RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

FOI BOTO SINHÁ


POLÍCIA DETÉM HOMEM QUE SE PASSAVA POR BOTO PARA SEDUZIR MULHERES EM SANTARÉM

Foi detido, nesta manhã de segunda-feira, o jovem Jonatã Botelho de 24 anos acusado de falsidade ideológica ao se passar por boto para seduzir as mulheres na cidade de Santarém.

Segundo uma das vítimas, o jovem saía do rio pintado de rosa e se aproximava fazendo sons muito similares ao do animal, o que acabava por seduzir as desavisadas. Segundo Janete Leitão, presidente do IBAMA, a prisão do jovem é ilegal e contra o bom desenvolvimento da fauna, afinal botos e homens sedutores são espécies em extinção.
Vinícius Antunes

LÍNGUAS AMEAÇADAS

A preocupação sobre o tema pede urgência na tomada de medidas. Os idiomas ameaçados correm o risco de nunca serem documentados.

BELÉM – Um breve panorama do histórico de pesquisas sobre as línguas nativas do Brasil, do papel do governo no seu mapeamento, dos programas de documentação governamentais e não-governamentais, das mudanças ocorridas nesses últimos anos e das medidas necessárias para o progresso dessa questão. Esses são os tópicos de apresentação que Ana Vilacy Galúcio, doutora em Linguística e Coordenadora de Ciências Humanas (CCH) fará na Reunião de Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação 2013 (World Summit on the Information Society – WSIS+10).

Única brasileira participante da reunião, a pesquisadora do Museu Paraense Emílio Goeldi é convidada da Unesco ao evento anual. Desta vez a Cúpula será realizada em Paris, na França, de 25 a 27 de fevereiro de 2013. A pesquisadora apresentará o trabalho “Diversidade Linguística no Brasil: Situação atual e perspectivas” na sessão intitulada Diversidade Lingüística: Revisão de Políticas e Medidas Nacionais e Internacionais. A ideia é articular políticas que garantam as oportunidades para salvaguardar e promover a diversidade linguística.

A preocupação sobre o tema pede urgência na tomada de medidas. “A situação das línguas indígenas ainda é preocupante porque justamente as línguas mais ameaçadas são as mais prováveis de serem desconhecidas cientificamente”, revela a Dra. Ana Vilacy. Ela coordena dois projetos de documentação de línguas indígenas em tecnologias mais avançadas do Museu Goeldi: “Implementação do Centro de Documentação Permanente de Línguas e Culturas Indígenas da Amazônia” e “Construção de um Acervo Digital para Línguas Amazônicas”.

Ana Vilacy também orientou pesquisa sobre documentação e estudo de línguas específicas de autoria de Antônia Fernanda Nogueira, então bolsista do Programa de Capacitação Institucional (PCI), mestra em Lingüística pela Universidade de São Paulo (USP) e hoje professora da Universidade Federal do Pará, no Campus de Breves, no Marajó. Esse estudo trata o declínio da diversidade linguística dos índios em território brasileiro.

De acordo com Dra. Ana Vilacy, um dos estímulos para a documentação linguística no Brasil foi a presença de projetos apoiados por grandes programas de documentação internacional, especialmente os Programas Dobes (DoBes Documentation of Endangered Languages) e ELDP (Endangered Languages Documentation Programme). O apoio prestado por estes programas teve um impacto duradouro em termos de infra-estrutura crescente, documentação e conhecimento de tecnologia de documentação e metodologia, além de aumentar o prestígio da documentação.

O resultado recente dessa mobilização a favor das línguas indígenas resultou na implantação de projetos, em programas específicos para esse trabalho de catalogação, e em línguas já documentadas. “Em 2006, a Câmara dos Deputados realizou um seminário informativo sobre a diversidade linguística que teve, como um dos resultados, a criação do Grupo de Trabalho para a Diversidade Lingüística (GTDL) do IPHAN.

A implementação dessa política nacional para realizar o levantamento linguístico do país foi assinada em 2010 e projetos-piloto foram realizados para determinar a sua metodologia de campo. Antes disso, em 2009, a Fundação Nacional do Índio (FUNAI), através do Museu do Indio, começou um Programa de Documentação de Línguas Indígenas (PRODOCLIN), influenciado pelos programas de documentação internacional, porém adaptado para a realidade brasileira, onde 13 línguas indígenas já estão sendo documentadas através deste programa”, informa a pesquisadora. 
Fonte: Portal Amazônia

BALA TROCADA NÃO DÓI


TORTURA EM FORDLÂNDIA E LARANJAS PODRES

DESTACAMENTO DA PM EM FORDLÂNDIA É DENUNCIADO MAIS UMA VEZ EM ITAITUBA

 Polícia de Olhos vendados 
Mais um escândalo envolvendo policiais militares, desta vez na vila de Fordlândia, nossa reportagem recebeu denuncias ainda pouco que a dias atrás um rapaz conhecido pelo nome de Maikon teria sido agredido por pessoas ligadas ao prefeito de Aveiro Olinaldo Barbosa.
O caso já esta nas mãos da Policia Civil, segundo informações o agressor já participou na cidade de outros atos de agressão que deixaram marcas em outra vitima em outra ocasião.
O denunciante nos informou que a agressão aconteceu na casa do ex-vereador Ulisses José de Fordlândia e que o agressor teria invadido a casa para agredir a vitima que foi levada para o posto de saúde para ser atendida e não foi recebida por funcionários da unidade de saúde que estavam de plantão no  momento.
Os denunciantes ainda acrescentaram que o agressor ainda estaria andando armado, mais intrigante ainda e que o comandante da PM local ainda estaria querendo prender a vitima que sofreu a agressão enquanto o agressor sendo protegido pela PM. Segundo informações depois de ter agredido a vitima o valentão ainda cheio da cachaça ainda teria ido à unidade de saúde para agredir novamente a vitima, na ocasião ele foi agarrado pelo ex-vereador Ulisses José.
POLICIAIS  VÃO SE PERPETUAR   NO DESTACAMENTO
Gostaríamos de pedir mais uma vez para o comandante da PM de Itaituba que faça a troca desse destacamento que já esta no local a quase 02 anos, com detalhes pessoas ligadas ao prefeito de Aveiro que a policia está protegendo o verdadeiro culpado para colocar a culpa na vitima que alem de apanhar ainda querem prende-lo., um absurdo.
Isso é uma vergonha para á Policia Militar, vale relembrar que denuncias já foram feitas em cima do destacamento e ate agora o comando da PM parece que se faz de surdo e mudo para a questão.
Vale ressaltar também que existe uma perseguição muito grande em cima do ex-vereador Ulisses José dentro de Fordlândia por ele ter apoiado e ter feito parte do grupo de Ranilson do Prado, fato que vai de encontro ao direito democrático e do livre arbítrio. 
Vamos aguardar uma resposta do comandante do 15º BPM de Itaituba para o caso. Queremos a transferência imediata de todo o destacamento que está em Fordlândia.
Gostaríamos de avisar aos maus satisfeitos que por ventura não gostarem das denuncias e se sentirem prejudicados e ofendidos com a matéria que procurem seus direitos na justiça. Não tenho rabo preso com ninguém e também não tenho medo de ameaças de gente covarde que queira tentar me intimidar.
Vou continuar a companhar esse caso doa a quem doer.
____________
Titulo RP
 http://blogdoeliasjr.blogspot.com.br/

INDIGENAS INDIGNADOS

Indígenas ameaçam guerra para barrar hidrelétricas no rio Tapajós

Não houve acordo. O governo teve uma pequena amostra, na semana passada, da resistência que enfrentará para levar adiante seu projeto de construção de hidrelétricas ao longo do rio Tapajós, uma região isolada da Amazônia onde vivem hoje cerca de 8 mil índios da etnia munduruku. Um grupo de líderes de aldeias localizadas no Pará e no norte do Mato Grosso, Estados que são cortados pelo rio, esteve em Brasília para protestar contra ações de empresas na região, que realizam levantamento de informações para preparar o licenciamento ambiental das usinas.

Os índios tiveram uma reunião com o ministro de Minas e Energia (MME), Edison Lobão. Na mesa, os projetos da hidrelétricas de São Luiz do Tapajós e de Jatobá, dois dos maiores projetos de geração previstos pelo governo. Lobão foi firme. Disse aos índios que o governo não vai abrir mãos das duas usinas e que eles precisam entender isso. Valter Cardeal, diretor da Eletrobras que também participou da discussão, tentou convencer os índios de que o negócio é viável e de que eles serão devidamente compensados pelos impactos. Os índios deixaram a sala.

Para o cacique Arnaldo Koba Munduruku, que lidera todos os povos indígenas da região do Tapajós, o resultado do encontro foi negativo. “Nosso povo não quer indenização, nem quer o dinheiro de usina. Nosso povo quer o rio como ele é”, disse Koba ao Valor. “Não vamos permitir que usinas ou até mesmo que estudos sejam feitos. Vamos unir nossa gente e vamos para o enfrentamento. O Tapajós não vai sofrer como sofre hoje o rio Xingu”, afirmou o líder indígena, referindo-se às complicações indígenas que envolvem o licenciamento e a construção da hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira (PA).
Numa carta que foi entregue nas mãos do secretário-geral da Presidência, ministro Gilberto Carvalho, os índios pediram “que o governo brasileiro respeite a decisão do povo munduruku e desista de construir essas hidrelétricas”. No mesmo documento, os índios cobram agilidade na investigação da morte de Adenilson Kirixi Munduruku, que foi assassinado com três tiros em novembro do ano passado, na região do Teles Pires, rio localizado no norte do Mato Grosso e que forma o Tapajós, em sua confluência com o rio Juruena.
 
Os índios se negaram a assinar um documento apresentado pela Presidência, que previa compromissos a serem assumidos pelo governo, por entenderem que se tratava de uma consulta prévia já atrelada ao licenciamento das usinas do Tapajós. “Viemos até aqui para cobrar a punição pelo assassinato de nosso irmão, mas vimos que a intenção do governo era outra. Ele queria mesmo era tratar das usinas, mas não permitimos isso”, disse o líder indígena Waldelirio Manhuary Munduruku. “Não vamos nos ajoelhar. Não haverá usinas, nem estudos de usinas. Iremos até o fim nessa guerra.”

No balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) divulgado na semana passada, o cronograma de São Luiz do Tapajós e de Jatobá estabelece o mês de setembro para conclusão dos estudos ambientais das usinas. O levantamento de informações na região começou a ser feito pela Eletrobras há pelo menos um ano e meio. Analistas ambientais e técnicos da estatal têm enfrentado resistências na região para colher informações dos moradores.

O grupo de empresas que o governo reuniu em agosto do ano passado para participar da elaboração dos estudos dá uma ideia do interesse energético que a União tem no Tapajós. Com a Eletrobras estão Cemig Geração e Transmissão, Copel Geração e Transmissão, GDF Suez Energy Latin America Participações, Endesa do Brasil e Neoenergia Investimentos.

Com as usinas de São Luiz e Jatobá, o governo quer adicionar 8.471 megawatts de potência à sua matriz energética. O custo ambiental disso seria a inundação de 1.368 quilômetros quadrados de floresta virgem, duas vezes e meia a inundação que será causada pela hidrelétrica de Belo Monte. O governo diz que é pouco e que, se forem implementadas todas as usinas previstas para a Amazônia, menos de 1% da floresta ficaria embaixo d”água.
Fonte: Valor Econômico

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

PASSAGEIROS DO RASTILHO


-QUE CULTURA!

Imagem  reproduzida da Web

AFRONTA À INTELIGENCIA


VALÉRIO, MENSALÃO E LULA
Comentários de leitores na veja edição 2301
 
-Segundo as denuncias do empresário Marcos Valério sobre o ex-presidente LULA, (Ele pagava tudo! 19 de dezembro) O Brasil tinha uma quadrilha completa no poder, de chefões a subalternos. Isso é uma vergonha! Adriano Freiras – Recife

-Como cidadão brasileiro, sinto-me envergonhado e triste de ver a avalanche  de denúncias envolvendo  o ex-presidente Lula e essa blindagem a ele. -  Wander Cortezzi SP

-O afundamento da ética brasileira  é o pior legado de LulaGeraldo Cunha Carvalho MA

-Lula não é um herói imaculado. É um homem que teve de fazer concessões para poder chegar aonde queria. Acreditar que Lula não sabia de nada do que ocorria em seu governo  é uma afronta à inteligênciaVirginia Pinto RS

PINGA GOSTOSA?

Qual a bebida de sua preferencia? é a pinga? - então coma!

A HISTORIA DO BRASIL PELA VISÃO PETISTA


PT usa estética stalinista para ilustrar os seus 10 anos de presidência da República
O panfleto que comemora os 10 anos do PT no governo federal repete a estética da Revolução Bolchevique, inicialmente copiada dos traços do polonês Wladyslaw Benda, para ilustrar o leninismo e aperfeiçoada sob a sanguinária ditadura de Stalin, que a espalhou por toda a União Soviética.
A estética, que ficou conhecida como “realismo socialista” foi copiada com todas as tintas: apresenta um Lula e uma Dilma idealizados como os heróis da esperança nacional.
pt10
Os olhares, voltados para um horizonte infindo, denotam que o Brasil continuará a sua evolução através daquilo que só o PT, representado por seus maiores expoentes, pode prover.
  
Os comandantes da revolução
Lula e Dilma são os comandantes de uma revolução em cuja retaguarda está o trabalhador brasileiro, que marcha com as bandeiras do PT rumo ao horizonte que os líderes miram, recebendo, o exército de trabalhadores, conforto e felicidade como salário. (LEIA MAIS)

JACAREACANGA EM FOCO

Quem foi José Barbosa Filho

O plenário da Câmara Municipal onde é debatido e aprovado o destino do município de Jacareacanga leva o nome de José Barbosa Filho, o Cazuza, um revolucionário que apoiou o então Major Haroldo Coimbra Veloso na tentativa de golpe militar que teve início em 11  de fevereiro e teve fim em 29 do mesmo  mês do ano de 1956. Artilheiro da Força Aérea Brasileira o Cabo Cazuza, serviu junto com o Capitão Lameirão e o Major Paulo Vitor na revolta de Jacareacanga em apoio ao então Major Veloso.
Foto: Arquivo Público
Atos de coragem e bravura são registrados nos anais da história deste militar. Em 22 de fevereiro de 1956, o Cabo Cazuza e o Capitão Lameirão a bordo de uma aeronave Beechcraft decolaram de Santarém  por voltas das 19 horas, levando armamento e munição e mais 25 revolucionários. O voo heroico destes homens, realizado à noite e sob más condições meteorológicas, terminou em Jacareacanga às 21 horas, tendo apenas um lampião de querosene para iluminar cada uma das cabeceiras da pista.
Na manhã do dia 23, Lameirão e mais 5 homens decolam no Beech de Jacareacanga rumo a Itaituba. A ideia era libertar alguns presos (tenente-médico Adonay e dois sargentos). Aconteceu que estes homens já haviam deixado Itaituba, por via fluvial, e no aeródromo havia uma emboscada armada por autoridades legais. Na chegada, Lameirão informou a senha prevista, o que não foi correspondida pelo pessoal de terra. Desconfiado, retornou com seus homens  a Jacareacanga.
Esta tarefa passou ao cabo Cazuza, que a realizaria pelo rio Tapajós, além de armadilhar o pequeno trecho de 15 Km, não navegável pelo Tapajós, e que deveria ser cumprido por terra. No dia seguinte, Veloso decidiu sair de barco com mais cinco homens em direção a comunidade de Pimental para fazer fogo às tropas legalistas que se aproximavam.
Na noite do dia 27 de fevereiro na comunidade de São Luiz do Tapajós em um confronto com as tropas fieis a Juscelino Kubitschek, tombou metralhado pelas costas o Cabo José Barbosa Filho, o Cazuza.
Resumindo esta fantástica história, pode-se dizer que Haroldo Veloso personificou o pensamento político-militar de sua época, comprovado pela sucessão de fatos ocorridos entre  1956 e 1964 ano do golpe militar. Haroldo Veloso escreveu com a ajuda do Cabo José Barbosa Filho, o Cazuza e mais alguns poucos correligionários as primeiras páginas da história que marcaria o Brasil durante toda a segunda metade do século XX.
O reconhecimento  pela bravura de José Barbosa Filho, o Cazuza, aconteceu em 1995, quando o então vereador  Auri Francisco do Nascimento, o Pernambuco, apresentou um requerimento dando nome do revolucionário ao Plenário da Câmara de Jacareacanga.
ASCOM/Câmara de Jacareacanga/Nonato Silva
Com informações do blog:histatual.blogspot.com

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

NO GRITO!

Porto de Miritituba

CDP quer “ganhar no grito” grande área em Miritituba

Companhia pleiteia área de 200 mil hectares às margens do rio Tapajós

A Companhia Docas do Pará (CDP), usando de suas influências por ser uma Companhia Mista, está querendo junto ao Governo Federal, ganhar uma área de mais de 161 hectares, localizada às margens do rio Tapajós, na área hoje destinada a construção de portos.

Em 1972, o antigo departamento Nacional de Portos e Vias Trafegáveis (DNPVN) protocolou no Incra um requerimento solicitando a transferência de 200.000 m2 de terra em Miritituba, para a construção de um Porto Fluvial, nas margens do rio Tapajós. O processo tramitou no Incra durante anos, inclusive tendo parecer do Procurador Geral da época, Dr. Pedro C.M. Peixoto, o qual no seu parecer diz: “Duas hipóteses devem ser analisadas: Primeiro, tais áreas são integrantes do patrimônio do Incra, ou estariam pelo menos sob sua posse, por força de desocupação por interesse social para fins de reforma agrária, determinada pelo Decreto nº 68.443/71. A outra hipótese, a de que seriam essas áreas constituídas de terras devolutas da União, nos termos da Constituição, por serem parte das terras a que se refere o artigo 1º, inciso I, do Decreto-Lei nº 1.164/71, face ao que dispõe o artigo 3º desse mesmo diploma legal.

Ressalta, ainda, o procurador Geral em seu parecert: “assim, na hipóetese vertente REPETIMOS, sendo as áreas indicadas parte das terras atribuídas à competência do Incra por Decreto do Poder Executivo, com determinação exclusiva de dedicá-las especificamente a Projetos de Reforma Agrária e Colonização, a nosso ver, caberia igualmente Decreto Presidencial, como ato próprio e suficiente, para transferência dessas áreas ao Patrimônio do DNPVN. Por estes motivos, descaberia qualquer ato por parte do Incra no sentido de transferi-las para a jurisdição do DNPVN”.

Desta forma, o processo mesmo tendo tramitado, não prosperou, e em 1992, a então procuradora, Dra. Marciana de Souza Sarmento, encaminhou documento ao DNPVN alegando vários motivos pelo qual até aquele momento não havia sido atendido tal pedido, entre eles, a falta de técnicos para demarcar a área e pediu para o DNPVN enviar um profissional para fazer o serviço de topografia, o que até hoje não foi realizado pelo órgão.

Vale ressaltar, que a referida área pretendida pela CDP está localizada dentro da Gleba Santa Cruz, registrada no Cartório de Registro de Imóveis em Itaituba, em nome do Incra. Assim sendo, não pode ser titulada para pessoa jurídica, como é o caso da Companhia, e sim, apenas para reforma Agrária e Colonização.

Passados 21 anos, nada feito pela CDP, então, esta área foi sendo ocupada por posseiros, além de vários protocolos de requerimentos de posseiros, tramitando no Incra. Agora, com interesse de empresários em construírem portos em Miritituba, a CDP, órgão que possui apenas um porto simbólico, sem nenhuma utilização, se manifesta e entra na briga para querer de qualquer maneira as áreas nas margens do rio Tapajós, como se fossem suas para serem utilizadas com um projeto, nada mais que “FARAÔNICO”, porque jamais vai ser executado, mas com único intuito de titular as áreas, para em forma de parceria com terceiros, construir o porto, o que sabe Deus quando.

Nesse sentido, técnicos do terra Legal estiveram em Itaituba para conhecer a realidade da área e cumprindo determinação superior, deixaram claro que as terras vão ser transferidas para a CDP, mesmo com posseiros e a manifestação da comunidade, tanto de Miritituba como de Itaituba, que opta pela construção de portos da iniciativa privada, que é mais seguro ocorrer, do que construídos pelo Poder Público.
A sociedade promete se manifestar contra o repasse desta área toda para a CDP, uma vez que isto vai significar atraso nos grandes projetos de desenvolvimento da região, sem falar que nesta área estão previstos a construção de pelo menos três portos.

O consenso deveria prevalecer. O governo poderia dividir esta grande área entre aqueles que querem proporcionar o progresso na região. Poderia sim a CDP ficar com uma boa área para realizar seu sonho, mas não com toda área que pretende, principalmente na beira do rio Tapajós. Outra parte deveria ser destinada aos investimentos particulares que estão interessados na área. Seriam alternativas para contemplar, de fato, o progresso na região.

Fonte: RG 15/O Impacto
________
Titulo RP

MONUMENTO À ASNICE


                Vejam aqui o respeito que o Ministro da Defesa tem para com o cargo que ocupa e seus comandados. Sequer um terno  e uma gravata o traste vestiu para essa cerimônia na Escola de Sargentos em Tres Corações MG. Parece um Jegue

 Remendo RP
Discordo apenas de uma coisa: Comparar a "otoridade" com um jegue, é sacanear com o pobre quadrúpede
-Encaminhado pelo emputecido e indignado Míster JUMM

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

ERLAN COMPLICADO MATA DETENTO

Detento é assassinado dentro da Penitenciária de Cucurunã

"Erlan deve responder agora por mais um homicídio. Ele atropelou e matou uma criança de 11 anos, em 2005, após pilotar uma moto embriagado e sem permissão para dirigir".


O detento Erlan Rego do Nascimento, 26 anos, retornou à Penitenciária Agrícola Silvio Hall de Moura, em Cucurunã, ainda na noite de sexta-feira (15), após ter sido encaminhado à delegacia de Polícia Civil, onde confessou ter matado outro detento, Marioney da Silva Pere
ira, com golpes de estoque, no final da tarde de ontem dentro da casa penal. A vítima cumpria pena por homicídio.
À polícia, o detento alegou que matou por ciúmes. “A vítima teria tirado uma brincadeira, uma gracinha com a sua esposa e ele, chateado com isso, fez essa atrocidade”, afirmou o delegado Luis Paixão.
Com mais este crime, a situação de Erlan vai ficar ainda mais complicada. “Depois do flagrante delito, ele vai responder a mais um processo por homicídio. Vai ser julgado em júri popular e vamos comunic
ar a Belém para que sejam tomadas as providências de transferência”, informou o diretor da Penitenciária de Cucurunã, coronel Walter Santos.
Ele havia sido liberado após pagar fiança de R$ 80, mas logo em seguida, a Justiça decretou a prisão por homicídio doloso, quando há intenção de matar.
O julgamento dele ficou marcado na história dos tribunais em Santarém, uma vez 
que foi o primeiro a ser condenado por uma morte no trânsito. Ele foi condenado a 10 anos de prisão em regime fechado.

Erlan ainda foi preso em 2011, acusado de assaltar clientes de um restaurante em Santarém. Ele também responde por porte ilegal de armas.
Juntamente com Erlan, outro detento foi encaminhado à delegacia na noite de sexta-feira para prestar depoimentos. Manoel Edson Oliveira estava no local no momento do crime. 


Além de confessar o assassinato do detento, Erlan Rego foi preso em 2005 por matar o menino Rodolfo Ritchely, de 11 anos, atropelado na Avenida Fernando Guilhon. A criança estava brincando às margens da via quando foi atingido pela moto pilotada por Erlan. Na época, o acusado tinha 18 anos e estava embriagado, além de não ter permissão para dirigir.

Redação Notapajos com informações de Roberta Freitas


AEROPORTO AMEAÇADO DE FECHAR

Prefeitura busca adequar aeroporto junto a Anac

João Vieira, (Panelada)
administrador do aeroporto
Em busca de sanar vários problemas que podem levar até ao fechamento do aeroporto Municipal, o atual administrador tem buscado parcerias para suprir as deficiências detectadas durante os primeiro 30 dias de administração, que serviram para a realização de um levantamento a respeito das condições do aeródromo visando sua adequação para receber vôos de novas companhias aéreas que deverão iniciar operação no município.

Problemas com a existência de duas multas que totalizam R$235 mil reais, aplicadas pela Agência Nacional de Aviação Civil – Anac, ainda na gestão anterior, fizeram João Vieira, o Panelada, atual administrador do aeródromo, solicitar apoio do corpo jurídico municipal.
A multa surgiu de uma vistoria, onde a Anac detectou algumas irregularidades e estipulou prazo para que a prefeitura efetivasse as adequações necessárias, prazo que não foi cumprido, causando inicialmente o fechamento do aeroporto por seis meses, que só foi reaberto com a ajuda do governo do estado e sob a assinatura de um TAC - Termo de Ajuste Conduta, que a prefeitura mais uma vez não cumpriu, redundando nas duas multas aplicadas pela Anac.

Em entrevista a nossa reportagem, Panelada disse que diante da gravidade da situação, inadmissível que a ex administração nada tenha feito para resolver a situação, deixando o terminal aeroviário preste a ser fechado pela Anac, já que as multas encontravam na recursal (RJ), o que fez com que o advogado Jairo Araújo seguisse até a capital carioca em busca de entendimento com a agência reguladora no sentido de que Itaituba não venha sofrer maiores consequências.

Visando encontrar uma solução definitiva para o aeroporto de Itaituba, a administração municipal contratou o Assessor de Segurança Aeroportuária, Sérgio Gomes, que passará duas semanas na cidade ajudando a detectar todos os problemas existentes no aeroporto, para que a prefeitura possa sugerir a transferências dessas multas em benefícios para o próprio aeroporto Municipal, o que proporcionará melhorias, como a conclusão da área patrimonial, instalação de câmeras internas e outros trabalhos que precisam ser efetivados.
 
Fonte: Blog do Amaral
________
Titulo RP 

-QUE CULTURA!

Encaminhado

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

FRASE

"A divisão no clero e a falta de unidade desfiguram o rosto da Igreja. É preciso viver a Quaresma de uma maneira intensa, superando individualismos e rivalidades. Jesus denunciou a hipocrisia religiosa, comportamento dos que buscam o aplauso e a aprovação do público. O verdadeiro discípulo não serve a si mesmo ou ao público, mas ao Senhor, de maneira singela, simples e generosa” (Bento XVI, em sua última missa pública rezada ontem)

Revista Forbes descobriu o tamanho da fortuna de Silvio Santos.

A revista “Forbes” pesquisou e descobriu a resposta para uma das perguntas que habitam o imaginário dos brasileiros há anos: afinal de contas, qual é o tamanho da fortuna de Silvio Santos? Desde os anos 1960 que o Homem do Baú é reconhecido como um dos empresários mais bem-sucedidos do país, mas até hoje ninguém nunca estimou quanto dinheiro ele já ganhou.
Para desvendar o mistério, a “Forbes” analisou os números relativos às mais de 30 empresas que formam o grupo Silvio Santos, um conglomerado com receitas anuais superiores a R$ 4 bilhões. Três destas empresas – a Jequiti Cosméticos, a Liderança Capitalização (Tele Sena) e, claro, o SBT – são responsáveis pela maior parte do patrimônio de Silvio.
A Jequiti, aliás, já atraiu até mesmo os olhares de gigantes internacionais, como a Coty e a L’Oréal, que cogitaram pagar até US$ 500 milhões pelo controle da empresa no ano passado.
Pois bem, depois de fazer as contas, a publicação norte-americana concluiu que o baú de Silvio está recheado com pelo menos US$ 1,3 bilhão, quantia suficiente para garantir a ele um lugar na próxima lista com as pessoas mais ricas do mundo, que será lançada em março e na qual também aparecerão os irmãos Roberto Irineu, João Roberto e José Roberto Marinho, donos da Globo.
Vale lembrar que o o Grupo Silvio Santos passou por uma séria crise financeira em 2010, por conta de um rombo no  Banco Panamericano, que também pertencia ao grupo. O prejuízo beirava os R$ 4 bilhões.  (Fonte: Glamurama)

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Seicom debate com prefeitos plano de ação para incentivar geração de emprego

David Leal SEICOM

Uma das principais preocupações dos prefeitos eleitos em outubro de 2012 é aumentar a geração de emprego e renda para a população em idade ativa, aproveitando as potencialidades econômicas identificadas em cada município. A meta tem sido reforçada por gestores municipais nos encontros realizados na Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom). Uma equipe técnica do órgão discute alternativas simples e viáveis, capazes de fortalecer a economia local.

A situação relatada pelos atuais gestores de sete prefeituras, que estiveram em janeiro na Seicom, ainda expõe a realidade de municípios carentes e a acentuada queda na participação dos setores de comércio e serviços. Também persiste a dependência de repasses das verbas do Estado e governo federal para manter a máquina municipal e os serviços básicos para a população.
A agenda de reuniões com os prefeitos e secretários está aberta a todos os partidos interessados em discutir alternativas para enfrentar esses entraves, conforme determinou o governador Simão Jatene.
Para agilizar as decisões e encaminhamentos, a Seicom tem convidado para as reuniões os titulares e técnicos de outras secretarias, que podem colaborar no esforço institucional das áreas de indústria, comércio, serviços e mineração.
Programas - Uma das secretarias que vêm participando dos encontros é a de Estado de Agricultura (Sagri). Segundo o diretor de Agricultura Familiar, Paulo Pedroso, a Sagri já mapeou as necessidades dos municípios, por região, e pode colaborar nessa área com alguns programas.
“Um deles, o de apoio estruturante, tem um kit com motocicleta, carro, computador e atendimento técnico”, ressaltou Pedroso. O diretor também explicou as linhas gerais de ação de outros programas do governo estadual, como o de apoio tecnológico destinado à cadeia produtiva, voltado ao fomento e à modernização da agricultura familiar, com incentivo ao fornecimento de sementes para sistemas agroflorestais.
O técnico destacou o programa “Caminhos da Produção”, destinado à recuperação de estradas vicinais, que inclui o aluguel de máquinas para as obras, e o “Água Boa”, para combater os eventuais períodos de seca que ocorrem nas regiões do Marajó e Baixo Amazonas, com a construção de açudes e barragens.
Guilado Lobo, representante da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-PA), sugeriu aos prefeitos que incentivem a organização rural, para facilitar o estabelecimento de cooperativas, visando a multiplicação da produção e a redução da interferência dos atravessadores. Ele citou o caso da elevação do preço da farinha, um problema que, ressaltou, por ser enfrentado com a criação de cooperativas de produtores.
As prefeituras interessadas em se habilitar aos programas devem se cadastrar, com documentos específicos, e apresentar um plano de trabalho com ações de curto, médio e longo prazo.
Os representantes dos sete municípios pediram apoio técnico às potencialidades já identificadas, a exemplo da pesca, que necessita de ordenamento; do cacau, cultura em que o Pará é o segundo maior produtor do país; da pecuária, visando a criação de gado leiteiro; da madeira, para o aproveitamento dos resíduos das serrarias, agricultura, comércio e serviços.
A maior expectativa dos gestores é a execução de ações estratégicas nessas áreas, em parceria com as secretarias estaduais, para que possam reduzir o desemprego.
Plano específico – Uma das recomendações imediatas do titular da Seicom, David Leal, à equipe da Secretaria, é a elaboração de um plano de ação específico, com base no diagnóstico da socioeconomia dos municípios, com as necessidades e problemas destacados pelos prefeitos.
O documento será compartilhado para receber sugestões da Sagri, Emater e outros órgãos do governo estadual, quando forem solicitados pelos gestores, que voltarão à Seicom após o Carnaval.
Outras iniciativas paralelas da Seicom serão trabalhadas pelas diretorias de Indústria, Comércio e Serviços e Mineração, como o apoio às pequenas e médias empresas e o ordenamento da chamada “mineração social”. O governo, informou o secretário, tem um projeto para organizar o setor, devido a sua importância econômica e social, já que inclui as atividades que exigem cerâmica, argila e extração de areia.
Sem ideologia - A iniciativa dos encontros com os prefeitos dos municípios, segundo David Leal, “está muito acima de qualquer ideologia ou cor partidária”. Ele já recebeu na Seicom, em janeiro, gestores de Bragança (PT); Canaã dos Carajás (PMDB); Eldorado do Carajás (PPS); Goianésia do Pará (PR); Jacundá (PT); Pacajá (PSB) e Santarém (PSDB).
“Na série de reuniões que aconteceram no início do ano, o próprio governador Simão Jatene fez questão de estimular os secretários a fazer esse diálogo com os novos gestores. Mas é bom relembrar que os prefeitos precisam se planejar para executar as tarefas pontuadas nesses encontros. Devem ousar mais para agregar valor ao que é produzido em seus municípios. Nisto, eles terão todo o nosso apoio e das demais secretarias estaduais”, frisou David Leal.
 
Fonte: Agência Pará

SOLO LUNAR COM MENOS CRATERAS

Imagem garimpada da Web

TRE DIVULGA LISTA DE ELEITORES IRREGULRES

Quarto Poder

A partir da próxima quarta-feira (20), os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) começam a divulgar os nomes e inscrições dos eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições. A relação das inscrições passíveis de cancelamento ficará disponível nos cartórios eleitorais para consulta.

O eleitor que tiver o nome incluído na relação deverá comparecer ao cartório eleitoral no período de 25 de fevereiro e 25 de abril para regularizar sua situação portando documento oficial com foto, título eleitoral, comprovantes de votação, de justificativa eleitoral e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa.

A Justiça Eleitoral afirma que não será expedido qualquer tipo de notificação ao eleitor, seja por correspondência ou e-mail. O não comparecimento no cartório eleitoral para comprovação do exercício do voto, da justificativa de ausência ou do pagamento das multas correspondentes implicará no cancelamento automático do título de eleitor, que será efetivado entre 10 e 12 de maio de 2013.

O eleitor que não votou e não justificou sua ausência pagará multa de R$ 3,50 por cada eleição em que deixou de votar. Quem está em débito com a Justiça Eleitoral fica impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público, participar de concorrência pública ou administrativa, contrair empréstimo em instituição financeira pública e ser nomeado, caso passe em concurso público.

O eleitor pode consultar a sua situação eleitoral atual no site do TSE.

A FESTA DA CARNE


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

RENÚNCIA MOSTRA CLIMA DE GUERRA NO VATICANO

http://f.i.uol.com.br/folha/especial/images/13042325.jpegO dia seguinte ao anúncio da renúncia de Bento 16 evidenciou ainda mais o ambiente de guerra civil no Vaticano que boa parte dos especialistas aponta como a razão de fundo para a sua decisão, muito mais que o peso da idade.O melhor resumo está no editorial de capa do sóbrio "Corriere della Sera", assinado por ninguém menos que seu diretor, Ferruccio de Bortoli. Diz que o ato do papa "foi certamente encorajado pela insensibilidade de uma cúria que, em vez de confortá-lo e apoiá-lo, apareceu, por diversos de seus expoentes, mais empenhada em jogos de poder e lutas fratricidas". 

Reforça Massimo Franco, do Instituto Internacional de Estudos Estratégicos de Londres, autor do premiado "Era uma Vez um Vaticano": a renúncia do papa seria, para ele, "o sintoma extremo, final, irrevogável, da crise de um sistema de governo e de uma forma de papado".

Bento 16 é apontado como um dos culpados por essa crise de sistema de governo até por quem, como o vaticanista Luigi Accattoli, elogia aspectos de seu papado: "Bento 16 iniciou uma grande obra de limpeza em matéria de escândalos sexuais e de finanças vaticanas, mas não conseguiu restabelecer a boa ordem na Cúria" (o órgão administrativo da Santa Sé, que coordena e organiza o funcionamento da Igreja Católica). 
A pergunta seguinte inescapável é esta: a renúncia será suficiente para pôr fim ao que Bortoli chamou de "lutas fratricidas" ou, ao contrário, servirá para acentuá-las de forma que o lado vencedor imponha seu preferido para ocupar o trono de Pedro? 
Paolo Griseri se atreve a responder, em texto para "La Repubblica", escolhendo a segunda hipótese: "O que esteve dividido durante o pontificado de Bento 16 permanecerá dividido no conclave e nos dias que o precederão". 
O mais paradoxal na guerra civil no Vaticano é que ela não se dá mais entre os chamados "progressistas" e os "conservadores". Estes venceram e reduziram o outro lado à impotência e/ou ao silêncio, para o que Joseph Ratzinger foi essencial, em seu longo período à frente da Congregação para a Doutrina da Fé, antiga Inquisição. 
Os contornos do novo conflito são mais embaçados, até porque a Igreja Católica está impregnada de uma cultura do segredo. Mas parece tratar-se de uma disputa entre o velho e o novo.Um pouco nessa linha seguiu Juan Arias, o correspondente de "El País" no Brasil e que, em seu longo período no Vaticano, tornou-se um dos mais respeitados analistas da igreja no mundo. Arias minimiza a importância da discussão sobre se seria melhor "um papa latino-americano, africano, asiático ou de novo europeu e, mais concretamente, italiano".Para ele, "importante é que o sucessor de Bento 16 seja capaz de entender que o mundo está mudando rapidamente e que de nada servirá à igreja continuar levantando muros para impedir que lhe cheguem os gritos de mudança que provêm de boa parte da própria cristandade". 
É curioso que Arias, um leigo progressista, coincida com o próprio papa, notório conservador, que, no texto em que anunciou a renúncia, atribuiu-a à falta de forças para "o mundo de hoje, sujeito a mudanças rápidas e agitado por questões de grande relevância para a vida da fé".
É razoável supor que o papa estivesse se referindo a temas como a necessária limpeza dos pecados que a igreja acobertou (os padres pedófilos), o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o celibato dos padres, o papel da mulher na vida da igreja. 
Resta saber se um colégio cardinalício feito à imagem e semelhança de Ratzinger tem, entre seus membros, número suficiente de purpurados abertos ao mundo capazes de conduzir um dos seus ao trono de Pedro.  (Folha de SP)

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

TUDO POSSO NAQUELA QUE ME FORTALECE

SAÚDE DOENTIA: "QUERO, POSSO, E MANDO"


Brincar com a inteligência e a paciência de quem está doente e precisa de atendimento na Saúde é pura "sacanagem".
Quase sempre somos “surpreendidos” com situações negativas envolvendo a Secretaria de Saúde do Município. Administrar uma secretaria de saúde não é para qualquer um, e isso deve ser feito sem paixões, interesses ou vaidades. Afinal, o que está em jogo é o futuro da saúde pública do município.
Lidar com a esperança, a expectativa da população no que se diz respeito à saúde é muito sério! Está na hora de dar um basta nesta “politicagem” que se instalou na Secretaria de Saúde.
Desde que a secretária assumiu o cargo, venho recebendo inúmeros telefonemas da população e de funcionários que reclamam que sua administração é na base do "quero, posso e mando", sem que nenhuma autoridade atente para o fato.
________Título RP
Transcrito do Cagada Politica

SENTIMENTO FILIAL - VIVA LEON!

Leon Bouillet: ex-prefeito de Aveiro completaria, hoje, 75 anos de vida

Por Lilian Bouillet

MEU PAI LEON BOUILLET...AMOR ETERNO!!!
Leal

Extraordinário

Ousado

Notável

...Como dói essa dor de sua ausência... Hoje, 05 de fevereiro de 2013 você completaria 75 anos de vida...mas o tempo passa muito depressa, a morte surge e muita coisa fica por fazer...somente hoje tenho a dimensão de quantas vezes deixei de dizer-te: EU TE AMO... Quantas oportunidades eu tive e não o disse por orgulho... ou mesmo por acreditar que serias eterno... sinto falta de tudo que deveríamos ter feito e não fizemos...sinto falta de seu sorriso...sinto falta do seu olhar...sinto falta de ouvir sua voz...voz que nunca mais irei escutar...sinto falta do tempo em que eu era só uma menininha e quando o via voltar pra casa corria em sua direção e me jogava em seus braços com a certeza que me pegaria no colo e me protegeria de todos os “bichos papões” que “existiam” em minha imaginação.... 
Ê meu velho pai... quanta falta você me faz... só compreendi o significado da palavra “SAUDADE” quando você partiu... Mas um dia vou voltar a estar contigo... e a primeira coisa que direi é o que queria te dizer hoje nesse dia que seria seu aniversário de nascimento...PAI, EU TE AMO E TE AMO MUITO!!! VOCÊ FOI E SERÁ SEMPRE MEU HERÓI!!!

Tenha certeza que se pudesse voltar no tempo nunca mais deixaria de lhe falar que te amo e o quanto sinto orgulho de ser sua filha.... Pois como dizia Chaplin ...A VIDA É UMA PEÇA DE TEATRO QUE NÃO PERMITE ENSAIOS, POR ISSO, VIVA CADA MOMENTO DA VIDA ANTES QUE AS CORTINAS SE FECHEM E A PEÇA TERMINE SEM APLAUSOS!!!!

Lilian Bouillet - Filha
________
Remendo RP
A dor da separação e saudades do pai revelada nesta postagem de iniciativa do blogueiro e confrade Sebastião Dantas,  revela o sentimento  de uma filha (Lilian) que nutre imenso amor  e saudade por seu pai. De minha parte me contagiei com esse nobre sentimento por tambem sentir saudades dos meus. 
Conheci Leon.... Conheci um homem...!