RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

PROMESSA CUMPRIDA

Ex-missionário é condenado por tirar fotos pornográficas de crianças na Amazônia!

Um ex-missionário norte-americano que admitiu ter tirado fotos pornográficas de crianças enquanto trabalhava com uma tribo da Amazônia foi condenado nesta terça-feira a 58 anos de prisão nos Estados Unidos.
Warren Scott Kennell, de 45 anos, declarou-se culpado em setembro de duas acusações de produção de pornografia infantil entre 2008 e 2011.
A juíza-chefe distrital, Anne Conway, destacou na sentença que Kennell tinha abusado de sua posição de confiança como missionário, afirmou em comunicado a procuradoria norte-americana em Tampa.
Warren, que é de Nova Jersey, admitiu que tinha amizade com as crianças na tribo e que depois abusou sexualmente delas enquanto trabalhava em um projeto da organização Missão Novas Tribos de Sanford, na Flórida.
Os investigadores encontraram 940 imagens pornográficas em um disco rígido externo em sua bagagem quando foi parado e revistado no Aeroporto Internacional de Orlando em maio. Segundo os promotores, ele se identificou em uma das fotos como sendo o homem que praticava um ato sexual com uma menina pré-adolescente.
"Kennell representa o pior tipo de criminoso, que ataca crianças inocentes", disse em comunicado a agente especial adjunta encarregada pelo escritório em Tampa do Departamento de Segurança Interna, Shane Folden.
A Missão Novas Tribos, localizada ao norte de Orlando, se denomina em seu site como uma organização cristã evangélica focada na implantação de novas igrejas entre as tribos indígenas, que descreve como isoladas da Bíblia por causa da língua e cultura.
"Estamos deprimidos", disse Pam McCurdy, da Missão Novas Tribos, por e-mail.
"Somos gratos às autoridades pela acusação deste indivíduo", disse ela, acrescentando que a Missão Novas Tribos estava "firme em nosso compromisso de fazer tudo ao nosso alcance para evitar que isso aconteça novamente."
http://politicacompimentamalagueta.blogspot.com.br/

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

-QUE CULTURA!!!


Forte chuva castiga Santarém desde a madrugada

Forte chuva castiga Santarém desde a madrugada (Foto: José Ibanês)

Uma pessoa foi obrigada a se pendurar no muro de uma casa para não ser levada pela enxurrada (Foto: José Ibanês)



Uma forte chuva, iniciada na madrugada desta quarta-feira (29), castiga a cidade de Santarém, região Oeste do Pará. Alagamento de ruas, enxurradas e lama é o resultado do temporal que cai sobre o município.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, já foi registrada a queda de muros e o alagamento de casas. Moradores reclamam ter perdido móveis e eletrodomésticos.

Um conjunto de casas do programa "Minha Casa, Minha Vida", do governo federal, localizado às margens da rodovia Fernando Guillhon, está sob ameaça com a forte enxurrada.

Três pessoas foram arrastadas e caíram em córregos e bueiros, mas todas passam bem. 

(DOL com informações de José Ibanês/Diário do Pará)

Lei Anticorrupção zela pelos bens públicos, defende presidente da OAB

Informativo
Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

Prezado(a) ColegaJORGE UMBERTO MACHADO DE MORAIS

Lei Anticorrupção zela pelos bens públicos, defende presidente da OAB

Brasília – Entrará em vigor na quarta-feira (29) a Lei Federal nº. 12.846, elaborada em 2013. Chamada de Lei Anticorrupção, constituiu um dos mais frequentes itens da pauta de manifestações populares que tomaram o País no ano passado. O intuito é punir empresas que subornem agentes públicos ou fraudem licitações. Entretanto, à exceção de Tocantins, os governos dos demais estados aguardam a edição do decreto federal para detalhar a aplicabilidade da nova legislação.
Uma das regras prevê a aplicação de multas entre 0,1% e 20% do faturamento bruto anual para empresas envolvidas. No modelo anterior – em vigor até 28/1 – as instituições privadas suspeitas de participação em esquemas de desvio de dinheiro público demitiam os empregados denunciados por fraude em licitação ou suborno de um agente do Estado, emitiam uma declaração pública repudiando as ações, e seguiam tocando os negócios.
Para o presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, a nova lei acaba com essa impunidade. “É uma iniciativa valiosa em uma democracia como a nossa. Não somente zela pelos bens públicos, mas também demonstra respeito aos cidadãos que pagam seus impostos em dia. É importante ressaltar que um mercado regido por empresas “ficha limpa” torna-se mais justo no sentido em que os produtos correspondentes seriam adquiridos com base em sua real qualidade”, acredita.
Marcus Vinicius explica por que considera o dispositivo legal uma grande evolução. “A empresa infratora responderá pelos delitos de seus empregados, ainda que alegue que não houve culpa ou dolo. É significativo ressaltar que ela (lei) surge para preencher uma lacuna deixada pela Lei de Improbidade Administrativa e pela Lei de Licitações, já que nenhuma delas, e sequer o Código Penal, atinge as empresas privadas”, completa.
Mudanças
A nova Lei dispõe sobre a responsabilização objetiva administrativa e civil de pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública, nacional ou estrangeira, embora não exclua a responsabilidade individual de seus dirigentes ou administradores ou de qualquer pessoa. A diferença é que a sociedade empresária será responsabilizada independentemente da responsabilização individual das pessoas naturais e os dirigentes ou administradores somente responderão por suas ações na medida da sua culpabilidade, ainda que haja alteração contratual, cisão ou fusão.
Constituem atos lesivos todos aqueles praticados pelas empresas que atentem contra princípios da administração pública ou compromissos internacionais assumidos pelo país como: prometer, oferecer ou dar, direta ou indiretamente, vantagem indevida a agente público, ou a terceira pessoa a ele relacionada; comprovadamente, financiar, custear, patrocinar ou de qualquer modo subvencionar a prática dos atos ilícitos; utilizar-se de interposta pessoa física ou jurídica para ocultar ou dissimular seus reais interesses ou a identidade dos beneficiários dos atos praticados.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Governo federal pode piorar situação do Tapajós. E o governo do Pará, o que diz?

Governo despreza garimpeiros e populações ribeirinhas
Se tal ameaça, de fato, acontecer, adeus Rio Tapajós e seus
afluentes, adeus à nascente indústria do turismo no Oeste 
do Pará, adeus à salubridade das águas e à excelência do 
pescado daquela região, um dos principais pólos 
pesqueiros da Amazônia. Adeus a milhares de empregos 
e investimentos crescentes no turismo. Adeus à saúde 
pública e às belezas das quilométricas praias que atraem 
visitantes de todo o Brasil e do exterior. 

Justamente num momento em que se pretende disciplinar
 a atividade da mineração artesanal e industrial do médio e 
alto Rio Tapajós,
a fim de impedir a contaminação deste e de mais quatro rios
importantes além de centenas de igarapés da região,
o governo federal ameaça transferir de Rondônia para
 o Pará milhares de trabalhadores garimpeiros que hoje se
acham próximos às obras da hidrelétrica de Jirau. O destino 
Este homem e milhares de outros garimpeiros
 merecem respeito e atenção. 
Trabalho humilhante e insalubre para ele e para as
populações vizinhas
exato seria o município de Jacareacanga, já largamente 
afetado pela poluição física e química dos garimpos.

Conforme revelação do blog do Jota Parente, o advogado e
minerador de Itaituba, José Antunes, disse no fim de semana 
passado, numa rádio daquela cidade, que "essa é uma decisão 
que o governo federal já tomou, e que é quase impossível 
reverter a situação".

A questão, segundo ele, é que os garimpeiros do Tapajós já
têm problemas demais, pela total falta de apoio do governo 
federal, que nunca olhou para esta região com o devido 
respeito. Os garimpeiros de Rondônia estão para ser transferidos
porque a hidrelétrica de Jirau, em Porto Velho, está para 
entrar em funcionamento, sendo impossível a
permanência deles por lá, porque a área onde eles trabalham vai
 ser inundada.

O problema, ressalta Antunes, é que "daqui a alguns anos vai ser
aqui no Tapajós que haverá inundação de uma grande área que
vai cobrir boa parte da reserva garimpeira".

Além de utilizar os garimpeiros como massa de manobra, sem nenhuma
 política social destinada a oferecer a esses trabalhadores uma
atividade sustentável e menos danosa à sua saúde do que a
garimpagem, o governo cai na contradição de retirar a massa
trabalhadora das proximidades de um canteiro de obras de
 hidrelétricas para realocá-la exatamente noutro canteiro, já que
 cinco usinas estão planejadas para o Tapajós, duas delas já em
estado adiantado de estudos  e início das obras.

O que vai dizer o governo do Pará? A federação vai continuar tratando
 o Pará como terra de ninguém?

-QUE CULTURA!!!


GAZETEIRA PERDE CARGO DE VEREADORA

As 11:00 hs da manhã da última terça-feira 21 de janeiro de 2014, no plenário da Câmara de vereadores de Rurópolis em sessão solene, o vereador presidente Jonas Lourenço da Silva deu posse ao suplente de vereador Valmir Ribeiro de matos, conhecido por “Mil”  que assume a vaga de Flora Maria Variane que foi destituída do mandato por aceder o número de faltas permitidas nas sessões em uma legislatura.


Com a presença de outros vereadores e lideranças politicas a sessão de posse do novo vereador seguiu os tramites do regimento da casa.

Mil fez o Juramento de cumprir dignamente o mandato a Ele confiado, observar as leis e trabalhar pelo engrandecimento do município,após o juramento o presidente Jonas Lourenço, encerrou a sessão solene, desejando boa sorte ao novo vereador.
Fonte:Elias Junior
Titulo RP

FOI TOCO DE PINTO

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Serviço Florestal recebe propostas para concessão de 440 mil hectares no Pará

O Serviço Florestal Brasileiro (SFB) recebe até está terça-feira, 28/01, as                                                     propostas das empresas interessadas na concessão florestal na Floresta                                                               Nacional do Crepori (PA), e realiza no dia seguinte, 29/01, a primeira                                                        sessão pública de avaliação dos documentos.


Essa concessão disponibiliza mais de 440 mil hectares para o manejo florestal, atividade de extração sustentável de madeira e produtos não madeireiros baseada em técnicas e planejamento que mantêm a floresta e a sua biodiversidade.

A área está dividida em quatro unidades, nos tamanhos de 29 mil hectares, 59,8 mil hectares, 134 mil hectares e 219 mil hectares com o objetivo de atender a todos os perfis de empresa, das de pequeno às de grande porte. Um mesmo interessado pode concorrer a todas as unidades, mas pode assinar contrato para manejar, no máximo, duas delas.

Habilitação
A sessão pública que será realizada na quarta-feira, 29/01, marca a primeira etapa das três que são realizadas para definir os vencedores. Nessa fase, uma comissão especial avalia se os candidatos estão em dia com questões fiscais, previdenciárias, trabalhistas e ambientais. A documentação de cada empresa vem dentro de um envelope que será aberto nesta sessão.

SAIU O GABARITO COM RESULTADOS - CONCURSO PMI

A prefeitura de Itaituba informa, que já está disponível  o gabarito com resultado
 preliminar do concurso publico regido pelo Edital N.º 001/2013.  Os candidatos
 podem conferir a lista com os resultados no  site da FADESP organizadora do
 concurso
O concurso de Itaituba teve 10.570 inscritos. O cargo de Almoxarife - Zona
Urbana – Administração foi o mais concorrido, com 178 candidatos para
a única vaga ofertada.  As prova foram realizadas no último domingo 26.
Mais  de acordo com Paulo Freire coordenador de concurso da Fadesp,
 mais de cinco mil pessoas fizeram a prova, sendo que os faltosos 
representaram 50%, o que estaria dentro das expectativas da fundação.
  Veja o gabarito com os resultados

http://gilsonvasconcelos.blogspot.com.br/

sábado, 25 de janeiro de 2014

Site de Dirceu arrecada R$ 225 mil no 3º dia e tem apoio de Bandeira de Mello

Valor é mais do que o dobro registrado na quinta-feira, 13; para jurista 'existe muita gente indignada com este julgamento'
Três dias após ser criado, o site para arrecadar fundos para o pagamento da multa de R$ 971 mil do ex-ministro José Dirceu no processo do mensalão já atingiu a marca de R$ 225 mil. A quantia é mais que o dobro do que havia sido arrecadado até quinta-feira, 13, quando foi divulgado o valor de R$ 96 mil.
Ao todo, segundo o Núcleo Jurídico do PT, já foram registradas contribuições de mais de 500 pessoas, incluindo o jornalista Fernando Morais, que doou R$ 200, e o jurista e professor de Direito da PUC-SP, Celso Antônio Bandeira de Mello que contribuiu com R$ 2 mil.
"As pessoas se perguntam por que as campanhas conseguiram arrecadar tanto dinheiro em tão pouco tempo a resposta é porque existe muita gente indignada com o resultado desse julgamento", provoca o professor que doou o mesmo valor para as campanhas do ex-presidente do PT, José Genoino e do ex-tesoureiro da sigla, Delúbio Soares.
Em novembro, Mello chegou a afirmar ao Estado que caberia o impeachment do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, por ele ter determinado a prisão de José Genoino na Papuda, em Brasília enquanto a defesa alegava que o petista estava com estado de saúde frágil.
Já Fernando Morais, que é amigo pessoal de Dirceu e está escrevendo uma biografia sobre o petista afirmou que doou "por que acho que a condenação é injusta, portanto, qualquer pessoa que compartilhe dessa opinião também deveria doar."
Polêmica. Nesta sexta-feira, 14, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes encaminhou uma carta para o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) na qual afirma que a campanha de doações "sabota e ridiculariza o cumprimento da pena". O ministro chega ainda a provocar os petistas ao sugerir que Delúbio Soares "possa emprestar tal expertise à recuperação de pelo menos parte dos R$ 100 milhões subtraídos dos cofres públicos".
Esta é a segunda manifestação do ministro sobre as doações. No dia 4 de fevereiro, Gilmar Mendes sugeriu haver indícios de lavagem de dinheiro nas arrecadações. A declaração motivou o PT a interpelar judicialmente o ministro na quinta-feira, 13. No pedido de interpelação cível encaminhado pelo presidente nacional da sigla, Rui Falcão, ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal, o PT pede esclarecimentos sobre as manifestações de Mendes, "que atacaram a honra da direção do partido, de seus filiados e simpatizantes".

ESTRELISMO BARATO E MANDONISMO ARBITRÁRIO

Delegada da mulher manda prender funcionário da Rodonave e sera denunciada na corregedoria da PC por abuso de poder...

DR HÉLIO MACHADO VAI MOVER REPRESENTAÇÃO CONTRA DELEGADA DA MULHER JUNTO A CORREGEDORIA DE POLICIA CIVIL DO PARÁ.


A empresa Rodonave através do seu advogado Dr. Hélio Machado vai mover uma representação junto a Corregedoria da policia civil do Pará, contra a delegada da mulher lotada em Itaituba Suelen. Ao  blog o advogado disse que haverá também representação por danos a empresa tendo em vista a condução do funcionário da empresa ter paralisado os trabalhos da balsa na travessia por várias horas.

Delegada vai ser denunciada a Corregedoria de Policia Civil. O fato foi gerado no episódio em que a delegada determinou a prisão do comandante da balsa da empresa Rodonave, Adelson Rodrigues, após o mesmo se recusar a aceita-la viajar dentro do seu veículo na travessia. 

A delegado alegou que precisava ir no seu veiculo porque estava com o pé machucado, mas o comandante foi irredutível e não aceitou sua permanência no interior do veiculo no percurso da travessia Itaituba/Miritituba/Itaituba, gerando a partir daí uma polêmica quer foi parar na delegacia.  A capitania dos Portos também disse que o funcionário da empresa agiu corretamente e que a delegada deveria ter exibido um atestado médico comprovando estar realmente com o pé machucado.

 Sobre a atitude do comandante da Balsa,  o advogado da empresa dr Hélio Machado disse que o mesmo agiu corretamente já que estava apenas cumprindo determinações legais da capitania dos Portos e como a lei não faz exceção, o fato da mesma ser delegada não lhe dava poderes para viajar da forma como queria, tendo em vista que na condição de comandante da balsa o mesmo tem ordem suprema para tomar a decisão que considerar viável. 

Sobre a denuncia que será formalizada a corregedoria da policia civil, Dr. Machado disse que os fatos serão apurados rigorosamente já que a delegada teria desrespeitado uma nova de conduta prevista em lei federal regulamentada pela capitania dos Portos no Pará, que caracterizou abuso de autoridade causando sérios prejuízos a Empresa Rodonave, com a condução do comandante para a 19ª Seccional além de que a mesma ainda estaria em estado probatório. Fonte: http://tribunaitb.blogspot.com.br/

Dilma e seus 70 ministros


Presidente se prepara para promover as últimas trocas em seu ministério nas próximas semanas. E o saldo da gigantesca equipe não é dos melhores

Gabriel Castro, de Brasília - VEJA
Antonio Palocci, o primeiro homem forte de Dilma a cair
Antonio Palocci, o primeiro homem forte de Dilma a cair (Antonio Cruz/ABr)
A presidente Dilma Rousseff começará nas próximas semanas a formalizar novas mudanças em sua equipe ministerial. A legislação eleitoral exige que os ministros que serão candidatos deixem o cargo seis meses antes das eleições. E é justamente pensando nas urnas que a presidente, sempre com seu antecessor Luiz Inácio Lula da Silva a tiracolo, aproveitará a reforma para ceder espaço ao recém-criado Pros, além de dar um ministério ao PTB e até contemplar o PSD com uma segunda pasta. A moeda de troca é a explícita: os minutos a que os partidos têm direito na propaganda eleitoral no rádio e na TV.
Esta deve ser a última grande mudança na equipe ministerial. E o saldo do governo não é dos melhores. Desde 2011, sem contabilizar as próximas mudanças, o time de Dilma que ocupa os inacreditáveis 39 ministérios teve 60 nomes. Serão mais de 70 após a reforma. É verdade que alguns, como a paranaense Gleisi Hoffmann (Casa Civil), por exemplo, ganharam cacife durante a gestão petista. Mas, na balança, o governo foi marcado por ministros que se destacaram pelas trapalhadas ou foram defenestrados por envolvimento em irregularidades. Sete ministros caíram por causa de denúncias de corrupção – começando pelo primeiro homem forte do governo, Antonio Palocci (Casa Civil). Outros, como Maria do Rosário, dos Direitos Humanos, só apareceram por causa de declarações inconvenientes. E alguns passaram em branco: Tereza Campello, do Desenvolvimento Social, comanda o Bolsa Família, mas estava de férias quando a crise causada pelo boato do fim do programa estourou. 
Refém das más escolhas e da aliança que garante uma base robusta no Congresso, Dilma teve dificuldades com sua equipe desde o começo da gestão. Durante os protestos de junho do ano passado, por exemplo, quem assumiu a interlocução pelo Palácio do Planalto foi Aloizio Mercadante,  Continue lendo

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

FRASES RIDÍCULAS

 Você  tem muita inveja da nossa Prefeita Eliene Nunes. vejo o seguinte tem gente que nasce de cu pra lua. Nós do PSD não temos culpa se você nasceu com ela dentro do seu cu!!!”  - Kassio Rodrigues

... e fofoca como ele faz ficou pra puta”  - Kassio Rodrigues

Acabei de perceber que vocês são como duas putas e quando vierem falar de Eliene Nunes lavem a boca” - Kassio Rodrigues

As  frases acima foram dirigidas em uma rede social, contra uma pessoa que faz criticas ao Governo Eliene; indispensável comentar que o aparador ou rebatedor das criticas deve ter vinculo de trabalho ou é apaniguado, protegido, sectário, favorito, favorecido ou simplesmente  massageador escrotal de pessoas ligadas à prefeita já que ela não tem esse complemento anatômico.

Com absoluta convicção reafirmo a confiança que tenho em Eliene sabendo  que muito ainda fará pelo município de Itaituba; como afirmo que se a prefeita disso tomar conhecimento esse rapaz cantará em outra freguesia ou então acreditarei  na sublime frase abaixo de autoria do indecifrável Rastilho de Pólvora.

“TUDO POSSO NAQUELA QUE ME FORTALECE”
Um pequeno conselho: É atraves desses destemperos e atos impensados por parte de pessoas ligadas à Prefeita, que  a mesma está levando bordoadas... não adianta provocar os críticos, pois a crise tenderá a aumentar e depois pode se perder o controle da situação. Ajudem a Eliene, ela precisa.

Prefeito de Dom Eliseu reassumiu o cargo

Foi concedida na manhã da última quinta-feira liminar em favor do prefeito de Dom Eliseu, Joaquim Nogueira Neto (PMDB) e do seu vice, Gersilon Silva da Gama. A decisão foi dada pelo juiz eleitoral João Batista Vieira dos Anjos, suspendendo os efeitos da sentença do juiz Gabriel da Costa Ribeiro, de Rondon do Pará, que havia cassado prefeito e vice e declarado, por tabela, a inelegibilidade do governador Simão Jatene até 2020.
A decisão, porém, não reforma a sentença, mas garante o retorno ao cargo até que o recurso seja julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará. Sendo assim, o prefeito reassume o cargo. No último dia 15 de janeiro, o juiz Gabriel Costa Ribeiro, da 51ª Zona Eleitoral de Rondon do Pará, condenou o governador do Estado do Pará por abuso de poder político e econômico em razão da utilização indevida de meios de comunicação, aplicando ao chefe do Executivo estadual a pena de inelegibilidade por oito anos, a contar da eleição municipal de 2012.
A decisão veio na sentença na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE 427 -23.2012.6.14.0084), onde o juiz também cassou os mandatos do prefeito de Dom Eliseu. Gabriel Ribeiro também decretou a inelegibilidade de ambos pelo período de oito anos subsequentes à eleição municipal de 2012. Deverá assumir a prefeitura do município, temporariamente, o presidente da Câmara Municipal de Dom Eliseu até que se realizem novas eleições.
O ex-prefeito de Dom Eliseu; Raimundo Euclides Santos Neto, o Quidão, responsável pela administração e gerenciamento da TV Atlântico (canal 5), que retransmite programação do SBT em Dom Eliseu, e Jhonas Santos de Aguiar, candidato a vereador em 2012 e presidente da Comissão Provisória do PSDB em Dom Eliseu, também foram condenados à mesma pena aplicada ao governador.
A base da condenação decidida pelo magistrado foi a entrevista concedida em pleno período eleitoral municipal por Simão Jatene em benefício dos candidatos Joaquim Neto e Gersilon da Gama, que teria sido exibida por Quidão em 27 de setembro de 2012 a mando de Joaquim Nogueira Neto e de Gersilon Silva da Gama, e reexibida nos dias 28 de setembro e 01, 02, 03, 04 e 05 de outubro do mesmo ano.
Em relação à postura de Jatene, o magistrado cita: “O governador Simão Jatene, após cumprimentos iniciais, fala diretamente para o povo e eleitores de Dom Eliseu, via canal aberto SBT, na véspera do pleito eleitoral”. Em coletiva no dia 16, o presidente do PSDB do Pará, senador Flexa Ribeiro, anunciou que iria recorrer da decisão.
“Jatene não está inelegível. O que houve foi uma ação do juiz de primeira instância indevida e estranha em que ele coloca o governador na mesma situação dos candidatos à prefeitura de Dom Eliseu”, disse Ribeiro na ocasião.
(Diário do Pará)

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

DEU NO AGONIA E ÊXTASE/JUBAL

Essa nem o prefeito de Jacareacanga sabe: os garimpeiros vão se transferir de Rondonia pro Tapajós!

A coluna, sempre mal informada e tendenciosa do Repórter 70, estampa uma nota provocativa:
 Goela abaixo
O que se diz é que a solução que o governo federal arrumou para realocar garimpeiros que ocupam a região a ser alagada pela futura Hidrelétrica do Jirau, em construção no rio Madeira, Rondônia, será a transferência para uma área de 10.000 hectares, equivalente a dez mil campos de futebol, no município de Jacareacanga, oeste do Pará. Mas o inusitado não está só nisso: os garimpeiros de Rondônia ocuparão parte da Reserva Florestal Mundurucânia. A proposta do Planalto tem sinal verde do DNPM. O fato remete ao ex-governador Hélio Gueiros que reagiu com estardalhaço à ideia do governo federal de depositar lá mesmo em Jacareacanga, resíduos do césio 137, provenientes de Goiânia. Bem, não é a mesma coisa, mas a ação predatória dos garimpeiros que exploram a região de Itaituba atualmente já não é bastante para tirar o sono das autoridades?
Primeira resposta é de que o sono das autoridades repousa em berço esplêndido, senão já teriam montado a prometida Regional da Secretaria de Meio Ambiente, cantada em prosa e verso em todas as reuniões do e com Colares, em Itaituba.
Segunda resposta é que o articulista do Repórter 70 não precisa cansar sua cabecinha em tentar resolver nossos problemas locais. Afinal sempre são contra o Tapajós!

Independente se a coisa tem fundamento, as várias tentativas que conhecemos de transferência de GARIMPEIROS de um local para outro nunca deu certo.

No vencimento do primeiro prazo estabelecido para a paralisação de Serra Pelada, foi aventada a possibilidade de transferir para o Tapajós e morreu no nascedouro.

No garimpo do Cumaru e da Serra das Andorinhas, Goiaba, Babaçu e Mamão também se cogitou conduzi-los para outros cantos, não funcionou.

Quem tem a mínima idéia do comportamento de garimpeiros,sabe que no momento em que falarem em tira-los de um local, eles logo criarão a certeza de que é porque tem ouro que não se acaba mais, que irão espoliá-los para entregar para alguma empresa, de preferência dirão que é a CVRD, e que os levarão para um local sem ouro algum. Fincarão pé e não irão. Aí vão aparecer políticos, sociólogos, ONGs, Pastoral da Terra e do Ar, índios e tudo mais para defende-los.

Assim, para conduzi-los para algum canto tem que agir como o FLAUTISTA DE HAMELIN: alguém com aspecto de garimpeiro espalhar o boato, a mentira  de BAMBURRO, com "puxada" de quilo, eles irão até para o INFERNO. 

Após punição, goleiro Bruno perde 113 dias de redução de pena

23/01/2014 12h28 - Atualizado em 23/01/2014 13h52

Goleiro foi condenado a 22 anos e três meses pela morte de Eliza Samudio.
Ele já acumulava 341 dias; decisão judicial reduz desconto na pena total.

Pedro Triginelli
Do G1 MG

Condenação tira goleiro Bruno do Boa Esporte. (Foto: Renata Caldeira / TJMG)
Bruno durante julgamento em Contagem, na Grande BH
(Foto: Renata Caldeira / TJMG)
Um decisão da Justiça de Minas Gerais manteve, nesta quarta-feira (22), a punição que tira um terço dos dias ganhos pelo goleiro Bruno Fernandes de trabalho na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Em abril do ano passado, ele se envolveu em confusões no presídio, o que foi entendido pela Justiça como "falta grave". Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, devido o trabalho na prisão, o goleiro já acumulava 341 dias que poderiam ser reduzidos da pena total, mas, após ter recurso negado, perdeu 113 dias. 


Em março de 2013, ele foi condenado a 22 anos três meses de prisão pela morte de Eliza Samudio. Segundo a legislação, a cada três dias de trabalho, a pena do preso é reduzida em um. Cabe recurso da decisão.

Em setembro de 2013, a Vara de Execuções Criminais de Contagem tinha decidido que Bruno perderia um terço dos dias trabalhados e que a data para que o goleiro passasse ao regime semiaberto fosse alterada de 22 de janeiro de 2020 para 24 de agosto do mesmo ano. Na decisão desta quarta-feira (22), a 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais manteve a data para contagem da progressão de pena. Com isso, Bruno volta a poder cumprir a pena em regime semiaberto a partir do dia 22 de janeiro de 2020.


"A lei não prevê, como efeito do reconhecimento da falta grave, a alteração da data-base para a obtenção da progressão de regime", disse na decisão o desembargador Doorgal Andrada.



À época da primeira decisão, o goleiro recorreu. Ele foi punido por falta grave em abril de 2013 depois de ameçar dois detentos e um agente penitenciário.



O advogado de Bruno, Francisco Simim, disse que ainda vai analisar a decisão. "Nós vamos avaliar primeiro porque temos ainda a terceira instância para recorrer. Vamos ver o que é mais propício, mais favorável para o meu cliente", disse.



O caso
Eliza desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi achado. Ela tinha 25 anos e era mãe do filho recém-nascido do goleiro Bruno, de quem foi amante. Na época, o jogador era titular do Flamengo e não reconhecia a paternidade.

Em março deste ano, Bruno foi considerado culpado pelo homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado da jovem. A ex-mulher do atleta, Dayanne Rodrigues, foi julgada na mesma ocasião, mas foi inocentada pelo conselho de sentença. Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, amigo de Bruno, e Fernanda Gomes de Castro, ex-namorada do atleta, já haviam sido condenados em novembro de 2012.
O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, foi condenado a 22 anos de prisão. O último júri do caso foi realizado em agosto e condendenou Elenilson da Silva e Wemerson Marques – o Coxinha – por sequestro e cárcere privado do filho da ex-amante do goleiro. Elenilson foi condenado a 3 anos em regime aberto e Wemerson a dois anos e meio também em regime aberto.

Caixa Econômica Federal divulga edital


Quinta-Feira, 23/01/2014, 08:56:03 - Atualizado em 23/01/2014, 09:02:01
Tamanho da fonte: A- A+
Caixa Econômica Federal divulga edital (Foto: )
Oedital do concurso da Caixa Econômica Federal  foi divulgado nesta quinta-feira (23) . As vagas são para técnico bancário e é necessário ter o nível médio para concorrer.
A remuneração inicial é de R$2.865,04, sendo R$2.025 de vencimento-base, R$472,12 de auxílio alimentação/refeição e R$367,92 de cesta-alimentação, com carga horária de 30 horas semanais.
As vagas são para todo o Brasil e destinadas à formação de cadastro de reserva. Na sexta-feira, 24, será divulgado a relação dos municípios onde os aprovados serã lotados, e nesse mesmo dia iniciará as inscrições. Até o dia 11 de fevereiro, a taxa é de R$37, e os candidatos poderão se increver no site do Cespe/UnB
As provas objetivas e discursiva terão a duração de 4h30m e serão aplicadas no dia 23 de março de 2014, no turno da manhã. Com  questões de Língua Portuguesa (14), Conhecimentos Básicos (36) e Conhecimentos Específicos (70). Seguindo o tradicional modelo do Cespe/UnB, em que cada questão será constituída de itens para julgamento como 'certo' ou 'errado'. Serão eliminados os candidatos que obtiverem nota zero na prova objetiva de Conhecimentos Básicos e/ou na de Conhecimentos Específicos.
(DOL, com informações do Folha Dirigida)