na manhã desta terça-feira (25), a Polícia Federal de Santarém deflagrou a Operação Deseduca, no município de Itaituba, sudoeste paraense. A operação teve o objetivo de coibir o desvio de recursos públicos federais destinados à reforma e construção de escolas creches e quadras poliesportivas, no ano de 2012.
Ao todo, são cumpridos sete mandados de condução coercitiva, um mandado de prisão preventiva e sete mandados de busca e apreensão e o sequestro e bloqueio de bens dos investigados no valor total de R$2.387.719,67.
Durante as investigações, constatou-se que o esquema se iniciava com a fraude em licitações. As empresas vencedoras eram contratadas para executar obras para a educação, porém algumas foram feitas em partes e outras nem sequer foram iniciadas. Um dos fatos que chamou a atenção na investigação foi o pagamento de mais de meio milhão de reais para uma das empresas no último dia de expediente bancário do último ano da gestão do governo que terminou em 2012. A verba seria referente à reforma da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental César Almeida I, que nunca foi feita. Os recursos desviados eram provenientes do FUNDEB e FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).
Medidas
Os conduzidos prestarão depoimentos à Polícia Federal e serão indiciados por desvio de recurso público e associação criminosa (Art.1, I, do DL201/67 e Art.288 do CP). Todo o material apreendido será analisado e periciado na busca de provas e evidências que confirmem os crimes e a ligação dos suspeitos aos fatos. A Polícia Federal ainda investiga outros contratos que totalizam cerca de 16 milhões de reais nos quais podem ter ocorrido outros desvios.
A operação foi batizada com este nome porque investiga a má gestão das verbas públicas destinadas à educação. Deseduca significa o processo inverso de educar, ou prejudicar a educação.
(Com informações da Polícia Federal)

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Presidente da Venezuela faz visita surpresa a papa

Presidente da Venezuela faz visita surpresa a papa (Foto: Ismael Francisco/ Cubadebate)O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fez uma visita não oficial ao Vaticano nesta segunda-feira(24) para encontrar-se com o papa Francisco. O líder religioso aproveitou a oportunidade e fez um apelo ao líder venezuelano para que abra um diálogo para resolver a crise em seu país.
Em comunicado, o Vaticano disse que o encontro privado com o pontífice "ocorreu no quadro da situação preocupante da crise política, econômica e social que o país está atravessando e que está pesando bastante sobre a população inteira".
O Vaticano acrescentou que o papa, que é argentino, fez um apelo ao presidente da Venezuela para "corajosamente tomar o caminho do diálogo sincero e construtivo".
A visita ao Vaticano de Maduro, que tem viajado por diversos países produtores de petróleo, não havia sido anunciada anteriormente.
A Venezuela atravessa uma das piores crises econômica e social dos últimos anos. Governo e oposição, que conta com o apoio dos Estados Unidos, travam um ferrenho duelo entre referendos e emendas constitucionais em busca do poder.
(Com informações de Reuters)

Mãe de engenheiro refém em aldeia indígena pede agilidade de órgãos

Familiares de operários reféns na aldeia indígena Teles Pires, no município de Jacareacanga, divisa com o estado do Mato Grosso, estão preocupados com a demora dos órgãos para resolver o impasse. Os indígenas alegam atraso no pagamento dos trabalhadores da construção do posto de saúde da aldeia e cobram a presença da empresa responsável pela obra e de representantes do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) para libertá-los.Em Santarém, a mãe do engenheiro Heriberto Rodrigues, que está entre os reféns se preocupa com o estado do filho. “Embora eles dizem que estão bem, que não estão sendo maltratados, me preocupo com a questão dele não poder sair e retornar, além dele já ter sido tratado com síndrome do pânico. Tem horas que ao falar com ele parece que está calmo, mas tem horas que ele manda mensagem dizendo que está agoniado e pede para que seja feito alguma coisa”, ressalta. 

A preocupação dos familiares é a de que a empresa responsável e o 
Dsei não esteja sendo dada a devida atenção para o caso. “Meu
 genro já foi na Funai e entrou em contato com uns amigos 
dele e com uma advogada e acionamos também um promotor 
de Jacareacanga. Estamos tentando fazer de tudo, mas como 
o Heriberto diz, os órgãos não estão se preocupando com o que
 está acontecendo e por isso nada se resolve. Os indígenas querem
 a presença de um dos donos da empresa e enquanto ninguém for
 nada será feito”, finaliza Francinete Rodrigues.
Blog do Xarope

domingo, 23 de outubro de 2016

PRESENTE PARA UM LADRÃO FILHO DA PUTA

Odebrecht teria construído Arena Corinthians como presente para Lula

O envolvimento do estádio do Corinthians com a construtora Odebrecht, responsável pela obra, acaba de ganhar novo capítulo polêmico neste domingo. A empresa, alvo da Operação Lava Jato da Polícia Federal devido a esquemas de corrupção, teria construído a Arena em Itaquera para presentear Lula, ex-presidente da república, em espécie de agradecimento ao apoio dado pelo governante para a empreiteira durante seus mandatos.
A denúncia publicada na Folha de São Paulo deste domingo, parte justamente de um representante da empresa: Emílio Odebrecht, patriarca e presidente do conselho de administração do grupo, que revelou a informação devido a delação premiada feita pela empresa com as autoridades.
A partir de 2003, ano em que Lula iniciou seu primeiro mandato presidencial, a Odebrecht viu seu faturamento aumentar de maneira considerável: do período, até 2015, o crescimento da receita do grupo foi de R$ 17,3 bilhões para R$ 132 bilhões.
A obra do estádio corintiano, que foi realizada entre 2011 e 2014, foi conduzida por Emílio, Lula e o presidente alvinegro à época do início da construção, Andrés Sanchez. O custo total para colocar a Arena de pé chegou a R$ 1,2 bilhão. O BNDES e títulos da Prefeitura de São Paulo ajudaram a financiar o projeto.
Marcelo Odebrecht, filho de Emílio e herdeiro da empreiteira, acabou preso em decorrência da Operação Lava Jato, em março deste ano. Foi condenado a 19 anos e 4 meses de prisão, por corrupção, lavagem de dinheiro e fazer parte de organização criminosa.
Desde então, a empresa resolveu fazer um acordo com o Ministério Público e assinar a delação premiada para colaborar com o trabalho das autoridades, com Emílio sendo um dos principais delatores para a Justiça, devido a relação próxima com o Governo Federal nos anos de amplo crescimento do grupo.
-http://www.gazetaesportiva.com/corinthians/odebrecht-teria-construido-arena-corinthians-como-presente-para-lula/

Pesquisa mostra Edmilson à frente de Zenaldo

Pesquisa mostra Edmilson à frente de Zenaldo (Foto: Divulgação)
Pesquisa do Instituto Acertar, realizada entre os dias 19 e 21 (quarta e sexta-feira passadas), com 1.080 entrevistas representativas do eleitorado de Belém, confirma a liderança do ex-prefeito Edmilson Rodrigues (PSOL) na disputa contra o atual gestor, Zenaldo Coutinho (PSDB). Zenaldo teve a candidatura cassada por determinação do juiz Antonio Claudio Cruz, da 97ª Zona Eleitoral.
Em votos válidos, Edmilson tem 51% e Zenaldo 49%. Na pesquisa estimulada, Edmilson também fica em vantagem, com 42%, contra 40,5% de Zenaldo, além de 9% de votos em branco ou nulos e 8.5% de indecisos. Como o estudo tem margem de erro de 3,1%, para mais ou para menos, os números configuram um quadro de empate técnico.
A pesquisa indica que 26% do eleitorado assistiu ao debate promovido pela RBATV, na última quinta-feira (20), seja inteiro (10%) ou em parte (16%).
Entre os que viram o debate, Edmilson abre 8% de vantagem, com 54% dos votos válidos, contra 46% de Zenaldo. Independentemente do debate, Edmilson apresenta uma ampla vantagem também entre os jovens de 16 a 24anos: 58,5%, contra 41,5% de Zenaldo. No eleitorado com menor renda familiar (com até 1 salário mínimo de renda), a liderançade Edmilson é de mais de 20%: 60,5% contra 39,5%. O candidato do PSol também vence entre os mais escolarizados (52%, contra 48% de Zenaldo). A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PA) sob o número 0465/2016, e tem intervalo de confiança de 95%.
MAL AVALIADO
A pesquisa também avaliou a administração de Zenaldo. A maioria (54%) avaliou o governo dele como regular, enquanto apenas 22% acham a gestão positiva. Para 23% dos entrevistados, Zenaldo faz uma administração negativa. Entre os eleitores de menor renda, o governo Zenaldo Coutinho recebe avaliação negativa para 27%, contra apenas 19% que avaliam o trabalho do atual prefeito como positivo.
(Diário do Pará)

sábado, 22 de outubro de 2016

Mulher diz ter sido estuprada por dez homens

Mulher diz ter sido estuprada por dez homens (Foto: Reprodução/Youtube)
Uma mulher de 34 anos disse à polícia ter sido estuprada por dez homens em São Gonçalo (região metropolitana do Rio). Segundo ela, o caso ocorreu na segunda-feira (17) e está sendo investigado.
Ela foi encontrada por policiais do 7º Batalhão no início da madrugada de segunda e denunciou ter sofrido os abusos. O depoimento foi dado à Deam (Delegacia Especial de Atendimento à Mulher) na tarde deste sábado (22).
Segundo a polícia, dois adolescentes que estavam por perto foram reconhecidos pela vítima como parte do grupo agressor e apreendidos. Os outros suspeitos conseguiram fugir.
A vítima, então, foi levada à delegacia no mesmo carro em que estavam os adolescentes apreendidos. O caso foi registrado na 74ª Delegacia de Polícia, em Alcântara, distrito de São Gonçalo.
A Polícia Militar diz que os outros veículos da área estavam em atendimento naquele momento. "Por se tratar de área de risco, a condução se deu numa única viatura, havendo atenção em relação à vítima", disse a PM.
No entanto, será instaurado um procedimento para investigar o atendimento. A Polícia Civil também investigará a atuação dos agentes que atenderam a vítima na delegacia.
Não há, na delegacia da área onde ocorreu o crime, um núcleo especializado de atendimento à mulher. O inquérito foi redistribuído para a Deam de São Gonçalo.
A polícia informou que está em busca dos outros suspeitos. A Secretaria Estadual de Direitos Humanos está acompanhando o caso.
(Folhapress)

VULGARIZANDO A PERSEGUIDA

Miley Cyrus deixa fãs tocarem em sua vagina

Miley Cyrus deixa fãs tocarem em sua vagina  (Foto: Divulgação)
A cantora Miley Cyrus, ex-Hannah Montana, de 23 anos, deixou seus fãs muito a vontade para tocar em suas partes íntimas durante um show ao vivo em Londres.
Os fãs de início não acreditaram, mas depois aproveitaram e tiraram uma casquinha.
https://youtu.be/UIThhIPIRQo

Reféns são liberados por indígenas

Reféns são liberados por indígenas (Foto: Reprodução )As seis pessoas que eram mantidas reféns por índios da etnia Munduruku foram liberados na manhã deste sábado (22). A informação foi confirmada pela irmã do engenheiro Eriberto Rodrigues, que estava em posse dos índios junto a outros operários responsáveis pela construção de um posto de saúde na aldeia Teles Pires, na divisa do Pará com o Mato Grosso.
Segundo ela, ele está indo para Santarém, no oeste do Pará, onde mora a família, e os outros seguem para Jacareacanga.
 Eles foram feitos reféns na última segunda-feira (17), após os índios reclamarem do atraso na obra.
Para resolver o caso, o Distrito Sanitário Especial Indígena (Disei) e representantes da Procuradoria Geral da República garantiram a rescisão do contrato com a construtora.
(DOL)

domingo, 16 de outubro de 2016

Polícia prende suspeitos de planejar assalto a banco no sul do Pará

Sete homens foram presos suspeitos de integrar quadrilha.
Grupo foi detido no município de Redenção.
G1



Uma operação da Polícia Civil prendeu no município de Redenção, no sudeste do Pará, sete homens suspeitos de integrar quadrilha que planejava assaltar uma agência bancária na região sul do estado.

O grupo foi detido na tarde de sexta-feira (14) em uma residência alugada nas proximidades do terminal rodoviário de Redenção. Com os suspeitos foram apreendidos dois revólveres calibre 38, ferramentas para arrombar cofres e roupas camufladas do exército.

Emissoras rivais explicam por que não concorrem com Globo pelo Brasileiro

Em processo no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), as emissoras de TVs abertas, Record, SBT e RedeTV! explicaram que problemas no modelo de negociação as impedem de concorrer com a Globo pelo Brasileiro apesar de terem interesse na competição. A Band, que era parceira da Globo, destacou alguns entraves, mas apoiou o formato atual.
Desde o início do ano, o Cade abriu um processo para investigar um possível monopólio da Globo em direitos de transmissão esportivos. Isso ocorreu por conta de notícias de distorções nas negociações relacionadas aos direitos de TV fechada no Nacional, em disputa entre Sportv e o Esporte Interativo.
A investigação, no entanto, se tornou mais abrangente. No meio do ano, o Cade enviou ofícios às redes de TVs abertas para saber do seu interesse pelo Brasileiro. Todas revelaram ter interesse, mas se sentem impedidas por entraves, segundo respostas enviadas em junho de 2016.
A Record respondeu: ''À Record sempre interessa a possibilidade de participar da negociação justa e em termos razoáveis dos direitos de transmissão de campeonatos esportivos em geral e, em especial, do Campeonato Brasileiro de Futebol.''
Uma das reclamações da emissora foi o fato de não haver uma regulamentação do uso dos direitos de imagem dos clubes em partidas entre dois deles. Ou seja, uma emissora pode comprar só de um time e não poder passar o jogo por não ter os direitos do outro. ''A negociação direta dos direitos de transmissão pelos clubes é um modelo interessante, todavia deve-se regulamentar os conflitos de direito de imagem na transmissão dos eventos'', completou. Assim, a emissora poderia comprar só os jogos em casa de um time, por exemplo.
O SBT também se mostrou interessado no Brasileiro e apontou cinco problemas principais no modelo de negociação de direitos da competição. Vamos lista-los abaixo:
a) Falta de uma liga ou associação para negociar em bloco pelos clubes com o fim do Clube dos 13; b) Falta de regulação transparente no processo para definir a venda sem exclusividade; c) Negociação em bloco de todos os campeonatos, regionais, nacionais e sul-americanos; d) Ausência de proibição a pagamentos antecipados na hora da renovação de contratos, o que desestimula a entrada de TVs novas; e) Calendário dos jogos e horários de transmissão que não estimulam presença do público e deixam times dependentes de TVs.
''Fazer uma oferta para aquisição dos direitos de eventos/campeonatos de futebol, no modelo de negócio hoje praticado, que prevê 'exclusividade', torna-se inviável para o SBT, e, provavelmente para as demais redes de TV aberta e fechada'', completou a emissora.
A Band também apontou que, na maioria dos países, a negociação dos direitos de televisão é coletivo, embora existam exceções como o México. Mas a emissora destacou que o modelo atual de transmissão é o mais eficiente.
''Cada rodada tem 10 jogos; 2 são selecionados para TV aberta sendo que para a cidade em que o jogo acontece não há transmissão nem por TV aberta nem por assinatura (exceto em pay-per-view); os jogos exibidos na TV por assinatura são transmitidos em horários não concorrentes e o pay-per-view transmite todos os jogos. Com isso, todos os interessados (emissoras, clubes, público e anunciantes) obtêm o melhor resultado possível'', descreveu.
Embora tenha escondido os motivos pelos quais deixou a parceria com a Globo no Brasileiro, a Band deu a entender que foi por conta da queda das taxas de retorno do futebol. Segundo a emissora, o Nacional ''somente é interessante se houver boas perspectivas de retorno dos investimentos realizados, sendo que as taxas vêm caindo gradativamente no caso do futebol, em razão do aumento dos custos dos direitos de transmissão e da conjuntura econômica no Brasil, que evidentemente afeta os anunciantes.''
A RedeTV! foi outra que demonstrou interesse no Nacional, mas pediu uma rediscussão do modelo de negociação. A emissora, no entanto, não apontou quais os problemas.
''Para aumentar a concorrência pelos ...- LEIA MAIS!

O RECADO DAS URNAS

Blog do Barata

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Acidente gravíssimo deixa duas vítimas fatais na rodovia transamazônica.

Um gravíssimo acidente foi registrado por volta das 18h10 desta sexta-feira (14) à altura do Km 05 da rodovia BR-230 (Transamazônica), em frente à entrada do Parque de Exposições. Testemunhas informaram que o choque aconteceu entre uma moto e um automóvel tipo Troller. Com a violência do choque, a moto acabou incendiando. Os dois ocupantes da motocicleta foram sofreram múltiplas fraturas pelo corpo, não resistindo e morrendo no local.
Homens da Polícia Militar compareceram para controlar o tráfego, que ficou congestionado por conta da grande presença de curiosos no local. Segundo informações ainda não confirmadas, a moto era utilizada para serviço de mototaxi. Morreram piloto e passageiro. Os corpos ainda estão no local aguardando remoção por parte da equipe do Centro de Perícias Científicas do Instituto Renato Chaves (CPC/RC).

Por: MAURO TORRES⁠⁠⁠⁠
http://gilsonvasconcelos.blogspot.com.br/

Forte odor em vagina obriga piloto a pousar avião

Forte odor em vagina obriga piloto a pousar avião (Foto: reprodução)
Após um forte odor incomodar passageiros em um avião sul-africano, o piloto foi "obrigado" a fazer uma aterrissagem de emergência. A origem do cheiro, inclusive, era da vagina de uma passageira. As informações foram publicadas no Folha de Maputo.
Segundo o portal Gossipimill, o mau cheiro estava incomodando os outros passageiros, que começaram a passar mal. Por causa disso, reclamaram com o comandante, que resolveu fazer um pouso forçado.
Uma equipe técnica foi acionada para desinfetar o avião, enquanto a mulher era levada ao hospital. De acordo com relatos, o odor era semelhante a de "uma pessoa morta".
(Com informações de Folha de Maputo)