RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

ARRE ÉGUA!!!

O Blog denominado PAID'EGUA que integra a blogosfera com noticias da região coloca em sua pagina eletronica sob o titulo OS LADRÕES ESTÃO FORA a relação de ex-gestrores do erário publico de diversas cidades que foram impactados pelos Tribunais de controle. E ainda acrescenta: (preservamos por inteiro o teor da postagem inclusive com sua ortografia original) 
O QUE ESTAS PESSOAS TEM EM COMUM? CONTAS JULGADAS IRREGULARES PELO TCE DO PARÁ. AO LADO DO NOME CONSTA O MOTIVO DA IRREGULARIDADE. PESSOA FÍSICA SIGNIFICA QUE ATÉ O CPF TÁ SUJO.

ADEMAR BAU-TRAIRÃO
ALTAIR PEDRO MARTINI-SIND TRATB. RURAIS DE RURÓPOLIS
ANTONIETA ASSUNÇÃO NASCIMENTO LIMA-GAMI
BENIGNO REGES-ITAITUBA
CARLOS AUGUSTO VEIGA-JACAREACANGA
ADALBERTO VIANA DA SILVA (CABANO)– AVEIRO E PESSOA FÍSICA
EDILSON DIAS BOTELHO-ITAITUBA E PESSOA FÍSICA
EDUARDO AZEVEDO-JACAREACANGA
GERALDO IRENEU PASTANA DE OLIVEIRA-BELTERRA
JOSE PAULO GENUINO-RUROPOLIS E PESSOA FÍSICA
JUSCELINO ALVES RODRIGUES-NOVO PROGRESSO
LUIS IVAN ALVES DE OLIVEIRA-SIND TRAB RURAIS DE ITAITUBA
MILANEZ AUZIER PINHEIRO-AVEIRO
TONY FÁBIO GONÇALVES RODRIGUES-NOVO PROGRESSO
VALDECY JOSE DE MATOS (DEDE)-TRAIRÃO
Fonte http://www.tce.pa.gov.br/SecretariaNet/Relatorio/RelacaoContaIrregular.pdf

MORTES ABALAM JACAREACANGA

JACAREACANGA - Não bastasse o tragico acidente   que vitimou tres pessoas no perímetro compreendido entre Sol Nascente e Km 180 na Transamazônica,  a população de Jacareacanga fica mais triste com as mortes por causas naturais dos senhores Ambrósio e Velhote.
Velhote, pessoa de fino trato pertencente a velha guarda do alto Tapajós faleceu na cidade de Santarém acometido por fortes dores abdominais. Foi garimpeiro, comerciante e recentemente mudou seu domicilio para a Pérola do Tapajós onde apostava em desfrutar de uma vida melhor com sua esposa. Comprou naquela cidade uma casa e um veiculo e matinalmente fazia o trajeto entre o mercado municipal e sua residencia para alem de efetuar suas compras arejar a mente como dizia. Mesmo na árdua atividade de garimpeiro exercida na região conseguiu formar os filhos que eram orgulhos para si e sua esposa. 

Ambrosío, figura benquista e folclórica do municipio, atraia em rodas sociais muitas pessoas que se deleitavam com seus contos e intórias como diria o Cacique Biboy . Foi um destacado delegado nomeado nos áureos tempos da corrida do ouro no  Vale do Tapajós. Ambrósio que foi delegado como disse nomeado, mesmo nos tempos modernos em que vivemos viu quase de tudo em Jacareacanga, somente não teve o prazer de ver um delegado de carreira, isso por omissão de nossos governadores que sequer criaram no municipio a Policia Judiciaria, que tanta falta faz.

Aos familiares dos ilustres amigos de Jacareacanga elevados às mansões celestiais, nosso mais profundo pesar.
----
A trajetoria de Ambrosio neste plano merece ser contada à posteridade, e cuidando disso me interessei por sua historia e estava rascunhando sua biografia para publicação, e eis que ele apronta essa! Tive até breves encontros com essa figura que me enchia de alegria com suas narrativas e peripécias.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

-QUE CULTURA!

TRICOLOR FAZ FESTA NO RIO DE JANEIRO

Com um brilhante futebol apresentado no decorrer da Taça Guanabara e por isso e mais, conspirando para que o Vasco tirasse o pé da lama  e se libertasse do estigma de ser vice, eis que o FLORminense azedou o leite Vascaino e sagrou-se campeão do primeiro turno vencendo por 3 a 1.

Como em Itaituba a torcida do FLUZÃO não chega a lotar uma perua (Kombi) a festança que populares estavam aguardando que os Vascainos fizessem celebrando a conquista da Taça Guanabara, se resumirá  apenas em umas voltinhas de dois ou tres carros entre o Bairro de Bela Vista e o Centro.
---
Brincadeiras à parte, abraço e parabenizo meus amigos Pelé, Mario Teles e muitos outros pelo triunfo alcançado pelo Tricolor das Laranjeiras.

Se no céu se ouvir pipocar  de fogos não deve haver preocupação la em cima com certeza será meu inesquecivel Zé do Bio comemorando.

É PRA VALER!

Vasco: o técnico Cristóvão Borges mais uma vez preferiu não confirmar qual será a escalação. No entanto, a vitória sobre o Flamengo na semifinal aponta para a repetição do time. Com isso, Felipe deve ser mantido entre os reservas, com Juninho Pernambucano atuando como titular. O Vasco deverá ter a seguinte formação: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Rodolfo e Thiago Feltri; Nilton, Fellipe Bastos, Juninho Pernambucano e Diego Souza; Wiliam Barbio e Alecsandro.

Fluminense: o time deve ter apenas uma mudança em relação à equipe que derrotou o Botafogo nos pênaltis na semifinal. Após sofrer uma pancada no pé direito, o volante Edinho está fora da partida. Deve ser substituído por Valencia ou Jean. A equipe irá a campo com a seguinte formação: Diego Cavalieri, Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos; Valencia (Jean), Diguinho, Deco e Thiago Neves; Wellington Nem e Fred.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

XÔ URUBU!

2 x 1
          VASCO  X  FLAMENGO
A mulambada não conseguiu parar o Machão da Colina, que decidirá a Taça Guanabara com o vencedor do jogo entre Botafogo e Fluminense que se realizará amanhã.
Futebol - 23/02/2012 - Chupa que é de uva! Vascão vence, mantém 100% e vai à final
Diego Souza e Alecsandro
Diego Souza e Alecsandro - Crédito: Marcelo Sadio- Vasco.com.br
O Trem Bala da Colina venceu o clássico diante do Flamengo, de virada, por 2 a 1, nesta quarta-feira (22), no Engenhão, pela semifinal da Taça Guanabara. Com o resultado, o Vascão continua com 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca e aguarda o vencedor de Botafogo e Fluminense para decidir a final do primeiro turno. Os gols vascaínos foram marcados por Alecsandro e Diego Souza.

O jogo
Vasco joga melhor em um primeiro tempo eletrizante

Cristóvão Borges optou por começar a partida com o jovem Willian Barbio, que veio de grandes atuações, entre os titulares com o Diego Souza sendo recuado para o meio de campo, sua posição de origem. Eduardo Costa deu lugar para Fellipe Bastos e o Maestro Felipe ficou no banco de reservas à disposição do treinador.

O jogo começou bastante disputado com as duas equipes marcando muito forte. Os vascaínos conseguiam trocar melhor os passes, sem muita afobação. Na primeira descida do Gigante da Colina, Fagner disparou pela direita e cruzou para Alecsandro, dentro da área, que não conseguiu dominar a bola, pois foi deslocado pelo seu marcador, mas o árbitro mandou seguir o lance.

O Flamengo inaugurou o placar com Vagner Love. Mesmo com o resultado adverso, a equipe cruzmaltina continuou com a boa troca de passes, porém eles passaram a ficar prejudicados devido à forte marcação do rival. Juninho Pernambucano, caçado pelos flamenguistas, ditava o ritmo vascaíno.

O Reizinho, aos 14 minutos, arriscou um chute de muito e o goleiro rebateu para frente e Alecsandro , com seu faro de gol habitual e em posição legal, apenas empurrou para empatar para a felicidade dos torcedores presentes do Engenhão que, imediatamente, começaram a cantar "O Vasco é o time da virada, o Vasco é o time do amor". Poucos instantes depois, o capitão Juninho, um dos maiores especialistas em bola parada da história do futebol, teve uma oportunidade de virar a partida em uma cobrança de falta, mas acabou chutando para fora, com muito perigo.

O Trem Bala da Colina, com a torcida sendo seu combustível, foi para cima do rival. Fagner recebeu livre pela direita, carregou a bola e chutou forte por cima da baliza flamenguista. Cerca de dois minutos depois, foi a vez de Thiag Feltri arrancar pelo seu setor, cruzando na cabeça de Alecsandro, que finalizou para fora com muito perigo.

Após o melhor zagueiro do Brasil desarmar duas vezes o Vagner Love, Juninho Pernambucano deu um chapéu espetacular no meio de campo em Airton, que fez a falta, mas o juiz não marcou a infração. Aos 34 minutos, o Reizinho armou um ataque rápido com Thiago Feltri pela esquerda. O lateral devolveu para o camisa 8 chutar forte para uma grande defesa do goleiro.

O Flamengo respondeu com duas jogadas finalizadas por Deivid. Na segunda, o jogador recebeu cruzamento na pequena área, sem goleiro, mas a bola bateu em sua canela e foi na trave para o delírio vascaíno, pois era um gol "feito".Com um jogaço, digno do Clássico dos Milhões, não demorou para o Vascão quase virar em uma verdadeira blitz.

Depois de três tentativas de finalizar bloqueadas pela zaga flamenguista, a bola sobrou para Diego Souza chutar forte para a defesa de Felipe. Aos 39 minutos, o Reizinho teve sua finalização desviada, mas o goleiro defendeu novamente com as pontas dos dedos. No escanteio, Juninho cobrou e Diego Souza, sozinho, cabeceou para fora com muito perigo. LEIA MAIS

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

CHEGOU A HORA DA ONÇA BEBER ÁGUA

O bicho vai pegar nesta quarta feira. O vencedor irá enfrentar Fluminense ou Botofago pela decisão da Taça Guanabara

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

A LUTA DE UM POVO

CAÇADORES DE CABEÇA NA CAPITAL FEDERAL DISCUTEM SAÚDE E MELHOR ASSISTENCIA
Jacareacanga – Sob a liderança de Emiliano Kirixi  uma delegação de indígenas Munduruku, deverá embarcar para a Capital Federal no próximo dia 25 para serem recebidos em audiência pela presidência da Funai que é o Organismo indigenista Federal que gerencia a politica indigenista brasileira.

O encontro dos indígenas em Brasília não se limitará  em discutir  a funcionalidade da Funai de Itaituba, e sim tambem discutir a saúde indígena junto aos setores competentes, já que a promoção de saúde atual emperra em dificuldades que vão desde a falta de medicamentos básicos  até a falta de pagamento salarial aos técnicos de saúde deixando a população indígena desguarnecida de uma promoção de saúde eficiente.
Junto à Funai, a delegação que representa quase 10 mil indígenas discutirá a funcionalidade do Órgão Indigenista em Itaituba, que não está satisfazendo os anseios coletivos dos indígenas, vez que nenhuma ação governamental está sendo aplicada nos territórios indígenas Sai Cinza e Munduruku; e que reclamam os Munduruku, parte dos Kayabi, e remanescentes Apiaká. Alegam os indígenas que as duas Terras encontram-se impactadas com a presença de invasores garimpeiros que no afã de faiscarem ouro enganam os indígenas, e disseminam a bebida alcoólica e até entorpecentes; além de estarem ausentes por deficiência da Funai de Itaituba de grandes discussões sobre os gigantescos empreendimentos energéticos  lançados em área de influencia da Terra Indígena Munduruku e em seu próprio interior e portanto os indígenas demonstram contrariedade com tais empreendimentos já que a Funai coloca-se ausente do assessoramento devido para mostrar aos índios formas de compensações com a implantação dos projetos.
Os indígenas esperam uma definição da nomeação do Administrador da Funai em Itaituba já que o Órgão interinamente encontra-se gerenciado por um servidor substituto desde a exoneração do indígena Ademir Kabá. Enquanto os indígenas fazem esforço para indicar um nome experimentado no trabalho  fora dos quadros da Funai, o Organismo Indigenista Federal apostando na valorização de seus funcionários estatutários recomenda e se apega em indicar uma pessoa  de seu quadro permanente.
Essa pendenga que deverá ser resolvida no encontro, deverá trazer à lume solução para o completo abandono que sofrem hoje os povos indígenas  do alto Tapajós. As Terras invadidas por garimpeiros  com  beneplácito de algumas lideranças e até políticos indígenas deve merecer atenção das autoridades sob pena das invasões se multiplicarem.
Um dos cursos d’água  mais importantes do interior da Terra Munduruku, Rio Kabitutu,  e que deságua em frente a cidade de Jacareacanga encontra-se ocupado por “balseiros” que já se sentem familiarizados com os aglomerados indígenas ao ponto de transitarem comodamente como parte integrante da comunidade.
Além da faiscação e garimpagem ser utilizada no leito do Rio Kabitutu outra modalidade de garimpagem utilizada  nos centros (Fora dágua) acontece com entradas de garimpeiros pelo Rio das Tropas e próprio Kabitutu é a garimpagem de poços e moinhos, onde pedras  são derrocadas das profundezas dos poços até com artefatos de fogos  quando há necessidade de implosões para reduzir de tamanho com o fito de moer. Quando os poços são abandonados  por não contemplarem o desejo de uma produção que compense o esforço econômico desprendido ou que tenha se exaurido o jazimento a abertura do poço e os rejeitos ficam a expostos a céu aberto para sempre.
Será um desafio imensurável para a Funai de Itaituba, prevenir maior dano cultural e ambiental e desintrusar as Terras indígenas que se encontram impactadas por garimpeiros  e por uma deficiente assistencia indigenista e em saúde.
A real situação atual coloca em exposição vexatória o nome da Fundação Nacional do Índio, já que sua representação em Itaituba, pouco ou nada faz em defesa da coletividade indígena do alto Tapajós para inverter essa difícil e insuportável situação.
Passagens e custeios da viagem com o deslocamento do grupo  será assumido pela Funai de Brasilia, que tambem emitiu bilhete de passagem para o servidor substituto da Coordenação da Funai em Itaituba  e que poderá ser nomeado o novo Coordenador Regional.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

-QUE CULTURA!!!


PORTUGUESADAS

portugues

AMOR OU INTERESSE ?- Diga-me, Manoel, tua mulher faz sexo com você por amor ou por interesse?
- Olha, Joaquim, eu acho que é por amor…
- Como é que você sabe?
- Porque ela não demonstra nenhum interesse!!

——————————————————————–
MANOEL NA ZONAManuel chega na zona, louco por um programinha e pergunta pra cafetina:
- Quanto está a custaire o coito com uma das meretrizes?
- Depende do tempo! Diz a cafetina.
- Pois, baim… Suponhamos que chova…

——————————————————————–
MANOEL NO RESTAURANTE
O Manoel entra no restaurante e pergunta:
-Por favor, me dá uma bacalhoada!

Ao que o atendente pergunta:
- Já sei! O senhor é português?
- Como descobriste? Foi por causa do meu sotaque ou pelo fato de eu ter
pedido bacalhoada?
- Nem um nem outro… É que aqui é o McDonald’s!

——————————————————————–
MANOEL NO BRASILO Manoel estava voltando da viagem que fizera ao Brasil..
Chegando no aeroporto, seu amigo Joaquim o esperava.
- E aí,Manoel, como foi de viagem?
- Muito bom…
- E o que tu mais gostaste no Brasil?
- Ah, das praias, da mulherada! É uma maravilha!
- E do que tu não gostaste?
- Ah, das escadas rolantes…
Tu acreditas que, um dia, eu estava subindo e acabou a energia elétrica…
Eu fiquei lá, parado, em pé, por mais de 2horas!!!
- Ê, Manoel, mas tu és burro. hein! Por que tu não te sentaste???

——————————————————————–
MANOEL E O LEPROSOO Manoel foi preso numa cela em frente à de um leproso.
Dia após dia, ele observava o leproso cuidando de suas feridas.
Até que, certa vez, caiu um dedo do leproso.
Este o pegou e o atirou pela janela.
Uma semana depois, caiu outro dedo e o leproso atirou-o pela janela.
Algum tempo depois, caiu uma orelha, o leproso atirou-a pela janela.
Uma semana depois, caiu o pé, o leproso atirou-o pela janela.
Aí, o Manoel não agüentou mais e pediu uma audiência com Diretor.
- Olha, senhor diretor, eu não quero ser chamado de dedo duro, mas o
gajo que está na cela em frente a minha está fugindo aos pouquinhos.

_______
Enc. pelo patricio JUM

A VITÓRIA DO BEM - A DERROTA DOS SUJISMUNDOS

TEM POLÍTICO QUE ACABOU DE DAR DIARRÉIA - A LEI DA FICHA LIMPA PASSOU NO STF, PUTZ!
 http://zezoferreira.blogspot.com/
 Débora Zampier repórter da Agência Brasil
Brasília – Com o voto do ministro Ayres Britto, favorável à validade da Lei da Ficha Limpa já nas eleições deste ano, a constitucionalidade da norma alcançou a maioria dos votos dos ministros do Supremo Tribunal Federal. O placar, neste momento, está em 6 a 1, mas o julgamento continua. Até o momento, apenas o ministro Antonio Dias Toffoli votou parcialmente contra a lei.
O julgamento foi suspenso ontem (15), com placar de 4 votos a 1 a favor da principal inovação da lei, que é a inelegibilidade, por oito anos, de políticos condenados criminalmente por órgão colegiado.
Apesar de já ter sido discutida de forma pontual no STF, a Lei da Ficha Limpa só passou a ser analisada integralmente em novembro passado, a partir de uma ação proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Ainda em 2011, votaram pela constitucionalidade da lei o relator Luiz Fux e o ministro Joaquim Barbosa. Fux apenas propôs descontar do período de inelegibilidade de oito anos o período entre a primeira condenação por órgão colegiado e a decisão final, para que o impedimento do candidato não seja muito longo.
Com os dois votos favoráveis, o julgamento foi suspenso em dezembro por um pedido de vista do ministro Antonio Dias Toffoli. Ao trazer o assunto de volta ao plenário, ontem (15), Toffoli votou contra a inelegibilidade por condenação criminal de órgão colegiado. Ele defendeu a tese de que só deve ficar inelegível o político que tiver condenação definitiva, sem possibilidade de recurso.
Já a ministra Rosa Weber, que assumiu a cadeira na Corte recentemente, deixou claro que tinha total afinidade com os avanços moralizadores da norma e votou pela manutenção integral da lei. A ministra Cármen Lúcia também reforçou a defesa da Lei da Ficha Limpa, mas, assim como Fux, defendeu o desconto do período entre a primeira condenação e a decisão final da Justiça do prazo de inelegibilidade. (Edição: Vinicius Doria)
________
Titulo Re ilustraçãoP


terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

JUSTIÇA OU JUSTI$$A?!

Lúcio Flavio  - Escritor e Jornalista


Lúcio Flávio, jornalista: mais uma vítima dos "bandidos de toga" que empestam os tribunais da Justiça Brasileira

A nota pública de indignação e repúdio abaixo foi publicada, hoje, pelo jornalista Lúcio Flávio Pinto, editor do Jornal Pessoal, diante da mais cabal parcialidade, venalidade, imoralidade, prevaricação e provável corrupção com que agem membros do Judiciário paraense. O texto de Lúcio se constitui um verdadeiro libelo de como age parte dos juízes paraenses em detrimento daquilo que eles deveriam cultivar e cultuar: o direito, a verdade, a Justiça.
A nota de Lúcio Flávio não é um clamor em defesa própria nem um grito desesperado e medroso diante de uma condenação. É, antes de tudo, uma denúncia da ação predatória e criminosa de juízes paraenses contra os cidadãos que buscam os tribunais em busca de Justiça - Lúcio é apenas mais uma das vítimas. A corregedora geral do Conselho Nacional de Justiça está coberta de razão: a Justiça brasileira precisa banir dos seus tribunais os "bandidos de toga".
Lúcio Flávio precisa da nossa solidariedade. A sociedade paraense e, individualmente, cada um dos seus cidadãos de bem e amantes da verdade, que o conhecem como jornalista militante em defesa, da Justiça, da cidadania, do meio ambiente, da Amazônia e dos seus povos, precisa se manifestar. Precisamos reagir!!
Jornalista Piteira
Segue a nota de Lúcio Flávio na íntegra:
PIRATA FUNDIÁRIO –  POSSE DE GIGANTESCA AREA DE TERRAS
No dia 7 o presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Ari Pargendler decidiu negar seguimento ao recurso especial que interpus contra decisão da justiça do Pará. Nos dois graus de jurisdição (no juízo singular e no tribunal), o judiciário paraense me condenou a indenizar o empresário Cecílio do Rego Almeida por dano moral. O dono da Construtora C. R. Almeida, uma das maiores empreiteiras do país, se disse ofendido porque o chamei de “pirata fundiário”, embora ele tenha se apossado de uma área de quase cinco milhões de hectares no vale do rio Xingu, no Pará. A justiça federal de 1ª instância anulou os registros imobiliários dessas terras, por pertencerem ao patrimônio público.  
AGRAVO DE INSTRUMENTO REJEITADO – CONFIRMAÇÃO DE CONDENAÇÃO
O presidente do STJ não recebeu meu recurso “em razão da deficiente formação do instrumento; falta cópia do inteiro teor do acórdão recorrido, do inteiro teor do acórdão proferido nos embargos de declaração e do comprovante de pagamento das custas do recurso especial e do porte de remessa e retorno dos autos”. Ou seja: o agravo de instrumento não foi recebido na instância superior por falhas formais na juntada dos documentos que teriam que acompanhar o recurso especial.
O despacho foi publicado no Diário Oficial eletrônico do STJ no dia 13. A partir daí eu teria prazo de 15 dias para entrar com um recurso contra o ato do ministro. Ou então através de uma ação rescisória. O artigo 458 do Código de Processo Civil a prevê nos seguintes casos
“Se verificar que foi dada por prevaricação, concussão ou corrupção do juiz; proferida por juiz impedido ou absolutamente incompetente; resultar de dolo da parte vencedora em detrimento da parte vencida, ou de colusão entre as partes, a fim de fraudar a lei; ofender a coisa julgada; violar literal disposição de lei; se fundar em prova, cuja falsidade tenha sido apurada em processo criminal ou seja provada na própria ação rescisória; depois da sentença, o autor obtiver documento novo, cuja existência ignorava, ou de que não pôde fazer uso, capaz, por si só, de Ihe assegurar pronunciamento favorável; houver fundamento para invalidar confissão, desistência ou transação, em que se baseou a sentença; fundada em erro de fato, resultante de atos ou de documentos da causa”.
Como o ministro do STJ negou seguimento ao agravo, a corte não pode apreciar o mérito do recurso especial. A única sentença de mérito foi a anterior, do Tribunal de Justiça do Estado, que confirmou minha condenação, imposta pelo juiz substituto (não o titular, portanto, que exerceu a jurisdição por um único dia) de uma das varas cíveis do fórum de Belém. Com a ação, o processo seria reapreciado.
TRIBUNAL INCONFIÁVEL – NOS PORÕES AÇÃO DE MÁ FÉ  - OBJETIVO ESCUSO
Advogados que consultei me recomendaram esse caminho, muito trilhado em tais circunstâncias. Mas eu teria que me submeter outra vez a um tribunal no qual não tenho mais fé alguma. É certo que nele labutam magistrados e funcionários honestos, sérios e competentes. Também é fato que alguns dos magistrados que agiram de má fé contra mim já foram aposentados, com direito a um fare niente bem remunerado – e ao qual não fizeram jus. 
Mas também é verdade que, na linha de frente e agindo poderosamente nos bastidores, um grupo de personagens (para não reduzi-lo a uma única figura fundamental) continua disposto a manter a condenação, alcançada a tanto custo, depois de uma resistência extensa e intensa da minha parte. Esse grupo (e, sobretudo, esse líder) tem conseguido se impor aos demais de várias maneiras, ora pela concessão de prêmios e privilégios ora pela pressão e coação. Seu objetivo é me destruir. Tive a audácia de contrariar seus propósitos e denunciar algumas de suas manobras, como continuo a fazer, inclusive na edição do meu Jornal Pessoal que irá amanhã às ruas.
O PLANO TÁTICO PARA ATUAÇÃO DE UMA QUADRILHA À NIVEL INTERESTADUAL
A matéria de capa denuncia a promoção ao desembargo de uma juíza, Vera Souza, que, com o concurso de uma já desembargadora, Marneide Merabet, ia possibilitar que uma quadrilha de fraudadores roubasse 2,3 bilhões de reais da agência central de Belém do Banco do Brasil.
A mesma quadrilha tentou, sem sucesso, aplicar o golpe em Maceió, Florianópolis e Brasília. Foi rechaçada pelas justiças locais. Em Belém encontrou abrigo certo. Afinal, também não foi promovida ao topo da carreira uma juíza, Maria Edwiges de Miranda Lobato, que mandou soltar o maior traficante de drogas do Norte e Nordeste do país. O ato foi revisto, mas a polícia não conseguiu mais colocar as mãos no bandido e no seu guarda-costas. Punida com mera nota de censura reservada, a magistrada logo em seguida subiu ao tribunal.  
TRIBUNAL COMPROMETIDO – A CONFIRMAÇÃO DE PERSEGUIÇÃO – FRAUDE CAMUFLADA
Foi esse o tribunal que teve todas as oportunidades de reformar a iníqua, imoral e ilegal sentença dada contra mim por um juiz que só atuou na vara por um dia, só mandou buscar um processo (o meu), processo esse que não estava pronto para ser sentenciado (nem todo numerado se achava), levou os autos por sua casa no fim de semana e só o devolveu na terça-feira, sem se importar com o fato de que a titular da vara (que ainda apreciava a questão) havia retornado na véspera, deixando-o sem autoridade jurisdicional sobre o feito. Para camuflar a fraude, datou sua sentença, de quatro laudas, em um processo com mais de 400 folhas, com data retroativa à sexta-feira, quatro dias antes. Mas não pôde modificar o registro do computador, que comprovou a manobra
CORPORATIVISMO BLINDAM BANDIDOS DE TOGA – GRILAGEM DE TERRAS SOBEJAMENTE  COMPROVADA
De posse de todos os documentos atestando os fatos, pedi à Corregedoria de Justiça a instauração de inquérito contra o juiz Amílcar Bezerra. A relatora, desembargadora Carmencim Cavalcante, acolheu meu pedido. Mas seus pares do Conselho da Magistratura o rejeitaram. Eis um caso a fortalecer as razões da Corregedora Nacional de Justiça, Eliana Calmon, contra o corporativismo, que protege os bandidos de toga.
Apelei para o tribunal, com farta documentação negando a existência do ilícito, já que a grilagem de terras não só foi provada como o próprio judiciário paraense demitira, por justa causa, os serventuários de justiça que dela foram cúmplices no cartório de Altamira. O escândalo se tornara internacional e, por serem federais partes das terras usurpadas, o interesse da União deslocou o feito para a justiça federal, que acolheu as razões do Ministério Público Federal e anulou os registros fraudulentos no cartório de Altamira, decisão ainda pendente de recurso.
A MORTE DO REI  DE TERRAS – AÇÃO PENAL EM CURSO
O grileiro morreu em maio de 2008. Nesse momento, vários dos meus recursos, que esgotavam os instrumentos de defesa do Código de Processo Civil, estavam sendo sucessivamente rejeitados. Mas ninguém se habilitou a substituir C. R. Almeida. Nem herdeiros nem sucessores. Sua advogada continuou a funcionar no processo, embora a morte do cliente cesse a vigência do contrato com o patrono. E assim se passaram dois anos sem qualquer manifestação de interesse pela causa por parte daqueles que podiam assumir o pólo ativo da ação, mas a desertaram. 
A deserção foi reconhecida pelo juiz titular da 10ª vara criminal de Belém, onde o mesmo empreiteiro propusera uma ação penal contra mim, com base na extinta Lei de Imprensa. Passado o prazo regulamentar de 60 dias (e muitos outros 60 dias, até se completarem mais de dois anos), o juiz declarou minha inimputabilidade e extinguiu o processo, mandando-o para o seu destino: o arquivo (e, no futuro, a lata de lixo da história). Na instância superior, os desembargadores se recusavam a reconhecer o direito, a verdade e a lei. Quando a apelação estava sendo apreciada e a votação estava empatada em um voto, a desembargadora Luzia Nadja do Nascimento a desempatou contra mim, selando a sorte desse recurso.
MAGISTRATURA COMPROMETIDA –  DESAPARECIMENTO INJUSTIFICADO  DE DOCUMENTO
A magistrada não se considerou constrangida pelo fato de que seu marido, o procurador de justiça Santino Nascimento, ex-chefe do Ministério Público do Estado, quando secretário de segurança pública, mandou tropa da Polícia Militar dar cobertura a uma manobra de afirmação de posse do grileiro sobre a área cobiçada. A cobertura indevida foi desfeita depois que a Polícia Federal interveio, obrigando a PM a sair do local.
Pior foi a desembargadora Maria Rita Xavier. Seu comportamento nos autos se revelou tão tendencioso que argüi sua suspeição. Ao invés de decidir de imediato sobre a exceção, ela deu sumiço à minha peça, que passei a procurar em vão. Não a despachou, não suspendeu a instrução processual e não decidiu se era ou não suspeita. Ou melhor: decidiu pelos fatos, pois continuou impávida à frente do processo.
Meus recursos continuaram a ser indeferidos ou ignorados, quando alertava a relatora e os desembargadores aos quais meus recursos foram submetidos sobre a ausência do pólo ativo da ação e de poderes para a atuação da ex-procuradora do morto, que, sem esses poderes, contra-arrazoava os recursos. 
REI MORTO REI POSTO, HERDEIROS DO LATIFUNDIARIO PROSSEGUEM COM O PROCESSO
Finalmente foi dado prazo para a habilitação, não cumprido. E dado novo prazo, que, afinal, contra a letra da lei, permitiu aos herdeiros de C. R. Almeida dar andamento ao processo (e manter o desejo de ficar com as terras) para obter minha condenação. Nesse martírio não lutei contra uma parte, mas contra duas, incluindo a que devia ser arbitral.
Voltar a ela, de novo? Mas com que crença? Quando, quase 20 anos atrás, me apresentei voluntariamente em cartório, sem esperar pela citação do oficial de justiça (gesto que causou perplexidade no fórum, mas que repeti outras vezes) para me defender da primeira das 33 ações sucessivamente propostas contra mim (19 delas pelos donos do maior conglomerado de comunicação da Amazônia, afiliado à Rede Globo de Televisão), eu acreditava na justiça do meu Estado. Continuo a crer em muitos dos seus integrantes. Mas não na estrutura de poder que nela funciona, conivente com a espoliação do patrimônio púbico por particulares como o voraz pirata fundiário Cecílio do Rego Almeida. 
BANDIDOS DE TOGA -  TRIBUNAL DE JUSTIÇA SOB SUSPEIÇÃO
Por isso, decidi não mais recorrer. Se fui submetido a um processo político, que visa me destruir, como personagem incômodo para esses bandidos de toga e as quadrilhas de assalto ao bem coletivo do Pará, vou reagir a partir de agora politicamente, nos corretos limites da verdade e da prova dos fatos, que sempre nortearam meu jornalismo em quase meio século de existência.
Declaro nesta nota suspeito o Tribunal de Justiça do Estado do Pará, que não tem condições de me proporcionar o devido processo legal, com o contraditório e a ampla defesa, que a Constituição do Brasil me confere, e decide a revelia e contra os fatos.
Se o tribunal quer minha cabeça, ofereço-a não para que a jogue fora, mas para que, a partir dela, as pessoas de bem reajam a esse cancro que há muitos anos vem minando a confiabilidade, a eficácia e a honorabilidade das instituições públicas no Pará e na Amazônia.
A PERDA DA PRIMARIEDADE – TRANSTORNOS IMENSURÁVEIS
O efeito dessa decisão é que, finalmente, para regozijo dos meus perseguidores, deixarei de ser réu primário. Num país em que fichas de pessoas se tornam imundas pelo assalto aos cofres do erário, mas são limpas a muito poder e dinheiro, serei ficha suja por defender o que temos de mais valioso em nosso país e em nossa região.
Como já há outra ação cível – também de indenização – em fase de execução, a perda da primariedade me causará imensos transtornos. Mas, como no poema hindu, se alguém tem que queimar para que se rompam as chamas, que eu me queime.
Não pretendo o papel de herói (pobre do país que precisa dele, disse Bertolt Brecht pela boca de Galileu Galilei). Sou apenas um jornalista. Por isso, preciso, mais do que nunca, do apoio das pessoas de bem. Primeiro para divulgar essas iniqüidades, que cerceiam o livre direito de informar e ser informado, facilitando o trabalho dos que manipulam a opinião pública conforme seus interesses escusos.
NO PARÁ, CHAMAR GRILEIRO DE GRILEIRO É CRIME -  CHAME O LADRÃO!
Em segundo lugar, para arcar com o custo da indenização. Infelizmente, no Pará, chamar o grileiro de grileiro é crime, passível de punição. Se o guardião da lei é conivente, temos que apelar para o samba no qual Chico Buarque grita: chame o ladrão, chame o ladrão.
Quem quiser me ajudar pode depositar qualquer quantia na conta 22.108-2 da agência 3024-4 do Banco do Brasil, em nome do meu querido irmão Pedro Carlos de Faria Pinto, que é administrador de empresas e fiscal tributário, e assim administrará esse fundo. Essa conta estava em vias de fechamento, mas agora servirá para que se arque com esse constrangedor ônus de indenizar quem nos pilha e nos empobrece, graças à justiça.
Farei outros comunicados conforme as necessidades da campanha que ora se inicia. Espero contar com sugestões, opiniões e avaliações de todos que a ela se incorporarem. Convido-os a esta tarefa difícil e desgastante de não se acomodar na busca de um mundo melhor para todos nós.

 Belém (PA), 14 de fevereiro de 2012

LÚCIO FLÁVIO PINTO
Editor do Jornal Pessoa
_______
Grifo, destaques e ilustração RP
Remendo RP
-Lucio Flavio, grande ícone da erudição regional com destaque  nacional, e um construtor social ja é negado-lhe o ditreito à JUSTIÇA, imagine um coitado pobre mortal odiduf!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

MÃO PESADA DA OAB

Após a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) ter garantido a competência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para processar e punir magistrados envolvidos em corrupção, o Congresso Nacional deveria, na opinião de Wadih Damous, presidente da OAB do Rio de Janeiro, "editar uma lei permitindo a demissão de juízes que pratiquem ilícitos no desempenho de suas funções. A mudança viria substituir a aposentadoria compulsória com vencimentos, hoje a maior penalidade administrativa aplicada a quem desonra a toga e a sociedade".
Segundo Damous, a advocacia e, certamente, a maioria dos integrantes do Judiciário comprometida com o seu aperfeiçoamento, apoiam a alteração da Loman, cuja modernização vem sendo gestada há muito tempo no STF. "Exoneração sem vencimentos, sim, é penalidade para aqueles que devem ser retirados da magistratura a bem do serviço público, pelo cometimento de ilícitos graves".
Uma proposta de mudança, defendida pela corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, tem o total apoio da Seccional da OAB-RJ. "As penalidades para magistrados que cometerem ilegalidades devem atingir seus bolsos, incluir multas e a devolução de valores ao Erário, quando for o caso. Hoje, está nas competências do CNJ determinar apenas a remoção, a disponibilidade ou a aposentadoria com proventos proporcionais ao tempo de serviço, o que certamente configura mais um prêmio do que punição".
"O exercício da magistratura deve dispor de mecanismos de proteção como salvaguarda de sua independência, mas isso não pode se confundir com a manutenção de benefícios para aqueles que praticarem atos de corrupção", disse Damous. (JB)
Fonte Blog do Ércio

FRASE

"ME COLOQUEM LA... QUE EU PAGAREI TUDO QUE ESTIVER DEVENDO PARA VOCES"  Carlos A. Veiga Ex prefeito de Jacareacanga  respondendo a um dos muitos  fornecedores que ficou devendo quando encerrou seu mandado, prometendo quitar os débitos se fosse eleito na proxima eleição municipal

VELHO FREGUÊS

E a freguesia continua: Vasco bate Flu e continua 100% no Carioca
Alecsandro, atacante do Vasco
Uma grande virada no segundo tempo tornou o Vasco o primeiro classificado à semifinal da Taça Guanabara do Campeonato Carioca de 2012. Jogando no Estádio Engenhão neste domingo, a equipe venceu por 2 a 1 para manter o tabu do Fluminense, que segue sem ganhar clássicos estaduais desde 2010 e já não depende mais de suas forças para avançar à próxima fase.

O resultado classifica o Vasco à semifinal da Taça Guanabara. O time manteve o 100% de aproveitamento nas cinco primeiras rodadas da competição e com 15 pontos segue na liderança do Grupo B.

Na mesma chave, o Fluminense se complicou com a derrota, que o leva a permanecer na quinta posição com sete pontos. A equipe não depende mais de suas próprias forças para chegar à próxima fase: tem quatro pontos de desvantagem para o Boavista, que tem uma partida a mais e no momento ficaria com a segunda vaga disponível para a semi.

O Vasco entrou em ampo sem Juninho, poupado após participar da derrota da equipe na estreia da Copa Libertadores da América, para o Nacional, do Uruguai, na última quarta-feira. Também sem contar com o volante Allan, lesionado, o técnico Cristóvão Borges surpreendeu ao escalar Chaparro e Bernardo entre seus titulares.

Já o Fluminense foi a campo com Wagner na reserva e Thiago Neves e Deco como titulares. A dupla deu resultado logo aos 7min do primeiro tempo, quando Thiago Neves tabelou com Deco e finalizou com precisão (LEIA MAIS)

A ARTE REAL

Independente daquilo que voce pensar (voce tem livre pensamento) Crêmos em DEUS, que em respeito a todas as religiões O denominamos de Grande Arquiteto do Universo.

Parar crêr em DEUS não é preciso ser maçom
Mas, para ser maçom é necessario crêr em DEUS

sábado, 11 de fevereiro de 2012

CAÇA AO MARGINAL

FRANCISCO ROBÉRIO DA SILVA, VULGO CHUPETA OU CHUPETINHA, PALHAÇO DE RODEIO, ESTUPRADOR, FORAGIDO DO PRESÍDIO DE ALTAMIRA, COM VÁRIAS PASSAGENS. TATUAGENS DE PALHAÇO EM UM BRAÇO E MULHER NO OUTRO, CARECA, MAS ANDA SEMPRE DE BONÉ E NÃO COSTUMA TIRÁ-LO.
Postagem original no Sem Polêmica
Por favor recomenda-se a qualquer pessoa que souber  do paradeiro do criminoso informar a unidade Policial mais proxima 
 

DESAVERGONHADO

HELENILSON CONSTRANGIDO
Blog do Piteira
Constrangido com as manifestações de repúdio de que foi alvo após o plebiscito do ano passado, o vice-governador Helenilson Pontes não vai acompanhar o titular Simão Jatene nas próximas viagens que este fará a municípios do Oeste.
Helenilson é acusado por líderes políticos regionais de ter sido omisso na campanha do plebiscito pela criação do Estado do Tapajós - o que é a mais pura verdade! Ele quer evitar ser alvo de novas manifestações e causar constrangimento a Jatene, que foi abertamente contrário à divisão do Estado. Mesmo ausente, vai conseguir?
O primeiro teste será no próximo dia 15, em Alenquer e Monte Alegre.
______
Remendo RP
Título  e imagem RP
A extensa matéria que Piteira postou acima sobre o vice governador Helenilson Pontes (Extensa considerando a insignificancia  do personagem) mostra realmente o que essa abjeta figura colherá do povo dos municipios do oeste, povo que esperava muito de um ente que saiu das entranhas de Santarém  e por omissão que é o refugio dos covardes, posicionou-se contra a emancipação do Estado do Tapajós. Nós que pensavamos que por elegermos um Vice Governador a luta seria menos dolorida... ledo engano! 
Helenilson que canta uma musica tal qual um samba de uma nota só (tributarismo), hoje versa sobre outra performance: Como trair e coçar... é só começar!  

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

-QUE CULTURA!!!

BOCETA DE PANDORA* - A ARMA FORTE DE PENINHA

CUTUCANDO ONÇA COM VARA CURTA

Itaituba – A indústria de denuncismo e invencionices de reputações deverão nortear  a partir deste momento a corrida politica do município em busca da linha de chegada aos Poderes Executivo e Legislativo.
O pontapé inicial deu-se com a inquietação de Cebola com relação aos sonhos incontidos de Climaco pela reeleição, passando pelo crescente interesse de novos valores políticos pela Prefeitura até chegar à ameaça sofrida pelo Vereador Peninha, que se não puder dar o troco à altura abrirá sua caixinha de surpresas contendo a Boceta de Pandora* que é mais destrutiva que um artefato de mil megatons, como diria Raul Seixas,  já que contem em seu interior a origem de todos os males e alem de uma sorte interminável de males morais constituídos de calunia, difamação, injúria, caça às bruxas, pega-pegas etc. Não é, sem justificativas que Luiz Fernando Sadeck dos Santos é tratado carinhosamente por PENINHA MALVADEZA.
Se Peninha conseguir se esquivar das ondas da ameaça sofrida sem reagir isso irá contrariar todo seu Modus Operandi de sua trajetória politica, e aí isso poderá acarretar em prejuízos na captação de votos aos seus interesses, já que o povo acostumado  votar em si, em Climaco, Cebola, gostam mesmo é de ver PORRADA e isso vai ter de sobra. MALVADEZA em final de carreira politica está mais levado e malvado, ele não acredita que em politica Deus se intrometa, então sobrará diabruras.    Quem viver, verá!

Peninha ultimamente tem direcionado sua artilharia para as bandas de Cesar Aguiar, provocando-o a debater de publico com Valmir Climaco ideias de interesse da municipalidade,  como sabe que o Arigó não detem conhecimentos intelectuais e é econômico em versar assuntos sobre gestão púbçica, pergunta-se: -Que traquinagem Peninha quer aprontar expondo assim o prefeito?
__________
Boceta de Pandora* - Fig. A origem de todos os males (Dic. Aurélio)

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

MORTE SÚBITA DE ANTONIO BATEIA

Itaituba - Um fulminante ataque cardiaco, tirou a vida nesta manhã (07)  do Itaitubense Antonio Freitas Leite que deixa na orfandade as filhas Anália, Amália e Adália.

A informação foi prestada por familiares. Antonio conhecido no seu restrito circulo de amizades como Bateia teve como irmãos em vida entre outros Raimundo Leite, Duca Leite, o costureiro José Leite e deixa profunda saudade entre seus entes queridos.
Particularmente lamento essa tão sentida perda, pois conheci profundamente essa figura benquista o qual os laços de fraternidade nos envolviam por sermos compadres. Sou padrinho da Anália, a  qual estendo meu profundo pesar.
-Como diria o professor Schuber, cumpriu-se os designios do Senhor dos Mundos
________
Espaço reservado a comentarios sobre a morte do amigo e compadre Antonio Bateia

Altair Sebastião Viana da Silva comentou:
LAMENTO.. Não poderia deixar de registrar meu pesar e lamentar a partida do Anotnio(bateia)fomos contemporâneo de colégio e amizade em nossa adolescência. Bom amigo, alegre e sorriso fácil, grande artezão de jóias, se minha memória não me engana, meu primeiro cordão foi ele quem fez na época boa do ouro em Itaituba. Meus pêsames a sua familia...

Américo comentou:
Chegou a vez dele, o dificil é encarar a real situação, a nossa vez está mais à frente. Vai em paz  amigo.
Vilson Schuber comentou:
Queiramos ou nao, o Senhor dos Mundos vai, aos poucos, montando o Seu time e, desfalcando o nosso.
A convocaçao do Bateia fortalece o time Dele.
Meus sentimentos a toda a familia, ora de luto, mas a lembrança dos bons momentos vividos com o Bateia havera de mitigar a dor hoje sentida, a qual nos associamos.
Vamos em frente, afinal a vida tem que continuar, e, a dor da perda sera suavizada pela esperança e a certeza do reencontro futuro.

Ana Clara Mesquita Lages   comentou:
Meus sentimentos à sua família. Ele está ao lado do Pai. Amém.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

NÃO ESTÁ MORTO QUEM PELEIA

PT aprova redivisão do Pará
A executiva do PT no Pará, reunida em Santarém no último final de semana, aprovou uma resolução na qual reconhece a necessidade de redivisão territorial do estado.
A decisão, à unanimidade, vem à reboque da graúda votação no “Sim” nas áreas do Tapajós e Carajás.
Segundo revelou ao blog o deputado estadual Airton Faleiro (PT), uma comissão do partido formada por 1 deputado federal, 2 estaduais, 3 membros da executiva e 3 técnicos terá 6 meses para apresentar uma proposta de criação de novos estados a partir de desmembramento do Pará.
 - O PT, com a resolução, oficializa seu apoio à redivisão do Pará – enfatizou Faleiro.
Nos próximos dias, a íntegra da resolução será publicada no site do partido
Fonte: blog do Jeso
Publicado no Blog do PARENTE
Titulo RP

REINAÇÕES DE KAJURU

KAJURU: Revelações‏
Jorge Kajuru
O que você fez pior na sua vida?
Tentei me suicidar. Tomei 20 comprimidos de Dormonid, remédio para
dormir. Estava impotente e havia perdido o globo ocular do meu olho
direito. No olho esquerdo já tinha apenas 18% de visão, tudo por causa
da diabetes. Teria de colocar prótese. Não queria que ninguém me visse
assim. Havia perdido também um programa na tevê e um processo na
justiça. Estava sozinho, sozinho, sozinho... Preferi tomar as pílulas
e morrer. Mas me encontraram a tempo e levaram para o hospital e me
fizeram lavagem estomacal e me salvaram a vida. Hoje compreendo que
fui fraco. Sobrevivi e Deus me deu a oportunidade de reconstruir a
minha vida. Se eu aceitei me expor para você é para que o eu sirva de
exemplo para quem está sofrendo como eu sofri. E pensa na morte como
solução. É o maior erro, a maior derrota. É jogar o que temos de
melhor: a vida. Foi o que eu fiz de pior para mim mesmo. O meu maior
inimigo sempre foi Jorge Kajuru.

Mas você sempre foi uma pessoa muito cercada de amigos, mulheres...
Olha, nesta vida há muita falsidade. Amigos de verdade eu tenho
pouquíssimos. Datena, Juca Kfoury são meus irmãos. Mas o maior deles,
o que daria tudo que tem por mim, acabou de morrer: o Sócrates. Aliás,
eu tenho convicção de que ele se matou...Vou mostrar como eu fui
amado. Tive 14 mulheres com quem morei junto. Casei com oito. Quatro
no papel. Hoje eu sei que duas amaram o Jorge. As outras 12 amaram o
Kajuru. O glamour dos meus relacionamentos com atores, cantores,
jornalistas, pessoas famosas. Nunca tive essas mulheres de verdade.
Elas queriam a minha companhia para ter acesso a uma vida de
badalação, aparecer em tevê, revista, jornal. A pior coisa da vida é
perceber que alguém está na sua cama por interesse em qualquer coisa,
menos em você. E as pessoas sempre sabem que estão sendo usadas. Eu
tentei mentir para mim mesmo e tentar salvar algumas relações. Foi
impossível. E vo u contar mais. Essas mulheres acabaram com o meu
patrimônio. Todas as vezes que me separei deixei casa, carro. Sou um
banana na hora de dizer adeus. E encontrei muita aproveitadora,
mesquinha. Me acho tão esperto, mas a última mulher por quem me
apaixonei eu levei para a minha casa no Rio de Janeiro.
Depois de um mês, a mulher rouba tudo o que tinha pela casa. Eu sou
assim, quando eu amo, confio, dou a vida. As mulheres me fizeram de
gato e sapato. Dilapidaram o meu patrimônio. Se não fosse por elas,
estaria rico.

Explique essa história de que o Sócrates se matou. Ele não bebeu a vida toda?
Bebeu. Eu o conheço desde os 14 anos em Ribeirão Preto. Um gênio,
inteligente, talentoso, grande amigo, alegre, o irmão que não tive
nesta vida, já que sou filho único. Beber era a sua alegria. Sempre
soube disso. Mesmo quando jogava futebol. Quando parou, continuou
bebendo. Eu falava, mas nunca dei aque le esporro que ele merecia para
parar porque achava que ele era médico. Sabia até onde poderia ir. E a
situação estava mais ou menos controlada até que ele se separou da mãe
do seu filho Fidel. Ele tinha adoração pelo menino. E a mãe, magoada
com o Sócrates, o proibia de ver o garoto. Essas coisas terríveis de
separação. Ele ficou desolado. Um dia me chamou para conversar e me
disse: "Kajuru, perdi a alegria de viver. Eu quero morrer". Fiquei
louco tentando animá-lo. Mas não teve jeito. O Sócrates começava a
beber de manhã e só parava de madrugada. Ele ia me visitar no Rio e
entrou neste processo. Por isso que eu digo que se suicidou de
tristeza por causa do filho. Quando ele soube que estava com cirrose,
não se importou. Foi internado quatro vezes e não três.
Uma já em Ribeirão Preto. Quando saiu da última vez, tinha de seguir
um regime terrível para tentar se segurar e esperar um tra nsplante de
fígado. Mas ele optou por morrer. Continuou a beber. Dias antes da
última internação, ele tomou garrafas de vinho. Queria e conseguiu
morrer. Ah, Magrão...Você não sabe a falta que você me faz...Tem uma
coisa que eu quero tornar pública sobre a internação dele.

O que é, Kajuru?
Quero revelar a indignação da famílida do Sócrates com o Andrés
Sanchez. A insensibilidade deste homem não tem tamanho. Não quero nem
falar sobre todas as homenagens que o Magrão deveria ter recebido do
Corinthians e não recebeu. Esse presidente é pequeno e a história vai
colocá-lo no seu devido lugar. O Sócrates nunca quis a menor
proximidade dele porque sabia da ligação profunda com o Ricardo
Teixera, com o Lula, com o Ronaldo. Gente que não merece o que tem. Na
primeira internação, o Sócrates já estava muito mal por causa da
cirrose.
Quando chega no hospital um pacote imenso. A fam ília pensou que fosse
um presente. Quando o pacote foi aberto, a surpresa. Dentro dele
estavam milhares de folhas de sulfite com as contas do Corinthians.
Andrés mandou entregar para o Sócrates quando ele estava recebendo a
sentença de morte no hospital. Ele teve milhões de chance de entregar
essas contas quando o Magrão estava forte, trabalhando no Cartão
Verde. Esperou ele estar à beira da morte. Me dá nojo quando lembro
dessa situação. E as homenagens que o Corinthians deveria fazer a ele
nunca acontecerão enquanto Andrés e seus amigos estiverem mandando no
Corinthians. Nunca. Por que o Sócrates nunca se dobrou à essa gente.
Não vou falar o que realmente penso sobre o Andres por que não quero
mais processos na minha vida. Só lamento o Corinthians estar entregue
a essa pessoa. Mas quero falar do Andres e sim lembrar que o Sócrates
por exemplo salvou a minha vida. Estava depressivo em um con domínio
afastado de Ribeirão Preto. Continuava pensando em morrer, quando o
Magrão foi meu herói. Arrombou a porta que eu deixava trancada para
não receber ninguém. Arrombou e me levou para a sua casa. Cuidou de
mim como um irmão mais novo. Ninguém faria isso, ninguém seria tão
solidário. Eu não tenho palavras para agradecer o que esse homem fez
por mim.

Em 2003 você recebeu um famoso convite para trabalhar na TV Globo, não foi?
Foi. E acredito ter sido o único jornalista esportivo do País a dizer
não para a Globo. Eu cresci vendo o João Saldanha. Juca Kfoury me
ajudou a enxergar o que é realmente a Globo. E como ela usa a sua
proximidade do poder para fazer o que quer com o País. Ela mascara
tudo. Principalmente o futebol. Fica fazendo lavagem cerebral
mostrando dribles, gols, torcida. E esconde da maneira mais indecente
possível o que acontece fora do campo. Eu tenho condições de f alar
porque recebi a proposta de trabalho e sei como é. Fui em quatro
reuniões com o Galvão Bueno e a cúpula da Globo para conversar. O
diretor de Esportes da Globo, Luiz Fernando Lima, me mostrou como as
coisas funcionam por lá. "Você não pode reclamar do horário do jogo. E
muito menos falar mal do Eduardo Farah (na época, presidente da
Federação Paulista de Futebol). E muito menos de Ricardo Teixeira.
Eles são nossos parceiros." Assim. na cara dura. Sem a menor vergonha.
Eu comandaria o Globo Esporte, comandaria uma mesa redonda no Esporte
Espetacular. E ainda faria um quadro no Fantástico com a Ana Paula
Padrão. Seria a Bela e a Fera. Fui nestas reuniões para saber de
verdade como a TV Globo trabalha. Percebi como ela se tornou poderosa.
Principalmente no esporte. Disse não à Globo ao vivo, na TV
Bandeirantes. Ninguém acreditou. Galvão que é meu amigo, queria me
matar. Mas fiz o que a minha consciência, meu coração mandou.

O que você acha da Copa do Mundo no Brasil?
Torço como um desesperado para o Brasil fracassar, seja derrotado. Há
um estudo feito pela USP e pouco divulgado mostrando que o Brasil
teria um progresso de 20 anos se o dinheiro que será gasto na Copa e
na Olimpíada fosse aplicado em obras sociais. Não temos saúde,
segurança e educação. Mas colocamos bilhões de dólares em estádios que
não precisam ser construídos. Só por causa de pessoas como Ricardo
Teixeira e Lula, que só pensam nelas e colocam o interesse de milhões
para trás. Eu quero falar que estou extremamente decepcionado com o
Ronaldo. Ele se prestar a escudo de Ricardo Teixeira joga no lixo a
sua imagem. Sua carreira maravilhosa já lhe deu milhões. Mas ele te
uma ganância inacreditável. Quer ganhar muito mais a qualquer cust
Ele não falou que o Ricardo Teixeira tinha dois caráteres? Qu em é que
tem dois caráteres agora: ele ou o Ronaldo? O Pelé também é outro. Se
juntou ao Teixeira que até tinha processado.
Será que sou louco ou mesmo com apenas 18% da visão estou enxergando
mais do que muitos? O Ricardo Teixeira é um câncer para o futebol
brasileiro. Pensa que o futebol é dele e faz o que quer. Só que eu
aviso agora para quem puder ler essa entrevista. Pior do que ele só o
Andres Sanchéz. Ele é dissimulado. Tem ligações poderosas. O estádio
de Itaquera, de um bilhão de dinheiro púbico, saiu graças a uma birra
com o presidente do São Paulo. Ele vai fazer muito mal ao futebol
brasileiro se chegar ao comando. Será pior do que o Teixeira. Eu estou
falando publicamente só um pouco do muito que sei.

E do Mano Menezes, o que você acha?
Ele é o técnico do Andrés, do Ronaldo, do Ricardo Teixeira. É do time.
Não vou falar mais nada para não ser processado. O Muricy Ramalho
nunca daria certo trabalhando com esse tipo de gente. Eu lamento
demais a Seleção Brasileira por quem o povo é apaixonado estar nas
mãos destes homens. Eu lamento.
______
Colaboração de Jorge Umberto