RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sábado, 31 de outubro de 2015

O ROMBO DA ARROMBADA

Governo Dilma, 115 bilhões de reais, o maior rombo da história do Brasil.

O deputado Hugo Leal (Pros/RJ), relator da Lei Orçamentária de 2015, limitou em 55 bilhões de reais o pagamento neste ano pelo governo federal aos bancos públicos referentes das chamadas "pedaladas fiscais", de acordo com parecer entregue nesta quinta-feira à Comissão Mista de Orçamento. Leal incluiu a estimativa após deputados da oposição terem advertido que a primeira proposta do governo infringia a Lei de Responsabilidade Fiscal ao permitir uma meta fiscal flexível para este ano.


Titulo RP

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

O CLAMOR DOS POVOS INDIGENAS DO TAPAJÓS NO III CHAMADO DA FLORESTA


Os indígenas do rio Tapajós marcaram presença e fizeram a a diferença no III Chamado da Floresta. No que dependesse do CNS, seria um evento para incensar o Governo, sem nenhuma análise crítica da conjuntura, sem avaliação da avalanche conservadora no Congresso contra os direitos dos indígenas, quilombolas e povos tradicionais. Nada. Crise, que crise? Para o CNS parece que estamos no "país das maravilhas". Milhões de reais gastos (dinheiro público na sua quase totalidade. Dinheiro que saiu do seu, do meu, do nosso bolso), as tais "tres mil pessoas", e pra que? Pra dizer "sim, sim". 


Os indígenas estiveram em São Pedro para levantar a voz, colocar o dedo na ferida, defender os rios da Amazônia e cobrar respeito aos seus direitos. Não fosse os indígenas, os participantes nem ouviriam que existe uma ameaça terrivel de retrocesso sobre a garantia de seus territórios, como a PEC 2015. Se não fosse os Munduruku do medio e alto Tapajós com sua faixa "Terra Sawré Muybu - Demarcação, sim! Hidrelétricas, não!", quem faria menção a esta outra tragedia que cai sobre nossas cabeças? 



Varias informações dão conta de que os atos dos indígenas em alguns momentos chamaram mais a atenção do que as falas oficiais, e que o discurso da estudante indígena (UFOPA) Auricelia dos Anjos, Arapium, foi a melhor parte de todo o evento. Mas isso só foi possível depois de muito esforço, até cobrando do CNS nacional esta fala. O melhor do III Chamado da Floesta não estava no plano do CNS. Os indígenas tiveram que cavar espaço de participação no evento que acontece na sua própria casa. Afinal, quase a metade da área da Resex Tapajós-Arapiuns é Terra Indígena. 


E se esta Terra Indígena ainda que não foi demarcada oficialmente pelo Estado, os próprios Tupinambá e comunidades vizinhas (não-indígenas) começarão a auto-demarcação deste seu território neste dia 15 de novembro. Daqui a duas semanas. Cansados de esperar pelo Governo, entrarão para a mata, para cortar picos e deixar bem claro que aquela Terra tem dono, e são eles, os Tupinambá, e os outros povos indígenas. Estes são os índios que o CNS gostaria que não existissem na área da Resex Tapajós-Arapiuns. 



O CNS tentou por tudo excluir, silenciar ("não serão admitidos protestos no III Chamado da Floresta. Quem fizer protesto vai ser punido") e calar os indígenas. Mas o resultado foi outro. E não foram só estudantes indígenas na UFOPA que fizeram os atos. Lideranças indígenas de aldeias, como Dona Josefa Tupinambá, Curupini Cara Preta, Seu Tomás e Fuscão Tupinambá, entre tantos outros, também mostraram sua cara indignada. Para eles, o evento foi um sucesso. 
Valeu, parentada!

                                                      POR:  Florencio Almeida Vaz Filho

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

MENSALÃO DE JURUTI

Maior escândalo de corrupção de Juruti chega ao TJ do Pará
Prefeito Marquinho Dolzane, corrupção
O jornal Tapajós Agora, que chega às bancas no sábado (31), publica matéria especial sobre a decisão do TJ (Tribunal de Justiça) do Pará de abrir investigação contra o prefeito de Juruti, Marquinho Dolzane (PSD – foto), por sua participação como protagonista do caso que ficou conhecido como “Mensalão de Juruti”, o maior escândalo político da história recente do município.
Todos os 11 vereadores da cidade, já interrogados e sob investigação, também estão envolvidos no suposto esquema de corrupção, que veio à tona em janeiro deste ano.
_______Jeso Carneiro - do Blog 

-QUE CULTURA!!!

Herrar é umano

Chimbinha já tem nova loira para dividir os palcos

Chimbinha já tem nova loira para dividir os palcos (Foto: Reprodução)
Uma loira por outra. Chimbinha já tem uma nova loira para dividir os palcos. Thábata Mendes foi a escolhida. A loira, de 28 anos, será a nova vocalista da banda Calypso.
A louraça com corpo de musa fitness já se prepara para cantar nos palcos com a banda paraense. Nascida em Mossoró, no Rio Grande do Norte, Thábata tem 28 anos e começou a carreira artística aos 9. A família é circense e a menina se apresentava nos picadeiros nordestinos como malabarista e também como palhaça.
Em 2006, Thábata tentou ingressar no axé. Fez vários shows em Salvador e em 2007 chegou às grandes micaretas, como Fortal e CarNatal, além de escrever alguma composições. O que pode ser um diferencial.
Com Joelma, além da lourice e o fato de cantar, Thábata tem em comum o sobrenome.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

BRINCANDO NOS CAMPOS DO SENHOR!

Por Fabio Flores 

 
Pastor defende que orgasmos libertam a alma

No município mineiro de João Monlevade um pastor de 36 anos foi preso após denúncias de que o mesmo estaria promovendo encontros sexuais coletivos entre os fiéis da ‘Igreja do Reavivamento Divino’.


Segundo testemunhas ouvidas na 27ª Delegacia Regional João Monlevade o pastor Gibran Henrique induzia os fiéis a deturpações das leituras bíblicas para que os mesmos se despissem de suas roupas e de sua moral.

Giovana Duarte Sarmento, estudante de 27 anos disse em depoimento que o pastor selecionava as moças e rapazes de beleza mais evidente para os “encontros de aprofundamento”, nestes encontros ele afirmava que para entrar em conexão direta com Deus precisariam tirar as roupas e tomar o sangue de Cristo, que era representado por cálices de Cabernet Sauvignon.

Depois de dezenas de cálices de vinho o pastor Gibran promovia a chamada ‘comunhão com os irmãos’, que segundo depoimento de Letícia Duila Cabral, radialista de 26 anos, seria uma espécie de abraço coletivo onde todos deveriam sentir integralmente o corpo dos irmãos.

O depoimento mais chocante foi o da enfermeira Melissa Farias, que aos 32 anos viveu momentos de horror que jamais deseja lembrar. Segundo ela o pastor Gibran dizia que quem quer ser amado precisa amar, que era preciso amar ao próximo como a ti mesmo.  Só que o ‘amor’ neste caso seria um eufemismo de sexo. E ela confessou ter sido submetida a sessões de ‘sexo pervertido’ com dois irmãos simultaneamente.

O pastor Gibran se defende argumentando que o Brasil em sua Constituição Federal garante liberdade de culto as religiões, e que a ‘Igreja do Reavivamento Divino’ acredita na libertação da alma por meio de orgasmos. E que mesmo se for preso converterá na prisão muitas almas para o seu senhor.


A município de João Monlevade era uma espécie de Meca da ‘Igreja do Reavivamento Divino’. Com a prisão de seu maior líder a Igreja deve encerrar suas atividades em nosso país. O pastor Gibran pede orações e ajudas financeiras para custear as despesas decorrentes de sua defesa jurídica.

BILAU NO ESTALEIRO

Ex-jogador revela fratura no pênis

Quarta-Feira, 28/10/2015, 16:20:40 - Atualizado em 28/10/2015, 16:32:20
Um dos maiores nomes da história do vôlei brasileiro, o ex-jogador Giba lançou nesta semana a sua biografia "Giba Neles!", obra com pouco menos de 200 páginas e escrita em parceria com o jornalista Luíz Paulo Montes.
Entre os assuntos revelados, Giba conta que não disputou a fase final da Liga Mundial de 2000 por conta de uma lesão, digamos, pouco comum: fratura no pênis. Na época, porém, o atleta havia divulgado para imprensa que desfalcaria o Brasil com muitas dores no ombro. Ele era casado com a romena Cristina Pirv, também ex-jogadora de vôlei.
"Fiquei fora de toda a fase decisiva com uma fratura no pênis. Sim, no pênis, por mais bizarro que isso possa ser. Era uma folga antes da última semana de jogos da Liga, sofri essa lesão durante uma relação sexual com minha esposa. Fiquei com um enorme inchaço, que me impedia quase de andar. A dor, acreditem, é insuportável. Dormia com gelo ao lado da cama, e toda manhã, antes de levantar, aplicava. Ereção, com aquela fratura, era tudo o que não podia acontecer", admite em seu livro.
COMO ISSO PODE ACONTECER?
Apesar de ser uma lesão inusitada, qualquer homem está sujeito a ter fratura de pênis. Recentemente, um estudo conduzido pela Unicamp e PUC-Campinas, ambas no interior de São Paulo, e publicado no jornal Advances in Urology, concluiu que a posição sexual em que a mulher fica por cima é a mais propensa a causar o problema para o homem.
A equipe analisou 44 casos suspeitos de fratura de pênis ocorridos entre janeiro de 2000 e março de 2013 em Campinas, dos quais 42 foram confirmados. Com base nos dados clínicos e em entrevistas com os pacientes, os pesquisadores levantaram as circunstâncias por trás de cada caso: 32 durante a relação sexual, seis durante a "manipulação do pênis" e quatro não ficaram esclarecidos.
Nas fraturas durante a relação sexual, a posição mais citada foi a em que a mulher fica por cima, com 14 casos (o que representa 50% entre heterossexuais), seguido da "de quatro" (oito casos) e a em que o homem fica por cima. Mas, neste último cenário, trata-se de casais homossexuais.
"Conclusões: a 'mulher por cima' é a posição sexual mais arriscada", informa o estudo.
(DOL co informações do IG
Ilustração RP

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Empreendimento em Jacareacanga/PA fortalecerá o desenvolvimento local


Na última quinta-feira (22/10), representantes da Brasadoc Timber, empresa vencedora da concessão florestal da Flona Crepori, estiveram no município de Jacareacanga, reunidos com a prefeitura, para tratar das questões relacionadas a instalação do Parque Industrial madeireiro no município. Duas unidades de manejo florestal (UMF) da Floresta Nacional do Crepori, sudoeste do Pará – Região do Tapajós, foram concedidas para a empresa paraense Brasad’Oc Timber realizar atividades de manejo sustentável. As unidades de aproximadamente 134 e 60 mil hectares estão localizadas no município de Jacareacanga e a partir da operação das concessões poderão produzir mais de 100 mil metros cúbicos de madeira por ano. A estimativa é que sejam gerados até 500 empregos diretos quando as áreas entrarem em plena produção. E empresa que ganhou o direito de exploração de 2 lotes da flona Crepori, tem a estimativa de 40 anos de utilização da flores para comercialização de madeira.
“Jacareacanga está em constante expansão populacional e precisamos criar condições para garantir a uma boa qualidade de vida para os moradores daqui (Jacareacanga), e uma das estratégias é atrair empreendimento de grande porte para o município, na perspectiva de dá melhores condições de emprego e renda para nossa população, além de tornar o município referência na utilização sustentável dos recursos naturais existe aqui” Afirma Raulien Oliveira de Queiroz, prefeito de Jacareacanga.
Para a prefeitura de Jacareacanga, o fundamental é garantir, por intermédio de diálogos, que a produção da madeira seja verticalizada, ou seja, que as pessoas que serão contratadas para trabalhar no parque industrial sejam do município, que as empresas locais sejam valorizadas para fornecer produtos e serviços, com isso, o município e a região do Tapajós vai desenvolver, ainda mais, com a parceria entre a Prefeitura de Jacareacanga e Brasadoc Timber.
A interlocução entre a Brasadoc timber e a Prefeitura de Jacareacanga, será realizada por meio de Grupo de Trabalho - GT, composto pelas secretarias de governo e o gabinete do prefeito. “O GT pretende facilitar o diálogo com a empresa Brasadoc, qualificando todas as informações de interesse da população do município” - Explica Margomante Sousa – Coordenador do GT.
Para Aurio Foutoura, representante da Brasadoc, “As concessões públicas estão vinculadas a municípios, para fomenta empregos, renda e melhoria da qualidade de vida para a população que mora nessa região, nosso compromisso, enquanto uma indústria madeireira, é de contribuir com o desenvolvimento econômico, social e ambiental da Região do Tapajós
A parceria entre a Brasadoc e a prefeitura tem como objetivo facilitar a implementação do empreendimento, superando todos os desafios colocados nessa região. Agilizando o trabalho e realizado todas as ações de maneira transparente, além de harmonizar os encaminhamentos das atividades que estão sendo feitas, esclarecer as dúvidas do poder público e da sociedade, trazer informações do todo o processo que está em curso para a implementação dos trabalhos”. Explica Luciana de Paula - gerente de produção florestal da Brasadoc.
--
Alex Pamplona - Jornalista
ASCOM/PMJ

93- 99131-1955
93- 3542 1266

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

PURA VERDADE MALUF


FILHO PROCURA PAI DESAPARECIDO E RP TEM INFORMAÇÕES

Resultado de imagem para DESAPARECIDOITAITUBA - Minha parceira de postagem no Rastilho de Pólvora, Samar Viana, recebeu comunicação através do facebook da parte do cidadão REGINALDO SANTOS, residente na cidade de Vianopolis estado de Goiás, que procura por seu genitor INACIO TEIXEIRA SANTOS, que encontra-se desaparecido há quase vinte anos.

Informa que seu pai, que encontra-se em local incerto e não sabido, mas que pode morar na região de Itaituba no Pará, é filho de Joana Teixeira da Conceição e José Oliveira dos santos nascido em 06.02.1958, acrescenta Reginaldo, que entrou em contato com o Blog devido ter executado pesquisa através do google (Web) e o Blog estar sempre atualizado e ter domínio de muitos acessos.

Sensível ao apelo de Reginaldo e por pura sorte em conversas propagando a incessante procura, descobri  em um escritório de advocacia de minha família (WANEA E JORGE TERTULINO DE MORAIS) que o desaparecido INACIO TEIXEIRA DOS SANTOS, vivia maritalmente com a senhora Maria Clotildes Andrade da Silva e durante a convivência tiveram quatro filhos, e que recentemente se divorciaram, e como eram de poucas posses econômicas nada partilharam a não ser os filhos que  cada um ficou com dois.

DESAPARECIDO: INACIO TEIXEIRA DOS SANTOS
LOCAL DE DOMICILIO: em uma colônia de determinada vicinal que não foi identificada próximo a sede do município de Itaituba
SITUAÇÃO ECONOMICA: Precária
CARÁTER e INDOLE: Pessoa de temperamento pacifico e de grande humildade
LOCAL ONDE FICA QUANDO VEM À CIDADE: Não há local certo pois nesse aspecto vive de favores
SAÚDE: Necessitando de cuidados.

Observação: Como não conseguiu-se falar pessoalmente  com o desaparecido, a sugestão para o filho REGINALDO DOS SANTOS, é que entre em contato com o Blog repasse seu endereço, que será imediatamente repassado para conhecidos de seu pai que encontrei na 10ª. Rua 729 (Itaituba) onde até  ano passado fazia paradeiro, que levarão a informação ao mesmo, sobre a procura do filho que a quase vinte anos quer saber sobre seu paradeiro e sua situação.
_____________________
CONTATO DE REGINALDO SANTOS
Recebi comunicação às 18h39' em que o filho Reginaldo Santos, agradece a solidariedade recebida e solicita que acrescente-se na postagem o watsapp 062 - 96811894 para que quem souber repasse informações complementares sobre seu pai.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

JACAREACANGA EM FOCO: SEGURANÇA PÚBLICA

QUEM SABE FAZ A HORA NÃO ESPERA ACONTECER!
Itaituba – O município de Jacareacanga entre tantas mazelas de ordem social, padece com uma promoção de segurança pública ineficiente, principalmente pelo reduzido número de recursos humanos empregados no contingente policial civil e militar para agir na sede do município e nas regiões garimpeiras e ainda alguns desvios de funções existentes nas corporações, que versam sobre arranjos de propina em atos isolados  de alguns entes policiais, passando por mandonismo até recentemente do Delegado de Polícia local e o abandono  completo de ações policiais nas comunidades garimpeiras de São José e Porto Rico, onde gravitam grande quantidade de garimpeiros oriundos de garimpos menores que procuram esses centros maiores para a compra de combustíveis, medicamentos, e víveres.   

Analisando a declaração de um velho e esfarrapado garimpeiro que sonha ainda em bamburrar, mesmo passando dos 80 insistindo em 55,   que diz não compreender qual a satisfação que dá o uso de drogas pois a 51 é mais gostosa e barata e que afirma  que  no garimpo de São José o comercio de entorpecentes é tão intenso e escancarado que  não deve causar  admiração a ninguém se a venda desses produtos forem feitas  em tabuleiros, ou em caixas expositoras. –O negócio aqui tá brabo, é mais fácil se comprar drogas que uma palma de bananas ou um quilo de puba, exagera o pouco venturoso garimpeiro.

Diante desse cenário, os vereadores do município ao comando do Presidente da Câmara Municipal Raimundo Acelio de Aguiar, deslocaram-se no curso do mês de julho à Capital, para percorrerem os palácios governamentais e demais instituições com a finalidade de fazerem buscas de investimentos para o município, vez que o Governador do Estado é econômico ou melhor dizendo omisso no que tange ao apoio em todas as atividades que o município necessita. A caravana de Vereadores deteve-se em sua maior parte em dialogar com a Secretaria de Segurança Publica do Estado, Departamento de Policia Civil para que fosse resolvido o problema da segurança pública, fato esse que até recentemente não sofreu alteração, dado ao descaso governamental com o município, somente a poucos dias ocorreu providencias da Secretaria de Segurança Pública que removeu de Jacareacanga o Delegado de Policia, que por autoritarismo e mandonismo os Poderes Executivo e Legislativo e considerável número de munícipes pediram sua saída .

Somente nas áreas de educação e Segurança Pública Simão Jatene mostra sua face,  e nessas duas atividades de suma importância para  a região, a ausência e o descompromisso do governador com a região de Jacareacanga é enorme, haja vista que para funcionar o único educandário de ensino médio, a prefeitura municipal é a mantenedora da funcionalidade devido os cargos de administração e apoio na manutenção e vigilância do estabelecimento de ensino ser executado através de funcionários municipais, o mesmo ocorrendo com a estrutura policial que também recebe apoio de servidores da Prefeitura, além de combustíveis para o policiamento ostensivo  e ainda alimentação para o contingente militar.
Voltando a situação de abandono da segurança pública das regiões garimpeiras de São José e Porto Rico, que encontram-se despoliciadas a bastante tempo, e com flagrante disseminação de substancias entorpecentes  que entram pelo vizinho estado do Amazonas através da Transamazônica, e ainda crescentes ocorrências de lesões corporais por desinteligências, resolveram os Vereadores Walter Tertulino PROS e Raimundo Batista Santiago PT a recorrerem através de novas investidas   à primeira instancia da Segurança Pública da região, e depois de se reunirem como Tenente Coronel Lacerda, Comandante do 15º. Batalhão de Policia Militar, foram recebidos pelo Comandante do Comando de Policiamento Regional – X  Coronel ÉDER RIBEIRO DA SILVA, que ouvindo os dois legisladores e suas ponderações justas, revelando compromisso com seu trabalho, após analisar contingente operacional para ser subtraído de seu Batalhão em Itaituba, determinou de imediato através do Major Pedro seu adjunto, a constituição de uma equipe policial para reabrir o destacamento policial de São José em caráter urgente, fornecendo também estrutura em locomoção e mobilização de pessoal, através de duas motos.

Dentre tantos apoios que o Gestor Municipal  dispõe para o aparato de segurança pública para a região, também está a disposição da Policia Militar, dois postos policiais nas duas localidades garimpeiras (S. José e Porto Rico) recém construídos e aptos a abrigarem a funcionalidade do destacamento.


Especificamente sobre a decisão urgente do Comandante do CPR-X Coronel ÉDER, colocar em funcionalidade o destacamento de S. José, mesmo com visíveis sinais de falta de policiais no 15º. Btl de PM em Itaituba e entraves administrativos, a vontade, gestão,  e sobretudo o fator humanitário do comandante em resolver os problemas ocasionados pela falta de policiamento na região garimpeira  que deixa dois grandes aglomerados humanos que conta com  mais de três mil pessoas  em suas cercanias no abandono e à  mercê da sorte, revela que não é tão difícil se resolver problemas que são existenciais de alguma forma, por omissão e incapacidade. Éder Ribeiro dos Santos, Coronel PM,  comandante do Comando de Policiamento Regional, sediado em Itaituba, muito prático e ágil  resolveu um problema que é do estado e que o jogo de empurra empurra,  obriga deixar mais barato e acessível uma pedra que está no meio do caminho dos comunitários de São Jose e Porto Rico. O panorama doravante deve mudar. Por lá tem muito craque e poucos jogadores de futebol.
________________
-Imagens: Meramente ilustrativas alcançadas na web

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

BRIGA DE COMADRES CORRUPTAS

Cunha rebate Dilma e recorre ao STF para destravar rito do impeachment IGOR GADELHA - O ESTADO DE S. PAULO 19 Outubro 2015 | 18h 36

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)Presidente da Câmara apresenta recurso para derrubar liminares que suspenderam norma criada por ele para o andamento de um processo de impedimento da petista e diz lamentar que ‘seja com um governo brasileiro o maior escândalo de corrupção do mundo


Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), rebateu onesta segunda-feira, 19, declarações da presidente Dilma Rousseff e anunciou recurso ao Supremo Tribunal Federal contra as liminares que o paralisaram o rito, definido por ele e pela oposição, de um processo de impeachment contra a petista na Câmara.
Anteontem, em Estocolmo (Suécia), ao ser questionada sobre a repercussão internacional da denúncia e das suspeitas contra Cunha, Dilma afirmou: “Lamento que seja um brasileiro”. Ontem, o presidente da Câmara, contra-atacou. “Eu lamento que seja com um governo brasileiro o maior escândalo de corrupção do mundo”, em referência às irregularidades na Petrobrás, investigadas pela Operação Lava Jato.
Acuado após a revelação de que controla quatro contas secretas na Suíça, Cunha rejeitou qualquer acordo político com o governo, afirmou que passará a “cuidar” dos processos de impeachment de Dilma apresentados a partir de hoje, reafirmou seu poder para iniciar o procedimento, além de anunciar o recurso ao STF para garantir o roteiro criado por ele para a tramitação do processo contra a presidente na Câmara.
Na Suécia, Dilma afirmou que lamentava o caso envolvendo Cunha e a suposta existência de contas bancárias atribuídas a ele e não declaradas na Suíça. A presidente também negou constrangimento com o caso: “Seria estranho se causasse. Ele não integra o meu governo.”
A Procuradoria-Geral da República afirma que o peemedebista recebeu propina de negócios da Petrobrás e atribuiu a ele, a partir de documentos do Ministério Público da Suíça, patrimônio oculto no exterior de R$ 61 milhões.
Em entrevista na Câmara, Cunha se recusou a comentar os casos de corrupção na Petrobrás. Ele é um dos 62 denunciados pelo procurador-geral Rodrigo Janot, acusado pelo lobista Júlio Camargo e o delator Fernando Soares de ter recebido R$ 5 milhões desviados de contratos da estatal.
Cunha afirmou que passará a “cuidar” dos processos de impeachment de Dilma que forem apresentados a partir de hoje. “Confesso a vocês que estou focado até entregar os agravos (regimentais)”, disse ontem, referindo-se às liminares concedidas pelo STF proibindo o rito do processo de impeachment da presidente na Casa estabelecido pelo peemedebista em questão de ordem apresentada pela oposição.
Ele afirmou que, apesar da decisão do STF, continua com o poder – e se sente legítimo – para deferir ou indeferir os pedidos de afastamento da petista. “Indeferir ou deferir não está no escopo da decisão (do Supremo). Nada foi alterado. Estou fazendo da mesma forma pública que sempre foi colocado, tanto que na semana passada indeferi cinco (pedidos).”
Nesta terça, a oposição deve apresentar novo pedido de impeachment assinado pelo promotor aposentado Hélio Bicudo, pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior e pela advogada Janaína Paschoal. O texto incluirá tanto as chamadas pedaladas fiscais praticadas em 2014 – e já condenadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) – quanto os atrasos nos repasses de recursos pelo Tesouro Nacional para bancos públicos, como o BNDES, feitos neste ano. A repetição das manobras contábeis em 2015 foi apontada em relatório do procurador do Ministério Público junto ao TCU, Júlio Marcelo de Oliveira.
Acordo. Cunha negou que esteja negociando com o Planalto apoio em troca de não deferir os pedidos de impeachment da presidente Dilma na Câmara. “Não tem articulação. Ninguém nem me procurou para falar disso. Não tem plano A, B, C D ou E, não tem plano nenhum. Qualquer discussão especulação está sendo feito é perda de tempo”, afirmou.
De acordo com o peemedebista, tudo vai continuar “exatamente do jeito que está”.
“Eu continuarei, não renunciarei e aqueles que desejam porventura minha saída vão ter de esperar o fim do mandato para escolher outro”, disse. “É importante deixar claro o seguinte: fui eleito pela Casa. Aqui só cabe uma maneira de eu sair, é renunciar. E não vou renunciar. Então, aqueles que acham que podem contar com minha renúncia, esqueçam, eu não vou renunciar”, reforçou. 
O presidente da Câmara avaliou que sua permanência no cargo não representa ameaça de paralisia das votações ao governo federal. De acordo com ele, o Planalto está sem sustentação na Câmara. 
“O governo precisa primeiro recompor sua base. O presidente (da Câmara) é apenas o coordenador dos trabalhados e pautador”, afirmou, lembrando que as matérias do governo têm sempre a preferência regimental na pauta da Casa. Cunha disse que, no que depender dele, tudo será votado igual como antes, “com celeridade e seriedade.”
Titulo RP

TOMA FILHO DA PLUTA!!!

Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,cunha-diz-ao-stf-que-rito-de-impeachment-e-semelhante-ao-de-collor,1782527
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no TwitterLeia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,cunha-diz-ao-stf-que-rito-de-impeachment-e-semelhante-ao-de-collor,1782527Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,cunha-diz-ao-stf-que-rito-de-impeachment-e-semelhante-ao-de-collor,1782527


 Janot pede ao STF que Dirceu cumpra pena do mensalão em regime fechado
O ex-ministro José Dirceu 


LORENNA RODRIGUES - O ESTADO DE S. PAULO 19 Outubro 2015 | 20h 21 Procurador-geral quer a regressão do regime de Dirceu por causa de seu suposto envolvimento com crimes investigados na Operação Lava Jato.



O ex-ministro José Dirceu 

RELACIONADAS
Brasília - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu cumpra a pena a que foi condenado pelo mensalão em regime fechado.
Janot quer a regressão do regime de Dirceu por causa de seu suposto envolvimento com crimes investigados na Operação Lava Jato. Dirceu foi condenado a sete anos e 11 meses de prisão, mas, no ano passado, o STF permitiu que ele passasse para o regime aberto e cumprisse o resto da pena em prisão domiciliar.
Segundo Janot, há "provas contundentes e abundantes da prática criminosa" e de que os crimes foram cometidos depois do trânsito em julgado da condenação no mensalão e que, por isso, a prisão domiciliar concedida deve ser transformada em regime fechado.
Dirceu cumpre no momento prisão preventiva pedida pelos investigares da Lava Jato, que acusam o ex-ministro dos crimes de organização criminosa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,cunha-diz-ao-stf-que-rito-de-impeachment-e-semelhante-ao-de-collor,1782527
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter
Siga @Estadao no TwitterAssine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no TwitterLeia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,cunha-diz-ao-stf-que-rito-de-impeachment-e-semelhante-ao-de-collor,1782527
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter

BRASIL SEM COMANDO CRIA MAIS MISERAVEIS

No Pará, 21 mil famílias perdem benefício do Bolsa Família

Sem anúncio nem alarde, o governo federal começou a passar a tesoura nos programas sociais, segundo denúncia levantada pela revista Veja, a 16 de setembro, o Bolsa Família, carro-chefe da administração petista, teve este ano o mais profundo corte desde que foi criado, há onze anos. Apenas no primeiro semestre, 782.313 famílias em todo o País deixaram de receber o benefício, sobretudo nas regiões Norte e Nordeste, onde se concentra o maior número de beneficiados. Desse montante, pelo menos, 15.770 famílias são do Estado do Pará.

De acordo com os extratos de pagamento, mensalmente divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento Social, o número de famílias beneficiadas no Estado caiu vertiginosamente em 2015. Em janeiro, 886.667 famílias estavam incluídas no programa de transferência de renda. No final do semestre, esse volume caiu para 870.897. E os registros de queda se mantém, segundo os dados mais recentes. O último pagamento, referente ao mês de setembro, aponta um dos mais baixos registros de famílias beneficiadas no Pará: 865.630.
Essa diferença de 21.037 famílias fora do quadro de pagamento do Bolsa Família no Estado resultou em uma economia para o governo na ordem de R$ 5,15 milhões. Em alguns municípios, a queda foi superior a 10%. É o caso de Faro, no Baixo Amazonas, que teve o corte de 160 famílias do programa em relação ao registro do final do ano passado (-11,7%). Em valores, são menos R$ 11,60 mil de repasses ao município. Se considerar a diferença ao longo dos últimos doze meses, entre setembro do ano passado e o do atual ano, já são menos 22.003 famílias beneficiadas no Pará, com redução do repasse em R$ 7,48 milhões.
A revista defende que a redução de famílias beneficiadas visa diminuir os custos do programa sem admitir sua redução. Para isso, o governo passou a promover um pente-fino silencioso entre os cadastrados. Desde maio, diz a reportagem, o governo vem cruzando seus dados com informações do INSS e do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), por exemplo.
“O objetivo é identificar quem possui bens incompatíveis com o teto de renda permitido aos participantes do programa (até 154 reais por membro da família, o que torna difícil a compra de um carro, por exemplo) ou está acumulando benefícios indevidamente. Os que já recebem a aposentadoria rural de um salário mínimo não podem ganhar Bolsa Família. Também estão impedidos de integrar o programa pescadores que recebem o seguro-defeso - pago durante o período de procriação dos peixes. Esse veto surgiu de uma portaria criada pelo governo federal em março deste ano”, explica a revista.
Como sugere a explicação, o município de Santarém, nas margens do rio Tapajós, com a pesca como uma das principais atividades econômicas, viu o número de beneficiários do Bolsa Família cair em um ano cerca de 10% (menos 2.803 famílias). Cametá (-549 ou 2,9%) e Marabá, também localizadas às margens de importantes rios que cortam o Estado, tiveram igualmente significativas quedas no número de famílias com benefício entre setembro do ano passado e desse ano.
Em resposta a esse cenário observado no Pará, o MDS rechaçou que o número de beneficiados pelo programa no Estado esteja diminuindo. “Mensalmente, há um fluxo de entradas e saídas do programa, porque novas famílias são cadastradas e porque as famílias beneficiárias melhoram de renda ou deixam de se encaixar no perfil do Bolsa Família. Os motivos da saída têm a ver, sobretudo, com as rotinas de controle do programa, que se repetem todos os anos e garantem o foco nos mais pobres. No caso do Pará, a média de famílias no programa em 2015 tem se mantido na faixa de 876 mil”, explicou a pasta, em nota enviada a O LIBERAL.
Já em relação a revista Veja, o ministério criticou duramente a abordagem e os números levantados na publicação. “Veja erra quando diz que o número de famílias beneficiárias caiu para 13,2 milhões. A folha de pagamento de setembro repassou benefícios para 13, 9 milhões de famílias. O número de beneficiários vem se mantendo estável desde 2012, com a saída de quem melhora de renda e a entrada de novas famílias”, diz o texto, reforçando que o programa está “integralmente preservado de cortes no orçamento”. “Neste ano, a previsão de gastos é de R$ 27,7 bilhões. Esse dinheiro vem mantendo milhares de famílias fora da miséria e, mais importante, garante acesso a educação, saúde e serviços”, completa a nota.
__________
Extraido do Blog de Diego Mota
Titulo RP

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

ADVOGADO GERAL DA UNIÃO, AVESSO AOS DITAMES CONSTITUCIONAIS DIRIGE A AGU COMO SE FOSSE SUA CASA

Resultado de imagem para advogado agu
NOTA CONJUNTA sobre AGU e o Advogado Geral da União  
​ ​
NOTA CONJUNTA


A Unafe (União dos Advogados Públicos Federais do Brasil), a Anauni (Associação Nacional dos Advogados da União), o Sinprofaz (Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional) e a Anajur (Associação Nacional dos Membros das Carreiras da AGU), diante dos últimos acontecimentos veiculados na mídia envolvendo a atuação da Advocacia-Geral da União, vêm a público prestar esclarecimentos sobre a real missão da Instituição e a atual gestão da AGU comandada pelo senhor Luís Inácio Adams.

Resultado de imagem para advogado agu
Advogado Geral da União

Destaca-se, de início, que a AGU não se confunde com Luís Inácio Adams. A AGU, constituída por quase 8 mil advogados públicos, é Função Essencial à Justiça, conforme estabelece a Constituição Federal, competindo-lhe, por lei, promover o controle de legalidade e defender o Estado brasileiro. Deve garantir a viabilidade das políticas públicas e atuar em favor de todos os poderes da União.



Luís Inácio Adams, no entanto, com ótica própria, se afastou dos ditames constitucionais e optou, deliberadamente, por uma advocacia de governo em detrimento de uma advocacia de estado. Preferiu os encantos do poder às demandas da instituição, do Estado e do povo brasileiro. Transformou a res publica em res privada.



Em 2014, o atual AGU defendeu, junto ao TCU, os interesses pessoais da então presidente da Petrobras.  Em sustentação oral, Adams argumentou que os bens de Graça Foster não deveriam ser bloqueados em favor da Estado. Ou seja, atuou contra os interesses da União, a qual deveria defender. Priorizou o interesse do governo em detrimento do interesse do Estado e do povo brasileiro. Houve, inclusive, um questionamento público da conduta em questão pelas associações (http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,unafe-pedira-explicacao-sobre-atuacao-da-agu-em-defesa,1542155).



Mais recentemente, Adams esforçou-se para viabilizar acordos de leniência com as empreiteiras envolvidas na Operação Lava Jato. Agiu sem envolver os membros da AGU, tampouco debater o tema internamente. Chegou a publicar um vídeo no sítio eletrônico da AGU tentando justificar o injustificável: seu envolvimento político na questão.



Mas não é só. Com sua visão distorcida da Constituição, Adams tenta transformar a AGU em um aparelhado órgão de governo. Esforçou-se para aprovar, no Congresso Nacional, o Projeto de Lei Complementar 205/12, que enfraquece as carreiras concursadas e possibilita a nomeação de advogados sem concurso público nos quadros da AGU. Sua aprovação seria uma tragédia para a instituição e para o Estado brasileiro.



De fato, desde que o Luis Inácio Adams assumiu o cargo, a AGU vive seu pior momento. Apesar dos sucessivos recordes de arrecadação (apenas em 2014, o órgão arrecadou 3.500% mais que o previsto) e da economia de trilhões de reais aos cofres públicos, o processo de sucateamento da AGU é uma realidade inquestionável. Os resultados de arrecadação são frutos exclusivos do trabalho diligente dos membros das carreiras da AGU.



Não há estrutura mínima (carreira de apoio, unidades alocadas em instalações precárias) e não há prerrogativas mínimas para exercício do cargo pelos membros. Diversas unidades da AGU, Brasil afora, têm sido despejadas por falta de pagamento de aluguéis (http://jota.info/vacas-magerrimas), as linhas telefônicas são cortadas (http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/08/1672094-escritorios-da-agu-tem-telefone-cortado-por-falta-de-pagamento.shtml)  e os membros da instituição são obrigados a conviver com ratos, morcegos e escorpiões (http://noticias.band.uol.com.br/cidades/noticia/100000764611/predios-da-agu-tem-condicoes-precarias.html).



Vale notar que, por tudo o que restou relatado, os advogados públicos federais repudiam fortemente as condutas ultimadas pelo referido Advogado-Geral à frente do órgão.  A atual gestão de Luís Inácio Adams é repudiada por nada menos do que 99% dos membros da instituição (http://unafe.org.br/index.php/9865-dos-advogados-publicos-federais-rejeitam-a-atual-gestao-do-adams/). Em lista tríplice organizada pela Unafe e outras associações da AGU, o atual Ministro não recebeu sequer um mísero voto.



As entidades signatárias sempre pautaram suas atuações pela transparência e pela defesa dos interesses da AGU, de seus membros e do Estado brasileiro. Justamente por isso e, ante os desvios perpetrados por Luís Inácio Adams à frente da AGU, os advogados públicos defendem que o próximo Advogado-Geral da União seja nomeado com base na lista tríplice democraticamente escolhida pela carreira. Defende, ainda, que a AGU seja autônoma, capaz de atuar de forma livre e técnica, como advocacia do Estado brasileiro e não como órgão aparelhado de defesa dos interesses deste ou daquele governo, como pretende Adams.



Em virtude dos últimos acontecimentos, setores da imprensa têm cunhado a AGU de “golpista”, fato que expõe a Instituição como um todo. Com relação a isso, esclarece-se que a instituição que defende os interesses do Estado não é golpista e não pode ser maculada diante de questões controversas envolvendo atos de governo.



Nós, advogados públicos federais, sentimo-nos no dever de separar o joio do trigo. A sociedade brasileira merece saber.

Contribuição do nobre causidico, Míster JUMM  que é abusado e intolerante contra a dominação e roubalheira vista em toda esfera governamental Federal