RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

PARÁ VIOLENTO

Vereador é morto no PARÁ menos 
de um mês após assassinato do prefeito
18/02/2016 13h22 - Atualizado em 18/02/2016 13h42

Crime aconteceu na manhã desta quinta, 18, em Goianésia do Pará.
Prefeito da cidade foi assassinado há menos de um mês.

Do G1 PA
O vereador José Ernesto da Silva Branco (PHS), de Goianésia do Pará, foi morto a tiros na manhã desta quinta-feira. O crime aconteceu menos de um mês após o assassinato do prefeito de Goianésia do Pará, José Gomes da Silva (PR), que foi morto durante um velório.  Equipes da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, que já estavam no município investigando a morte do prefeito, também vão apurar as circunstâncias do crime contra o vereador.
De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, dois homens que estariam em uma moto de cor vermelha, placa não identificada, se aproximaram de José Ernesto e o chamaram pelo nome. Em seguida, efetuaram os disparos e saíram em fuga em direção ao município vizinho de Jacundá.
Policiais já fizeram levantamentos no local em busca de testemunhas e imagens de câmeras de segurança que ajudem a identificar os suspeitos. Como as investigações estão no início nenhuma hipótese quanto a motivação do crime será descartada até que o trabalho dos policiais seja aprofundado.
Prefeito assassinado
O então prefeito de Goianésia do Pará, distante cerca de 350 quilômetros de Belém, João Gomes da Silva, 62, conhecido como “Russo”, foi morto a tiros na noite do dia 24 de janeiro de 2016, quando participava do velório de um amigo da família.
O prefeito de Goianésia do Pará João Gomes (PR) tinha 62 anos (Foto: Reprodução/Facebook Secretaria de Esportes e Lazer de Parauapebas)Prefeito João Gomes (PR) foi assassinado em um
velório. (Foto: Reprodução/Facebook Secretaria de
Esportes e Lazer de Parauapebas)
Um homem que já estava no local fez os disparos contra o político e fugiu de moto com o apoio de um comparsa que o aguardava na área externa de onde ocorria o velório. A esposa de Russo chegou a ser atingida por um disparo na perna, mas passa bem.
O crime assustou os moradores da pequena cidade de 35 mil habitantes. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup) enviou uma equipe de policiais civis e militares para o município. De acordo com o delegado João Bosco Rodrigues, diretor de Polícia do Interior (DPI), as investigações contam com quatro equipes de trabalho: a DPI, que é formada por policiais de Belém e da superintendência regional do Lago de Tucuruí; a da divisão de homicídios, que preside as investigações com o delegado Marco Antônio; uma equipe de Marabá; além da equipe local que já foi reforçada com um destacamento de quatro guarnições da Rotam e do grupo Tático da Polícia Militar.

No PA, advogada e PMs são presos suspeitos da morte de advogado

Dárcio Cunha foi atingido por disparos efetuados por dois homens em 2013.
Trio será trazido para Belém nesta quinta, 18, para prestar depoimento.

Do G1 PA
Uma advogada e três policiais militares foram presos na manhã desta quinta-feira (18) nos municípios de Redenção e Parauapebas, no sudeste do estado, durante uma operação coordenada em parceria com o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA).
De acordo com o Ministério Público, eles são suspeitos de envolvimento no assassinato do advogado Dárcio Cunha, morto por dois homens que pilotavam uma motocicleta no dia 5 de novembro de 2013, quando estava na porta da própria casa, no bairro Rio Verde, em Parauapebas.
Os suspeitos devem ser trazidos para Belém ainda nesta quinta pela equipe do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) para prestarem depoimento.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

-QUE CULTURA!!!

HERRAR ÉUMANO

Após 18 horas fechada, BR-163 é liberada

Após 18 horas fechada por manifestantes, a BR-163 foi liberada na noite desta segunda-feira (15).
O bloqueio aconteceu na altura do município de Itaituba, no sudoeste paraense, por volta das 18h de domingo (14). O engarrafamento já superava 10 quilômetros de extensão.
“Decidimos abrir o tráfego para os dois lados passarem. Depois que passar todo mundo, iremos bloquear a via novamente com prazo de 12 horas para abrir”, informou Ubiratan Filadelpho, presidente do conselho gestor da localidade do distrito de Moraes Almeida.
Os manifestantes ainda aguardam a presença de um representante do Governo Federal para ver a situação dos moradores da área. Eles querem a instalação de energia elétrica para atender a população da região Transgarimpeira, compreendida entre as localidades de Moraes Almeida até o Crepurizão – uma extensão de 200 quilômetros. Segundo os manifestantes, o projeto do “Luz Para Todos” foi extinto na etapa que atenderia os moradores.
REIVINDICAÇÕES
De acordo com Filadelpho, outras reivindicações também fazem parte da pauta dos manifestantes, como a emancipação do distrito de Moraes Almeida; o não fechamento da agência dos Correios de Moraes Almeida e Castelo dos Sonhos e a emancipação do distrito. “Também estamos há 90 dias sem telefone fixo em boa parte de Moraes Almeida”, reclamou.
(DOL)

LULA É VITIMA DE INJUSTIÇA!

Opiniões de leitores do jornal Folha de SP sobre a declaração de 

Dilma Rousseff: "Lula é vítima de injustiça"

Vítima mesmo é o cidadão brasileiro, que trabalha duro e paga as contas pelos desmandos desses governos. Além da ameaça de novos impostos, o cidadão tem recebido contumazes agressões à sua inteligência, como se o mensalão, o petrolão e a Lava Jato fossem apenas peças de ficção.
João Carlos Araujo Figueira (Rio de Janeiro, RJ) 

Nas palavras de Dilma: "Lula é vítima de injustiça". Só falta começarem a perguntar sobre as dezenas de milhões de reais que recebeu das empreiteiras envolvidas em falcatruas a título de palestras: quais os temas, quantos compareceram e se o valor pago era compatível com o de mercado. Aí então será injustiça em cima de injustiça!
Jorge Alberto Nurkin (São Paulo, SP) 

Ao abandonar a sede do governo e vir a São Paulo para receber orientações de um indivíduo que, no mínimo, é suspeito de graves irregularidades, a sra. Dilma jogou por terra a derradeira das qualidades que lhe eram atribuídas, a personalidade. O que é pior, rebaixou a dignidade da Presidência.
Mario Sergio Rossetto (São Paulo, SP) 

Dilma afirma que Lula é vitima de "grande injustiça", aproveitando presidenta, uma pergunta: e o povo brasileiro é vitima de quem?
Arcangelo Scorcin Filho (São Paulo, SP)
____
Extraido do Blog O Mocorongo

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Há 60 anos, revoltas de Jacareacanga e Aragarças contra JK ameaçaram a democracia

Texto: (O Globo) - Paulo Luiz Carneiro 

Fotos: Histatual.blogspot

Veloso conduzido preso para Itaituba
Em pleno carnaval de 1956, logo após a posse de Juscelino Kubitschek, que ocorreu no dia 31 de janeiro de 1956, aconteceu a rebelião militar de Jacareacanga. Entre 10 e 29 de fevereiro, membros da Aeronáutica, liderados pelo major Haroldo Veloso e pelo Capitão José Lameirão, mantiveram sob seu controle a base aérea de Jacareacanga, no Sul do Pará e, por alguns dias, a cidade de Santarém e três pequenos povoados próximos.

Veloso e Lameirão
A revolta, na sua origem, está ligada ao movimento de novembro do ano anterior, liderado pelo Ministro da Guerra Marechal Henrique Lott, que garantiu a posse do presidente Juscelino Kubitschek e do vice João Goulart, eleitos no pleito de outubro. Os militares derrotados, principalmente a oficialidade da Aeronáutica e da Marinha, viam o governo de Juscelino e de João Goulart como uma volta ao getulismo e uma ligação com os comunistas.

C-47 2059, momentos antes de sua partida de Santarém para Jacareacanga
No dia 10 de fevereiro, Veloso e Lameirão sequestraram um avião da FAB carregado de armas e explosivos e partiram em direção à base de Jacareacanga. As primeiras notícias no GLOBO são da Quarta-feira de Cinzas, dia 15 de fevereiro, pois nesta época o jornal não circulava durante o carnaval.

Segundo o “Dicionário Histórico-biográfico Brasileiro” (CPDoc-FGV), o “objetivo de Veloso, principal líder da revolta e profundo conhecedor da Amazônia, era controlar pontos estratégicos do interior do Brasil e, desse modo, forçar um ataque de tropas lideradas por oficiais fiéis a Kubitschek. Essa reação, segundo os cálculos de Veloso, deveria levar os militares que se opunham ao presidente a pegar em armas contra o governo. Um elemento essencial para o êxito do plano era a tomada de Santarém”.

O GLOBO fez a cobertura da rebelião de forma intensa. Diariamente saíam notícias dos acontecimentos em suas páginas, como em 20 de fevereiro, quando do embarque de tropas para debelar o conflito: “a reportagem de O GLOBO foi a única a fazer a cobertura geral do embarque, colhendo aspectos que constituem furos fotográficos”. Também foram enviados a Belém os repórteres Mauro Sales, Gustavo Silveira e o fotógrafo José Camilo.
Silveira e Camilo partiram com as tropas para Santarém e a base de Jacareacanga, onde testemunharam as batalhas entre os rebeldes e as tropas legalistas. No dia 1º de março, O GLOBO publicou: “reportagem fotográfica do choque entre as forças governistas e os rebeldes”, noticia a captura do major Veloso e o fuzilamento do ‘capitão’ Cazuza, lugar-tenente do líder revoltoso.

Lameirão e outros oficiais fugiram para a Bolívia, onde obtiveram asilo. Veloso foi enviado para a prisão no Rio de Janeiro. No dia 6 de março de 1956, preocupado com a governabilidade, Kubitschek concedeu anistia a todos os participantes dos movimentos de novembro de 1955 e de Jacareacanga.

Haroldo Veloso viria ainda a participar da Revolta de Aragarças, em Goiás, em 2 de dezembro de 1959, mas começou a ser planejada em 1957. O estopim foi a suspeita de conspiração de esquerda, que estaria sendo liderada por Leonel Brizola, e uma suposta renúncia de Jânio Quadros como candidato às eleições de 1960. A rebelião durou apenas 36 horas.

Veloso morreu em 1969. Era deputado federal pela Arena do Pará e brigadeiro da Aeronáutica. Lameirão foi reformado no posto de major-aviador em 1961 e faleceu em julho de 1975.
______Transcrito do Blog do Jota Parente

Correios abre quase quatro mil vagas em todo país

Correios abre quase quatro mil vagas em todo país (Foto: EBC)
A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) divulgou o edital do novo Processo Seletivo para contratação especial de Jovens Aprendizes. São 3.903 vagas para a formação de assistente administrativo.
Podem participar candidatos que tenham entre 15 e 22 anos, no ato da contratação, e que estejam cursando - no mínimo - o 9º ano do ensino fundamental, tenham noções básicas de editores de texto, planilhas, navegação e pesquisa na internet utilizando em computadores desktop ou notebook, dentre outros requisitos.
As inscrições devem ser realizadas entre os dias 25 de fevereiro de 2016 até 13 de março de 2016, pelo site.
O resultado final será divulgado no DOU (Diário Oficial da União) e no site do Correios, em até 30 dias após o encerramento das inscrições.

Funai tem vagas de estágios no Pará

Funai tem vagas de estágios no Pará (Foto: Funai)
A Fundação Nacional do Índio (Funai) abriu Processo Seletivo para preenchimento de vagas, assim como a formação de cadastro reserva, de estagiários para as unidades do órgão, entre elas o Pará.
Para participar é preciso estar matriculado, e frequentando, curso de nível médio ou superior em instituições de ensino oficialmente reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC).
Os pedidos de participação devem ser feitos, gratuitamente, pelo site a partir das 10h desta quinta-feira (11) até às 16h do dia 8 de março de 2016.
As atividades dos estagiários serão desempenhadas em jornadas semanais de 20h ou 30 horas. A bolsa varia de R$ 203 a R$ 520.
Há oportunidades para os cursos de Ensino Médio Regular; Administração; Agronomia; Análise de Sistemas; Antropologia; Arquitetura e Urbanismo; Arquivologia; Básico Interdisciplinar; Biblioteconomia; Ciência da Computação; Ciências Ambientais; Ciências Contábeis; Ciências Econômicas; Ciências Políticas; Ciências Sociais; Comunicação Social; Direito; Economia; Enfermagem; Engenharia Ambiental; Engenharia Civil; Engenharia de Agrimensura; Engenharia Florestal; Etnodesenvolvimento; Geodésia/ cartografia; Geografia; Gestão Ambiental; Gestão Pública; História; Jornalismo; Letras; Museologia; Nutrição; Pedagogia; Psicologia; Recursos Humanos; Secretariado Executivo; Serviço Social; Sistemas de Informação; Técnico em Administração; Técnico em Agricultura; Técnico em Agroecologia; Técnico em Agropecuária; Técnico em Arquivologia; Técnico em Contabilidade; Técnico em Desenho de Construção Civil; Técnico em Eletrotécnica; Técnico em Enfermagem; Técnico em Informática; Técnico em Meio Ambiente Integrado; Técnico em Recursos Humanos; Técnico em Secretariado; e Técnico em Segurança no Trabalho.
Os candidatos serão avaliados por meio de Prova on-line, e cada estudante terá 60 minutos para realizá-la. Após esse período, a prova será automaticamente finalizada e não serão computadas as questões não respondidas. 

Prefeito é morto na frente do filho de nove anos

Prefeito é morto na frente do filho de nove anos (Foto: Reprodução)
O prefeito de Chiador (MG), Moisés da Silva Gumieri, foi morto a tiros na noite de terça-feira (09) na frente do filho de 9 anos. O político assistia a uma partida de futebol no momento do crime.
Moisés assistia a um jogo de futebol no estádio do município quando foi avisado, durante o jogo, que dois homens queriam falar com ele.
Ao deixar do estádio acompanhado do filho, o prefeito foi alvejado ao menos cinco vezes por um dos homens.
A vítima chegou a ser socorrida e levada ao hospital de Três Rios, distante cerca de 10 quilômetros de Chiador, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu.
Segundo a polícia, os dois suspeitos de cometer o homicídio teriam caído da motocicleta, fora da cidade, e deixado o veículo em uma estrada vicinal.
A Polícia Militar encontrou dois homens em uma fazenda da região e são os principais suspeitos.
Ambos teriam afirmado que foram contratados para matar o prefeito, cuja motivação do crime ainda é desconhecida.
Chiador é uma cidade de aproximadamente 2.800 habitantes e fica a 292 quilômetros de Belo Horizonte.
(DOL com informações UOL e Folha de S. Paulo)

FAMÍLIA LULA - A FAMILIA MAIS HONESTA E SORTUDA DO BRASIL!

BLOG REINALDO AZEVEDO



O Caminhão do Leozão – Móveis do sítio foram pagos pela OAS em dinheiro vivo
Empreiteira pagou em moeda sonante os R$ 180 mil gastos só com a cozinha, eletrodomésticos e área de serviço. Parece que a empresa gosta muito dos amigos do filho de Lula, que, no papel ao menos, são os donos do imóvel
Por: Reinaldo Azevedo

Reportagem do Estadão traz detalhes do depoimento ao Ministério Público do funcionário da Kitchens que cuidou da venda de móveis e eletrodomésticos para o tríplex de Guarujá e para o sítio de Atibaia frequentado por Lula e sua família — aqueles que não são dele, sabem?

Vamos lá.

1: a primeira parcela do pagamento foi feita por Paulo Gordilho, ex-executivo da OAS: R$ 50 mil, em dinheiro vivo;
2: o total da compra para o sítio: R$ 180 mil;
3: as demais parcelas foram pagas também em dinheiro, na própria loja;
4: só em mobiliários e eletrodomésticos para a cozinha, foram R$ 130 mil. Também se compraram móveis para a área de serviço;
5: a Kitchens não foi autorizada a entrar para fazer a medição; teve de se contentar com uma planta;
6: o funcionário da Kitchens confirmou que a OAS também comprou cozinha e armários para o tríplex no Guarujá. Nesse caso, o pagamento foi feito por transferência bancária.
O sítio, como se sabe, pertence, oficialmente, a dois sócios de Lulinha, filho de Lulão: Fernando Bittar e Jonas Suassuna.
Vai ver a OAS gosta muito deles, sei lá… Ou, segundo a exótica explicação de Gilberto Carvalho, a empreiteira quis dar um presente a Lula e resolveu fazê-lo investindo no sítio dos amigos dos filhos…

Sabe como é… Leo Pinheiro, ex-presidente da OAS, é amigo pessoal de Lula. E amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves. É o Caminhão do Leozão.

A cada dia, a história se torna mais ridícula!
_____Transcrito do Blog do Norton Sussuarana

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Raúl Castro deixará presidência de Cuba

Raúl Castro deixará presidência de Cuba (Foto: Reprodução)
O atual presidente de Cuba, Rául Castro, 84 anos, teria afirmado que já decidiu deixar a presidência do país por causa da avançada idade, de acordo com informações do ex-presidente do Uruguai, José Mujica.
A notícia foi dada por Mujica a um jornal chamado “La República”, nesta segunda-feira (8), após viagem recente do ex-presidente uruguaio a Cuba (lá, conversou com os irmãos Fidel Castro e Raúl Castro).
A idade também é o que impede Mujica, 80 anos, de concorrer nas próximas eleições do Uruguai, que serão realizadas em 2019, segundo ele mesmo. O ex-político afirmou as responsabilidades físicas do cargo são grandes, e que uma decisão do tipo pode precipitar “o dia em que vou para o cemitério”.
Mujica também disse que “nessa altura da vida, tenho que querer viver um pouco mais”.
(DOL com informações Terra)

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Capitão é detido por desacato contra a Polícia

Capitão é detido por desacato contra a Polícia (Foto: Reprodução )
Na madrugada do último domingo (07), um capitão da Polícia Militar (PM) foi autuado em flagrante por desacato e ameaça em um clube na ilha de Mosqueiro, região metropolitana de Belém.
O militar foi identificado como Jairson Rosa Vaz, que seria capitão no 24º BPM. Ele teria desacatado a guarnição de serviço do Batalhão de Policiamento Ambiental. Após os procedimentos necessários, ele já estaria recolhido no Centro de Recuperação Especial Cel. Anastácio das Neves (CRECAN).
Em agosto de 2015, Jairson Paz teve uma arma apreendidaEm julho, foi absolvido da denúncia de ter atirado e matado Emerson Freitas na avenida Pedro Miranda, bairro da Pedreira, em Belém.
Segundo os autos do processo, Jairson "confessou que efetuou o disparo que ceifou a vida da vítima, mas arguiu legítima defesa perante a suspeita da vítima portar uma arma de fogo, versão essa corroborada pelos demais acusados tanto na fase investigativa quanto em juízo". Ele e os PMs Genilson da Silva Costa e Carlos Renato Silva de Oliveira foram então absolvidos.
Em nota, a Polícia Militar informou que o caso está sendo encaminhado para a Corregedoria Geral da PMPA que dará o encaminhamento do processo, a apuração das circunstâncias do ocorrido e a responsabilização devida.
(DOL)

9,5 mil soldados combaterão o vírus no Pará

9,5 mil soldados combaterão o vírus no Pará (Foto: Casso)
O Estado do Pará terá aproximadamente 9,5 mil militares das Forças Armadas atuando na campanha contra o mosquito Aedes aegypti, no dia 13 de fevereiro. O efetivo atuará nas cidades de Altamira, Belém, Benevides, Itaituba, Marabá, Marituba, Santarém e Tucuruí. Eles irão às ruas para distribuir material impresso com orientações para a população sobre como manter a casa livre dos criadouros do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e do zika vírus. 
A ação vai ocorrer simultaneamente em todo o País, com o total de 220 mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica mobilizados.

-QUE CULTURA!!!

HERRAR É UMANO!

Dilma sangra, Lula se esfacela

Casal se diverte no carnaval 2016, Brasília (Foto: Divulgação)
08/02/2016 - 03h00
Ricardo Noblat
Um Lula mais fraco do que está seria melhor ou pior para o futuro do governo Dilma? A resposta mais fácil é que seria pior. Porque dele deriva a força que assegura a respiração artificial do governo.

É por causa dele que os movimentos sociais, embora de má vontade, ainda sustentam Dilma. O PT só não se esfacelou porque sonha com Lula outra vez presidente em 2019. Parece um sonho impossível?

A levar-se em conta pesquisas de opinião, tudo indica que sim. As investigações da Lava-Jato atingiram em cheio a imagem de Lula.

Pesquisa do Instituto Ipsos, divulgada na semana passada, ouviu 1,2 mil pessoas em 72 municípios do país entre os dias 13 e 27 de janeiro. Antes, portanto, da massificação do noticiário sobre o tríplex da família Lula no Guarujá e do sítio em Atibaia.

Para 25% dos entrevistados, o ex-presidente é um político honesto. Em 2005, no auge do escândalo do mensalão, 49% pensavam assim.

Para 68%, Lula não tem mais moral para falar de ética, ante 57% no mensalão. Na avaliação de 67%, ele é tão corrupto quanto os outros políticos. No mensalão, 49% compartilhavam a mesma opinião.

Sobrou para os partidos, PT na cabeça.

Em 2002, ano em que Lula se elegeu presidente da República pela primeira vez, 37% dos entrevistados disseram que não tinham preferência por nenhum partido. Agora, espantosos 82%.

A opção pelo PT caiu de 28% em 2002 para 6% em 2016. Segundo a pesquisa, o partido é apontado por 71% como mais corrupto do que os demais.

Oito em cada dez entrevistados (82%) consideram que o PT não tem mais moral para falar de ética. Em 2005, com o mensalão, eram 68%. Apenas 15% afirmam que o PT ainda é um partido honesto contra 27% em 2005.

Dilma tem procurado manter distância do PT para tentar escapar do seu desgaste. Não o condena, mas também não o defende. Procede assim em relação a Lula também.

Nem por isso a situação de Dilma melhorou: 92% dos entrevistados acreditam que o Brasil está no rumo errado, e 79% avaliam o governo como ruim ou péssimo.

O impeachment de Dilma é defendido por 60%. Nove em cada dez entrevistados não só apoiam a Lava-Jato como dizem que as investigações devem continuar "custe o que custar", apesar dos estragos na economia.

A corrupção desbancou a saúde como o problema que mais aflige os brasileiros. É a primeira vez que isso acontece desde 2002.

Cerca de 92% dos entrevistados concordam com a afirmação de que “sempre vai existir corrupção no país”. Talvez por isso, 46% imaginam que a Lava-Jato terminará em “pizza”, contra 31% que discordam, e 23% que não responderam à pergunta.

Lula e Dilma estão impedidos de circular livremente pelo país. Só comparecem a solenidades fechadas. Mesmo assim, em sessão do Congresso, Dilma acabou vaiada.

Um panelaço nas maiores cidades do país recepcionou seu mais recente pronunciamento na televisão.

Interlocutores de Lula confidenciam que ele pensa que só se recuperará se o governo se recuperar. Não é bem assim.

O destino de Lula depende mais dos resultados das investigações policiais do que da sorte do governo.

Dilma poderá continuar sangrando até o último dia do seu mandato e, no entanto,  as chances de Lula sucedê-la naufragarem antes.

Ninguém melhor do que ele sabe que isso é verdade. Ninguém melhor do que ele sabe o que fez. Daí o seu silêncio e desespero.

Quadrilhas "aproveitam" o Carnaval no interior

img01

Aproveitando o período de Carnaval, quadrilhas organizadas de assalto a bancos e cargas fizeram a maior "festa" em cidades do interior do Pará, levando pânico e terror aos moradores, que acordaram ao som de explosões nas agências bancárias. A maior ação aconteceu no município de São Geraldo do Araguaia, no sudoeste paraense, quando dez homens armados com fuzis, metralhadoras e pistolas automáticas invadiram a cidade, fazendo pessoas reféns e as usando como escudo humano até chegar a uma agência bancária.
img01img01

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Aeronaves colidem próximo a Los Angeles

Aeronaves colidem próximo a Los Angeles (Foto: Reprodução)
Segundo o site UOL, um acidente aéreo envolveu nesta sexta-feira (5) dois pequenos aviões, que se chocaram sobre as águas entre o porto de Los Angeles e San Pedro, na Califórnia, nos Estados Unidos, informaram as autoridades locais, de acordo com o jornal "Los Angeles Times".
O UOL divlgou ainda que o acidente aconteceu por volta das 15h30 local (21h30 de Brasília) e, após tomarem conhecimento do ocorrido, as autoridades iniciaram uma operação de resgate de possíveis sobreviventes do acidente.
Ainda não foram encontrados sobreviventes e as autoridades californianas não têm informações sobre o número de passageiros que estavam nas duas aeronaves. A guarda costeira, bombeiros e de diferentes corpos de polícia participam dos trabalhos de busca e socorro.
Fontes dos bombeiros disseram à emissora "Fox" que as primeiras informações sobre a colisão das duas pequenas aeronaves vieram da tripulação de um barco pesqueiro.
(DOL)

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Hidrelétricas, Munduruku e o que eu tenho a ver com isso?

“No afã de gastar gentes, bichos e coisas para lucrar, acabam com florestas mais portentosas da terra. Desmatam morrarias incomensuráveis, na busca de minerais. Erodem e arrasam terras sem conta. Gastam gente, aos milhões.” Darcy Ribeiro
A Hidrelétrica Belo Monte foi um absurdo de desperdício de riquezas e de vidas humanas desgraçadas pela obra. O governo, radicalmente divorciado e oposto às nossas reais necessidades, nos traiu e nos assaltou à mão armada. Graças à resistência heroica de uma minoria, essa imensa calamidade ecológico social gerou um grande debate. Mas nossa passividade, desinteresse, resignação e apatia mundializada, não foi capaz de impedir que o pior acontecesse: etnocídio, desgraça social para a maioria e danos ecológicos irreparáveis para o planeta.
O limite ecológico e material do capitalismo está diante de nós; a exemplo: a alteração do regime hidrológico que está deixando cidades como São Paulo sem água em consequência do desmatamento da Amazônia. Por aceitarmos cegamente as demandas do capitalismo que destrói, subordina e elimina o mundo natural, estamos deixando um horizonte sombrio para as gerações futuras.
Enquanto isso, o capital continua seu expediente destrutivo procurando novas colônias para serem invadidas e exploradas, e nossa atitude tem sido fechar os olhos enquanto estamos sendo massacrados e nosso mundo ecologicamente devastado. Tudo isso financiado por nós mesmos, com nosso dinheiro público.
Então, o capitalismo dilacerante chegou no Tapajós, onde veremos acontecer a maior luta socioambiental depois de Belo Monte. Mas aqui a história que vamos contar pode ser diferente, porque vivendo nas florestas exuberantes do sudoeste do Pará existe um povo guerreiro chamado Munduruku. Eles declararam guerra ao governo avisando que os rios não pertencem às empresas, que eles pertencem às populações tradicionais, e que irão lutar para defendê-los até a morte. Os Munduruku sabem que sua sobrevivência depende de inteligência e de vontade. De consciência e resistência. - CONTINUE LENDO...