RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

ICMBio - MANOBRAS, DISSIMULAÇÕES, EM AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE FLONA CREPORÍ

SFB E ICMbio FAZEM AUDIENCIA PÚBLICA DE MENTIRINHA
JACAREACANGA - Causou um estardalhaço, indignação e estranheza no seio da coletividade de Jacareacanga a informação que a gerente da Floresta Nacional Creporí e presidente do conselho consutivo, está comandando pessoalmente gestões em Brasília com os organismos que julga competentes para subtrair parte do território da Flona Crepori, que seria em sua totalidade de usufruto econômico do município de Jacareacanga. É corrente entre a população e em particular entre os  Conselheiros, que interessaria à Técnica Maitê Guedes, gerente da Flona Creporí o escoamento da produção extrativista notadamente a madeira para a BR-163; a situação torna-se nebulosa vez que em Audiência Pública foi discutida a situação, e Maitê, demonstrando dissimulação na reunião que antecedeu a Audiência Pública quando foi inquirida sobre a real pretensão do ICMBio sobre a margem direita do Rio das Tropas disse que não havia nada de concreto mas que pessoas ligadas ao indigenismo brasileiro estariam necessitados em criar uma zona de amortecimento  ou estudos entre o Rio das Tropas e a Flona.

INTENÇÕES NEBULOSAS / ICMBio EM DESCRÉDITO?

Com o procedimento escuso da funcionaria Maitê, torna-se necessário adotar transparencia em seu atos visando  restabelecer a verdade perante seus pares e conselheiros além do povo de Jacareacanga, revelando quais realmente são suas intenções que se mostram nebulosas e que ensejam um esclarecimento sob pena do ICMBio a qual serve cair em descrédito.

O escoamento da madeira para Jacareacanga, além de se constituir um direito territorial serve para criar empregos no município e que distribuirá renda e emprego, e a saída dessa matéria prima para a BR-163 esses vínculos de trabalhos iriam beneficiar o município de Itaituba deixando o município do alto Tapajós em estado de miséria, já que o único distribuidor de renda e empregos é a Prefeitura, considerando-se o declínio da produção aurífera na região.

DISCUSSÃO DE ALTO NIVEL? / FRANQUEZA?

Após a participação desastrosa de Maitê em Jacareacanga na reunião que antecedeu a audiência, com os conselheiros, crê-se que a mesma foi “convidada” a retirar-se das discussões futuras já que não reunia mais a confiança do povo do município sequer dos conselhieros, vez que sempre se mostrava dissimulada ao tratar qualquer assunto referente. Assumiu a responsabilidade em falar pelo ICMBio a Dra Rosaria Coordenadora Regional, portanto chefe imediata de Maitê. Na audiência revelando segurança em sua reportagem sobre o tema inserido na Ordem do Dia Rosária, solicitou discussões em alto nível e sobretudo franqueza. Questionada sobre o ponto nevrálgico da questão Rosaria disse que o ICMBio nada teria com relação em modificar o mapa  contendo a área reclamada que até desconhecia sua subtração do mapa original e que seria destinado às atividades de manejo florestal comunitário e via de escoação dos produtos madeireiros da Flona Creporí e jogou para cima do SFB (Serviço Florestal Brasileiro) qualquer trabalho de plotar e delimitar áreas no interior da Flona. Após acirradas discussões ficou acertado por deliberação dos conselheiros e assistência entre outros a reconsideração em se manter o mapa inicial que serviria os limites com o Rio das Tropas de Zona de extrativismo comunitário além de via de escoamento, ficando fora de discussão ou deliberação qualquer outra pretensão que não fosse de destinação ao manejo comunitario.

POVO INDIGENA DESCONHECE PRETENSÃO DA GENEROSIDADE COMANDADA POR MAITÊ

Antes do encerramento das discussões, Roberto Krixi um dos lideres Munduruku, e Martinho Borõ, presidente da Associação Indigena Pusuru, disseram estranhar essa discussão de se ampliar o território Indigena Munduruku vez que a totalidade da Terra Indigena, que fora ampliada de 900 mil hectares para 2.440 mil hectares seria  suficiente para a sobrevivencia de seu povo com sua cultura. Um ex-Administrador da Funai, reportou-se que também soava como estranha essa discussão, já que momentos que antecederam a demarcação e homologação ocorreram acurados levantamentos e estudos, cartorial, cultural e antropológico e toda a região delimitada e posteriormente demarcada contemplou toda o espaço onde havia presença física de índios ou perambulação intermitente. Reportou-se por fim que uma maneira mansa e pacifica foi colocar o Rio das Tropas como limite natural, já que todos teriam fácil conhecimento dos limites (leste) do território indígena.

Depois do imbróglio fomentado por razões obscuras e que indicam que a funcionaria Maitê Guedes possa estar por trás, os trabalhos da audiência publica foram encerrados, com ressalvas à proposta inicial do SFB e ICMBio.
INTERPELAÇÃO JUDICIAL PARA EXPLICAÇÃO

Informações dão conta que a Presidência da Funai, abstém-se de discutir assuntos de se ampliar a T.I. Munduruku já que para isso levam-se em conta principalmente aspectos antropológicos e não teriam como justificar nova ampliação, entretanto Maitê Guedes montou acampamento no interior da Funai em Brasilia visando sensibilizar a presidência e diretores da necessidade de reivindicarem um naco da Flona Creporí. A insistência, luta, desenvoltura, da Presidente do Conselho e gerente da Flona Maitê, é evidente que não se denota que esteja à serviço do ICMBio, nem de grupos indígenas e ninguém que se possa revelar no momento, e sim que estaria com atitudes nebulosas, escusas, à serviço de pessoas, ou grupamentos alheios aos interesses do povo da Amazônia, um povo sofrido, sem grandes oportunidades, que quando se vislumbra uma alternativa econômica pairam obstáculos, emperrando o progresso da região. Maitê Guedes deveria ser interpelada judicialmente para às claras revelar seu objetivo de pisar no povo de Jacareacanga que revolta-se antecedendo o prejuízo econômico que sofrerá em um futuro próximo.

COOPERCOMRIO – O QUE DIZER AOS AFILIADOS?

Fui procurado pela senhora Marilene Presidente da Cooperativa dos produtores extrativistas do Rio das Tropas, essa, revelou indignação ao mostrar séries de documentos e mapas em que o gerente da Flona Crepori que antecedeu Maitê na gerencia da Flona estaria em adiantado entendimento para destinar à Cooperativa (Coopercomrio) de Marlene o direito de exploração dos recursos naturais não madeireiros. Acrescentou a  presidente da cooperativa que estaria pasma com a irresponsabilidade demonstrada pelo ICMBio(Flona Creporí) e que de imediato trará transtornos aos filiados à Coopercomrio, já que filiou diversos coletores, extratores, prometendo a exploração da área que seria destinada que limita-se com o Rio das Tropas. Como sustentar  hoje sua promessa, ja que parece que lhe venderam sonhos?

ICMBio COM DUPLO COMANDO

Pelo andar da carruagem, a Coordenação do ICMBio que conta à frente  Rosária mostra uma faceta de ter duplo comando, enquanto a Coordenadora afirma categoricamente que não é sua pretensão delimitar áreas, e isenta o ICMBio desse artifício, Maitê faz gestões vigorosas em Brasilia para sustar atividades de exploração de produtos não madeireiros e proibir o escoamento madeireiro pelo Rio das Tropas reservando a área para atividades indígenas.

Maitê se constituiu como persona non grata em Jacareacanga por sua dissimulação e posição antagônica aos anseios do povo deste município. Deveria de publico justificar sua árdua luta em defender que o produto florestal deste município produza renda, emprego e divisas para Itaituba.

Perguntas não calam e estendo para Maitê responder: -Para quê uma Audiência Pública mobilizando pessoas, sentimentos, necessidades, se as cartas pareciam estar marcadas?  - A Audiencia Publica levada a efeito no dia 16 de setembro passado, não seria uma audiencia de mentirinha? Só para ingles ver?

CARTA  RECEBIDA PARA DIVULGAÇÃO / INDIGNAÇÃO E CLAMOR DE UM POVO

De: ALCIDES JOSE GRANDO GRANDO (alcidesjg@hotmail.com)
Enviada: sexta-feira, 1 de outubro de 2010 0:37:43
Fomos surpreendidos com uma notícia que a nossa presidente do conselho consultivo aprontou mais uma vez para Jacareacanga. Nesse momento estamos reunidos os conselheiros, prefeitura, Câmara de Vereadores e com interligação a Brasilia para marcar audiência com a Ministra do Meio Ambiente. Não é possível e vocês poderão ver pela ata da audiência pública, do Serviço Florestal Brasileiro realizado em Jacareacanga no dia 16 de agosto de 2010, onde ficou acordado sobre a área da Flona Crepori. Ela continua com o pensamento de melar a concessão florestal da Flona. Primeiro juntou com alguns funcionários da FUNAI e foram fazer estudos em parte da flona que é de seus conhecimentos e que não é do conhecimento da FUNAI Brasilia, sobre estudos, e na ultima reunião foi bastante questionado. Agora na audiência pública, foi acertado que a área retornaria para concessão florestal e conseqüentemente Jacareacanga seria beneficiado. Por último com a informação que temos a mesma foi a Brasilia, e com os seus técnicos do ICMBio, querem inviabilizar a retirada da madeira pela vicinal que possuímos que é de Porto Rico São José. Alem do mais usou de falsidade ideológica se identificando com o dono da voadeira para efetuar os estudos, como funcionária da Brasil Central para tirar os pontos e que depois foi multada em R$ 150.000,00 por que limpou uma pista que tem 30 anos de uso. Nós conselheiros de Jacareacanga estamos indignados com as atitudes de criança de leva e traz, falsidade, vejam voces uma presidente de um conselho consultivo de tamanha importância!!!!!!! Meu Deus não estamos nem nós mais nos acreditando nesse momento. Tudo aquilo que foi aprovado através de atas das reuniões do conselho, foi ignorada por essas servidora pública que se acha no direito de que somente suas idéias prevaleçam. Nós acordamos que vamos pedir a destituição do Conselho se ela continuar, pois não queremos no futuro pagar por pena maior para com o ministério público federal. Consultei o Serviço Florestal Brasileiro me disseram quantos mais impedimentos mais vai atrasar. Lamentável.

Prefeitura, Câmara, Associações, Cooperativas e grupos dos movimentos sociais.
Jacareacanga, PA, 30 de setembro de 2010.

POR UM PUNHADO DE DÓLARES

Ja se vão alguns tempos em que atos de desonestidade eram atribuidos a alguns  funcionarios do IBAMA no exercicio de suas funções, que por um punhado de favorecimento vendiam além de  suas  consciencias o produto de suas idoneidades, crê-se que  o ICMBio que é oriundo desse organismo federal foi criado para dar nova aura de seriedade e honestidade no trabalho e politica ambiental brasileira, e é fato que conseguiu; portanto jamais poderia-se colocar em julgamento a idoneidade moral e honestidade da Conselheira Presidente da Flora Creporí. Fato é que, a pessoa não deve ser somente honesta, ela precisa demonstrar essa virtude em suas ações pessoais e principalmente de trabalho e se não se corrompe como crê-se piamente, Maitê peca e peca muito por falta de transparencia no trabalho em que recebeu o encargo de presidir um conselho que seus pares, os conselheiros não nutrem confiança em seu trabalho.

HÁ ALGO DE PODRE NO REINO DA DINAMARCA!

O verdadeiro Chico Mendes não seria tão sacana, tão dissimulado, tão cruel com o povo que necessita da Floresta Creporí para sobreviver.

O ICMBio, deve se dar a honra de substituir em carater urgentissimo a contestada Maitê Guedes de assuntos atinentes à Flona Creporí, sob pena de ficar com a imagem comprometida mais da que ja apresenta.
---------
Imagens meramente ilustrativas

domingo, 26 de setembro de 2010

FRASE

"QUEM MANDA  NO PMDB NÃO TEM O MENOR ESCRÚPULO, NEM ÉTICO, NEM REPUBLICANO, NEM DE COMPROMISSO PÚBLICO, NADA.  É UM AJUNTAMENTO DE ASSALTANTES.Ciro Gomes - Politico brasileiro (Veja  edição 2163 05/05/2010)

sábado, 25 de setembro de 2010

PRECISA-SE DE “MATÉRIA PRIMA” PARA SE CONSTRUIR UM PAÍS

Por: João Ubaldo Ribeiro

A crença geral anterior era que Collor não servia, bem como Itamar e Fernando Henrique Cardoso. Agora dizemos que Lula não serve, e o que vier depois de Lula também não servirá para nada...



Por isso estou começando a suspeitar que o problema não está no ladrão corrupto que foi Collor, ou na farsa que é Lula. O problema está em nós. Nós como povo. NÓS COMO MATÉRIA PRIMA DE UM PAÍS.

Porque pertenço a um país onde a ESPERTEZA é a moeda que sempre é valorizada tanto ou mais que o Dólar.

Um país onde ficar rico da noite para o dia é uma virtude mais apreciada que formar uma família baseada em valores e respeito aos demais.

Pertenço a um país, onde, lamentavelmente, os jornais jamais poderão ser vendidos como em outros países, isto é, pondo umas caixas nas calçadas onde se paga por um jornal e se retira um só jornal deixando os demais onde estão.

Pertenço ao país onde as “Empresas Privadas” são papelarias de seus empregados desonestos , que levam para casa como se fosse correto folhas de papel, lápis, canetas, clipes, e tudo para ser útil para o trabalho dos filhos... e para eles mesmos.

Pertenço a um país onde a gente se sente o máximo porque conseguiu “puxar” a Tevê a cabo do vizinho, onde a gente frauda a declaração de imposto de renda para não pagar ou pagar menos nossos impostos.

Pertenço a um país onde a falta de pontualidade é um hábito, onde os diretores das empresas não valorizam o capital humano, onde nossos congressistas dois dias por semana trabalham para aprovar projetos de leis que só servem para afundar o que não tem, encher o saco do que tem pouco e beneficiar só a alguns.

Pertenço a um país onde as carteiras de motoristas e os certificados médicos podem ser “comprados” sem fazer nenhum exame. Um país onde uma pessoa de idade avançada, ou mulher com uma criança nos braços, ou um invalido, fica de pé no ônibus enquanto a pessoa que está sentada finge que dorme para não dar o lugar.

Um país no qual a prioridade de passagem é para o carro não para o pedestre. Um país onde fazemos um monte de coisas errada, mas nos esbaldamos em criticar nossos governantes.

Como “Matéria prima” de um país temos muitas coisas boas, mas nos falta muito para sermos os homens e mulheres de que nosso país precisa.

Esses defeitos, essa “Esperteza Brasileira" congênita essa desonestidade em pequena escala, que depois cresce e evolui até converter-se em casos de escândalos, essa falta de qualidade humana mais do que Collor, Itamar, Fernando Henrique Cardoso, é que é real e honestamente ruim, porque todos eles são brasileiros como nós. ELEITOS POR NÓS! Nascidos aqui, não em outra parte.

ENTRISTEÇO-ME

Porque ainda que Lula renunciasse hoje mesmo, o próximo presidente que o suceder terá que continuar trabalhando com a mesma “Matéria Prima” defeituosa que, como povo, somos nós mesmos. E não poderá fazer nada. Não tenho nenhuma garantia de que alguém o possa fazer melhor, mas enquanto alguém não sinalizar um caminho destinado a erradicar primeiro os vícios que temos como povo, ninguém servirá. Nem serviu Collor, nem serviu Itamar, não serviu Fernando Henrique e nem serve Lula, não servirá o que vier.

QUAL A ALTERNATIVA?

Precisamos de mais um ditador, para que nos faça cumprir a lei com a força e por meio do terror?

AQUI FAZ FALTA OUTRA COISA

E enquanto essa outra coisa não comece a servir de baixo para cima ou de cima para baixo, ou do outro para os lados ou como queiram, seguiremos igualmente condenados... igualmente sacaneados!

É MUITO GOSTOSO SER BRASILEIRO

Mas quando essa brasilidade autóctone comece a ser empecilho às nossas possibilidades de desenvolvimento como nação, aí a coisa muda...

NÓS ESPERAMOS ACENDER UMA VELA A TODOS OS SANTOS, A VER SE NOS MANDAM UM MESSIAS



Nós temos que mudar! –Um novo governante com os mesmos brasileiros, não poderá fazer nada... ESTÁ MUITO CLARO!

“SOMOS NÓS OS QUE TEMOS QUE MUDAR”
_______________________________________________________________________
João Ubaldo Osório Pimentel Ribeiro, é escritor, Jornalista, Roteirista, e Professor

DURO GOLPE! - ESTÁ MORTO "MONO JOJOY"

Chávez critica 'felizes' por morte de líder

Sábado, 25/09/2010, 10:55:31
Internacional - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, comentou pela primeira vez a morte de um dos principais comandantes das Forças Armadas da Colômbia (Farc), criticando quem está "contente" com a notícia. "Nós não deveríamos estar felizes com a morte de alguém", afirmou Chávez na noite de ontem, durante um evento transmitido pela televisão estatal.

A Colômbia anunciou na última quinta-feira (23) que suas tropas mataram Jorge Briceño, de 57 anos, também conhecido como "Mono Jojoy", o principal marechal de campo das Farc, em um ataque aéreo e terrestre em um grande acampamento rebelde. O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse que a morte do líder rebelde era "o mais devastador golpe contra as Farc".

Ontem, o presidente dos Estados Unidos chamou a quinta-feira de um "grande dia" para a Colômbia e elogiou o "trabalho notável" do militares colombianos, que receberam forte apoio e financiamento dos EUA.

Chávez afirmou que espera que a Colômbia continue a trabalhar na direção de um acordo de paz com os rebeldes e que "eles não continuem a matar aqui e ali". O líder venezuelano, no poder nos últimos 11 anos, foi acusado por autoridades dos EUA de ter ligações com as Farc. As informações são da Dow Jones. (Agência Estado)

CONSTRUÇÃO CAUSA REVOLTA, INTIMIDAÇÃO E FAVORECIMENTO

Wellington Oliveira, leitor do Rastilho de Pólvora,  48anos, morando a 32 anos na Castelo Branco na cidade de Santarém,  (não o conheço)  destina  para publicação a materia abaixo, que publica-se na íntegra. -Todo o assunto tratado  reflete o que pensa  e não necessariamente nosso pensamento haja vista que não dominamos o assunto:

Santarém - A obra do Complexo Esportivo Participativo, anexo ao estádio Colosso do Tapajós, vem causando dor de cabeça para os moradores da Avenida Marechal Castelo Branco, no bairro do Aeroporto Velho. Os moradores alegam que, devido a obra, as casas próximas terão que ser desapropriadas. No entanto, apenas um trecho da rua foi interditado. O trecho que dá acesso a Rua Laranjeiras, onde o secretário municipal de agricultura e abastecimento, Osmando Figueiredo, possui uma residência está intacto. A construção do Centro Esportivo está sob a responsabilidade da Secretaria de Obras Públicas do Estado (SEOP), em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL). A empresa responsável pela execução dos serviços é a Plano “A” Engenharia Comércio LTDA. Para construir o Complexo Esportivo, e um conjunto habitacional para os Secretários do governo e para o senhor Wellington Queiroz Pimenta que é amigo Pessoal do Chefe da casa Civil irmão da Prefeita Maria do Carmo e EX- SÓCIO do dono do construtor GERALDO RABELO que foi morto em um confronto com a Policia de Fortaleza depois de um assalto no ano de 2000 em fortaleza junto com uns de seu filho o governo do estado deve gastar a bagatela de mais de R$ 4 milhões.

A pendência começou no último dia 8, quando funcionários contratados pela Plano “A” Engenharia instalaram-se no local para iniciar a obra. Alguns moradores afirmam que sem nenhuma justificativa, eles interditaram parte da Avenida, que fica entre o Sérgio Henn e a Rua Laranjeiras, afirmando que ali seria construído um Complexo Esportivo e um conjunto habitacional. Os trabalhadores estavam acompanhados por Wellington Queiroz Pimenta, proprietário da empreiteira, e Manoel Diniz, chefe do núcleo da Secretaria de Obras Públicas do Estado.
“Nesse dia eles colocaram a placa no valor de mais 4 milhões de reais. Apareceram vários trabalhadores sem identificação. Apareceu esta pessoa, o Wellington Queiroz Pimenta, representante da empresa, depois o Manoel Diniz que um ano traz quando derrubaram o muro de meu terreno no dia que a perita criminal estava fazendo a pericia ele se dirigiu aos moradores e aos Peritos dizendo que era procurador do Estado do Pará e já haveria comunicado o Estado sobre a rua que ali passava e sobre a construção do muro que ali estava erguido e agora ele aparecer de novo no local mas como SECRETÁRIO DE OBRA DO ESTADO engraçado que ele sempre muda de cargo e não mostrou sua indetificação , Eles interromperam a passagem e ninguém veio fiscalizar, aqui só houve ameaças e um Sargento chamando FIGUEIREDO que vem para nós intimidar dizendo que vai nos prende porque tem apoio do Coronel Mafra e está a serviço de Manoel Diniz que é secretário de obra do Estado" afirma Rubiney Braga, 36, residente há cinco anos na Castelo Branco.

A reportagem esteve no local e constatou que de fato, a empresa Plano “A” Engenharia interditou apenas um trecho da avenida, fazendo com que as pessoas tenham que mudar o trajeto. Outra constatação foi a de que nenhum dos quatro funcionários que trabalhavam na obra estava com uniforme ou qualquer tipo de identificação e, ainda por cima, não utilizavam os Equipamentos de Proteção Individual (EPI). À reportagem entrevistou o mestre de obras da empresa chamado NETO ele afirmou que todos estavam ali a serviço do Plano “A” Engenharia.

Por conta das obras, os moradores que residem no trecho interditado foram informados pela Secretaria Municipal de Infra-estruturar (Seminf) que terão de sair de suas casas. Oito casas serão eliminadas para que o Complexo seja expandido. Segundo os moradores até o momento não se falou em indenização.

Moro aqui [na Castelo Branco] há 32 anos e nunca falaram em fazer algum tipo de melhoria. Só quando chega o período eleitoral, eles prometem que vão fazer alguma coisa. Até agora não falaram nada sobre indenização. Os funcionários só fazem ameaçar a gente. Estamos sem saber a quem recorrer, porque até agora ninguém veio dar algum tipo de posição”, reclama Wellington Oliveira, 48, morando a 32 anos na Castelo Branco.

JUVENIL/JOSEFINA E ROSELITO NÃO EMPOLGAM EM JACAREACANGA

ITAITUBA - Noticias procedentes de Jacareacanga, informam que a presença nesta sexta (25) de Roselito e equipe naquela cidade não ocorreu boa receptividade por parte da população que ficou alheia à presença do candidato (impugnado) a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado. Mesmo com escancarados sorrisos e apertos de mão Roselito retornou para Itaituba com a impressão que não empolgou em Jacareacanga. Procurou de imediato reunir sua base naquela cidade e se depender da base  local que se apresentou deve  contar com pouquissimos votos.

Como promessas não  enchem barriga de ninguem, a mesma frieza ocorreu com uma equipe de Valmir Climaco/PMDB encabeçada pelo ex-prefeito de jacareacanga e funcionario da PMI Eduardo Azevedo que tentou fazer uma reunião na semana passada, pra hastear o nome de Juvenil/Josefina e conseguiu apenas reunir 17 pessoas.

AVIÃO DA TRIP FAZ POUSO FORÇADO EM MANAUS

Sábado, Setembro 25, 2010
Blog do Jota Parente

Um avião da empresa Trip Linhas Aéreas foi obrigado a fazer um pouso forçado na manhã de ontem na cidade de Manaus (AM). A aeronave ATR-72, que fazia o Voo 5603, havia decolado da capital amazonense com destino a Itaituba, no Pará, quando, 20 minutos após a decolagem, os pilotos notaram que havia algo errado com os trens de pouso. “Segundo me informaram, houve um problema no sensor do freio e a aeronave teve que retornar ao aeroporto de Manaus”, informou a agente de viagens Eliete Gaspar, representante da Trip em Itaituba.

Ao notarem que havia o problema na aeronave, os pilotos optaram por retornar a Manaus. Como forma de garantir a segurança dos passageiros e da tripulação, o comandante do avião passou cerca de duas horas e meia sobrevoando a área próxima ao aeroporto, para queimar o combustível.

Pelo menos quatro pessoas de Itaituba estavam na aeronave. Ao tomarem conhecimento do incidente, parentes e amigos dos passageiros foram ao aeroporto local em busca de informações. A companhia aérea juntamente com a administração do aeródromo possibilitou contato, e os familiares foram informados de que estava tudo bem.

Músicos da Banda Calypso, que se apresentou em Itaituba, na 21ª Expoagro na noite de ontem, também estavam no avião, e seguiram viagem em outra aeronave fornecida pela empresa. Eles chegaram bem a Itaituba.

Texto Jota Parente
Foto ilustrativa RP

REMÉDIO CASEIRO

Um sujeito vai ao médico para exames de rotina. O médico, depois de ver a história clínica do paciente, pergunta:
- Fuma?
*- Pouco.*
- Tem que parar de fumar!!!!!
- Bebe?
*- Pouco.*
- Tem que parar de beber!!!!!!
- Faz sexo?
*- Pouco.*
- Tem que fazer muito, mas muito sexo. Isto irá ajudá-lo!

O sujeito vai para casa, conta tudo a mulher e, imediatamente, vai pro banho. A mulher se enche de esperança, se enfeita, se perfuma, põe uma lingerie toda especial e fica esperando...

O sujeito sai do banho, começa a se arrumar, se vestir, se perfumar e a mulher, surpresa, pergunta:
*- Aonde é que você pensa que vai?*
*- Você não ouviu ou não entendeu o que o médico me disse?*
*- Sim, ouvi e entendi, e, aqui estou eu, prontinha ...*
O sujeito:
*- AH! NEIDE, ..NEIDE, ...NEIDE... LÁ VEM VOCÊ COM SUA MANIA DE REMÉDIO CASEIRO!!!

UTILIDADE PÚBLICA - TRANSPLANTE DE CÓRNEA

O jornal SPTV da Rede Globo mostrou uma reportagem sobre o hospital dos olhos de Sorocaba, esse hospital é da maçonaria, sem fins lucrativos.

Ele é *conveniado com o SUS*, e tem capacidade para realizar cerca de 300 (trezentos) transplantes de córneas por mês, pois há um estoque de córneas suficiente para a realização dos mesmos.

Entretanto, esse hospital está realizando somente cerca de 120 (cento e vinte) transplantes por mês, devido à falta de pacientes.

Repassando de mão em mão esta informação através da rede mundial de computadores  poderá cair na mão de alguém que conheça uma pessoa que está à espera de córneas.

Ela pode entrar em contato com o hospital oftalmológico de Sorocaba - SP e se curar!

TELEFONES PARA CONTATO
(15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009
(15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009 (15) 3212-7009
(15) 3212-7009 (15) 3212-7009 *- DE 2ª A 6ª FEIRA
DR. EDUARDO BEZERRA - MÉDICO

Você pode não estar precisando, mas sempre há alguém necessitando. *

Enviado por: Walterlan Tertulino

-QUE CULTURA!

domingo, 19 de setembro de 2010

À DERIVA

Itaituba - Pelo que se vê, a Barcaça de Batalha Climaco faz água e fica definitivamente à deriva a medida que pulam para fora alguns marinheiros importantes como Francimar Capitão de mar-e-guerra que cuidava do paiol de armas e munição, Reuva Sá, ajudante de ordens do Capitão, e agora o estafeta Botelho que foi recrutado para auxiliar o Capitão Médico Diniz que trata Botelho como se valesse menos que um cibazol amassado em bolso de bêbado.

O almirante Climaco assiste o salvem-se quem puder de seu confortável camarote intrigado por não ter tido pulso para conter os insurretos que se foram e a preocupação maior que adota  é evitar novos motins. Como experimentado Almirante, Climaco tenta colocar ordem na barcaça e deve anunciar novos nomes para recompor a ordem e disciplina sob seu comando. Nomes não lhe faltam; para o estilo de sua gestão o requisito básico é obedecer, obedecer; como Climaco não é versado em administração publica a barcaça pode colidir futuramente com o iceberg TCM.

Na verdade motivos e razões para deserções não faltam, desde a quebra de hierarquia entre os setores de serviços, até a intromissão de entes políticos em trabalhos técnico-administrativos, colocando em risco a falta de obediências às legislações especificas do serviço público. Enquanto Francimar reclama da falta de liberdade para trabalhar já que se sente manietado pelo Almirante; Botelho, um estafeta de segunda, quer mandar no pedaço mais que seu comandante imediato, esquecendo-se que o comandante da saúde Diniz exige hierarquia e disciplina e a humildade ditatorial de Botelho não permite ter um comandante que já comandou.

É de domínio publico nas conversas das esquinas da vida, e a cada momento se avolumando mais, dão conta que hoje a barcaça é um grande comitê eleitoral e isso está atrapalhando o desenvolvimento dos trabalhos administrativos e operacionais para o município.

Nesta data (19) uma equipe de politicos ligados a Valmir, meio dispersa pelas ruas, esteve em Jacareacanga tentando angariar votos para a desconhecida e paraquedista Josefina, também para Juvenil que nunca será titular, ocasião em que um dos integrantes da equipe meio perdidão do rebanho, falando demais disse que não é fácil na prefeitura de Itaituba evitar-se a interferencia  do Prefeito em assuntos que não domina, e por isso se alguem não colocar freios nessa interferencia, poderá ocorrer uma debandada, inclusive dentro da Chefia de Gabinete existe insatisfação. 

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

HOMOSSEXUAL DANDO SHOW DE BOLA

Goleiro homossexual é xodó de time da 2ª divisão potiguar
DANILO SÁ
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, EM GOIANINHA (RN)

O goleiro Jamerson --também conhecido como Messi-- se assumiu como homossexual aos 19 anos, quando começou a jogar futebol pelo Estrela do Mar, time amador de sua cidade, Passagem.

Depois, transferiu-se para o Palmeira, onde virou ídolo do time que se prepara para a disputa da segunda divisão do Campeonato Potiguar, que começa no próximo mês.

Para o presidente do clube, Cláudio José Freire, o fato de o goleiro ser homossexual contribuiu para que ele se transformasse em uma espécie de xodó dos torcedores de Goianinha, cidade de 21 mil habitantes a 54 km de Natal.
"No meio da torcida do Palmeira, não tem quem diga alguma coisa para o nosso goleiro. Quem é doido? Se a gente perder o Messi, vai ser muito difícil encontrar outro do mesmo nível", afirmou Freire.

Atualmente, o goleiro divide uma casa com outros três jogadores do próprio Palmeira. Um deles é o zagueiro Zig Zig. "Nunca o vi querendo ver jogador pelado ou dando em cima de algum heterossexual. A gente sabe que ele tem os namorados dele, mas é tudo muito reservado."

Messi diz ser torcedor do Palmeiras, de São Paulo, e que seu ídolo é o também palmeirense Marcos. "Desde criança, sempre me inspirei nele, sempre gostei dele", falou.
---------
Ilustração RP

Região Amazônica passa por uma das piores secas registradas

A Região Amazônica passa por uma das piores secas registradas nos últimos anos. Um exemplo da situação é a Bacia do Rio Javari, em que o nível d’água está 4,57 metros mais baixo que o nível registrado na mesma data do ano 2009. Também sofrem com a estiagem os rios Juruá, Japurá, Acre, Negro, Purus, Iça, Jutaí, Solimões e Madeira, os quais estão com níveis abaixo da média, de acordo com informações da Agência Nacional de Águas (ANA).

O impacto da seca do Rio Solimões e seus afluentes, Purus e Juruá, deixou os Municípios de Envira, Benjamim Constant, Itamarati e Canutama isolados por via fluvial e pelo menos 70 comunidades rurais sem água potável desde o mês de agosto. E a informação da Defesa Civil estadual é de que além desses quatro, outros 26 Municípios estão em estado de alerta.

Em Itamarati, 987 quilômetros de Manaus, as embarcações de baixo calado não estão parando no porto, informou o prefeito, João Medeiros Campelo. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo o prefeito afirmou que as plantações de vegetais e frutas de solo, como as de melancia e mandioca, estão destruídas. "Como se não bastassem os problemas de agora, ainda há o do futuro: como sobreviver."

A situação da água

A quantidade de chuva, os níveis dos rios, a qualidade da água e sedimentos transportados são algumas grandezas medidas pela ANA. E pelas informações da entidade, em Porto de Manaus, o nível do Rio Negro estava em 20,67m até o dia 8 de setembro. A menor cota registrada no Porto foi de 13,64m, em 1963.

Os rios são fundamentais para diversos Municípios que os utilizam para transporte, abastecimento de alimentos, medicamentos e combustíveis. E a seca castiga a população local que tem de percorrer grandes distâncias para obter água de boa qualidade, segundo a ANA. Em muitos casos, a qualidade da água está comprometida em razão da mortandade de peixes.

Com informações da ANA


 Esta notícia publicada pela CNM - Confederação Nacional de Municípios, foi enviada por Nonato Silva (nonatoimprensa@hotmail.com)

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

REVISTA ISTO É CONDENADA POR DANOS MORAIS

O juiz de Direito Substituto, Roque Fabrício Antônio de Oliveira Viel, da Primeira Vara do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, condenou a Revista ISTO É a pagar danos morais ao deputado federal Zé Geraldo, do Partido dos Trabalhadores do Estado do Pará, por divulgar erroneamente a sua imagem na Edição 2050, em fevereiro de 2009, como se fosse o deputado federal Zé Gerardo, do PMDB do Ceará. Em 2009, o deputado cearense respondia por crimes contra a administração pública e no primeiro semestre de 2010 foi o primeiro parlamentar brasileiro, desde a promulgação da Constituição de 1988, a ser punido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na prática de crime de responsabilidade. O peemedebista foi condenado também com a inelegibilidade por cinco anos, além do pagamento de multa de R$ 25,5 mil.

Kid dos Reis
Assessoria de Imprensa
Deputado Federal Zé Geraldo.

domingo, 12 de setembro de 2010

HOMEM QUE MERECE NOSSOS APLAUSOS!

Odilon de Oliveira, de 56 anos, estende o colchonete no piso frio da sala, puxa o edredom e prepara-se para dormir ali mesmo, no chão, sob a vigilância de sete agentes federais fortemente armados.

Oliveira é juiz federal em Ponta Porã, cidade de Mato Grosso do Sul na fronteira com o Paraguai e, jurado de morte pelo crime organizado, está morando no fórum da cidade. Só sai quando extremamente necessário, sob forte escolta.

Em um ano, o juiz condenou 114 traficantes a penas, somadas, de 919 anos e 6 meses de cadeia, e ainda confiscou seus bens.

Como os que pôs atrás das grades, ele perdeu a liberdade. 'A única diferença é que tenho a chave da minha prisão.'.

Traficantes brasileiros que agem no Paraguai se dispõem a pagar US$ 300 mil para vê-lo morto. Desde junho do ano passado, quando o juiz assumiu a vara de Ponta Porã, porta de entrada da cocaína e da maconha distribuídas em grande parte do País, as organizações criminosas tiveram muitas baixas.Nos últimos 12 meses, sua vara foi a que mais condenou traficantes no País.

Oliveira confiscou ainda 12 fazendas, num total de 12.832 hectares, 3 mansões - uma, em Ponta Porã, avaliada em R$ 5,8 milhões - 3 apartamentos, 3 casas, dezenas de veículos e 3 aviões, tudo comprado com dinheiro das drogas. Por meio de telefonemas, cartas anônimas e avisos mandados por presos, Oliveira soube que estavam dispostos a comprar sua morte.

'Os agentes descobriram planos para me matar, inicialmente com oferta de US$100 mil.' No dia 26 de junho, o jornal paraguaio Lá Nación informou que a cotação do juiz no mercado do crime encomendado havia subido para US$ 300 mil. 'Estou valorizado', brincou. Ele recebeu um carro com blindagem para tiros de fuzil AR-15 e passou a andar escoltado.

Para preservar a família, mudou-se para o quartel do Exército e em seguida para um hotel. Há duas semanas, decidiu transformar o prédio do Fórum Federal em casa. 'No hotel, a escolta chamava muito a atenção e dava despesa para a PF.' É o único caso de juiz que vive confinado no Brasil. A sala de despachos de Oliveira virou quarto de dormir. No armário de madeira, antes abarrotado de processos, estão colchonete, roupas de cama e objetos de uso pessoal. O banheiro privativo ganhou chuveiro. A família - mulher, filho e duas filhas, que ia mudar para Ponta Porã, teve de continuar em Campo Grande.. O juiz só vai para casa a cada 15 dias, com seguranças. Oliveira teve de abrir mão dos restaurantes e almoça um marmitex, comprado em locais estratégicos, porque o juiz já foi ameaçado de envenenamento. O jantar é feito ali mesmo. Entre um processo e outro, toma um suco ou come uma fruta. 'Sozinho, não me arrisco a sair nem na calçada.'

Uma sala de audiências virou dormitório, com três beliches e televisão. Quando o juiz precisa cortar o cabelo, veste colete à prova de bala e sai a escolta. 'Estou aqui há um ano e nem conheço a cidade.' Na última ida a um shopping, foi abordado por um traficante. Os agentes tiveram de intervir. Hora extra. Azar do tráfico que o juiz tenha de ficar recluso.. Acostumado a deitar cedo e levantar de madrugada, ele preenche o tempo com trabalho. De seu 'bunker', auxiliado por funcionários que trabalham até alta noite, vai disparando sentenças. Como a que condenou o mega traficante Erineu Domingos Soligo, o Pingo, a 26 anos e 4 meses de reclusão, mais multa de R$ 285 mil e o confisco de R$ 2,4 milhões resultantes de lavagem de dinheiro, além da perda de duas fazendas, dois terrenos e todo o gado. Carlos Pavão Espíndola foi condenado a 10 anos de prisão e multa de R$ 28,6 mil. Os irmãos , condenados respectivamente a 21 anos de reclusão e multa de R$78,5 mil e 16 anos de reclusão, mais multa de R$56 mil, perderam três fazendas. O mega traficante Carlos Alberto da Silva Duro pegou 11 anos, multa de R$82,3 mil e perdeu R$ 733 mil, três terrenos e uma caminhonete. Aldo José Marques Brandão pegou 27 anos, mais multa de R$ 272 mil, e teve confiscados R$ 875 mil e uma fazenda.

Doze réus foram extraditados do Paraguai a pedido do juiz, inclusive o 'rei da soja' no país vizinho, Odacir Antonio Dametto, e Sandro Mendonça do Nascimento, braço direito do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. 'As autoridades paraguaias passaram a colaborar porque estão vendo os criminosos serem condenados.' O juiz não se intimida com as ameaças e não se rende a apelos da família, que quer vê-lo longe desse barril de pólvora. Ele é titular de uma vara em Campo Grande e poderia ser transferido, mas acha 'dever de ofício' enfrentar o narcotráfico. 'Quem traz mais danos à sociedade é mega traficante. Não posso ignorar isso e prender só mulas (pequenos traficantes) em troca de dormir tranqüilo e andar sem segurança..'

Enviado por Adv Wanea Tertulino

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

MÃO PESADA DA PF NA OPERAÇÃO MÃOS LIMPAS

PF prende governador do Amapá durante operação contra desvio de recursos; ex-governador também é detido
O governador do Amapá, Pedro Paulo Dias (PP), o ex-governador do Estado Waldez Góes (PDT) (FOTO) e mais 16 pessoas foram presos temporariamente na manhã desta sexta-feira (10) durante uma operação da Polícia Federal no Estado. A Operação Mãos Limpas investiga integrantes de uma suposta organização criminosa composta por servidores públicos, agentes políticos e empresários que praticava desvio de recursos públicos do Estado e da União.

Dias assumiu o governo este ano após a saída de Góes, que é candidato ao Senado Federal. O atual governador é candidato à reeleição ao governo do Estado. Ambos são da coligação "O trabalho precisa continuar", composta por PP, PRB, PDT, PSL, PR, DEM, PHS, PCdoB e PTdoB, segundo o Tribunal Superior Eleitoral.

Entre os presos também está o presidente do Tribunal de Contas do Estado, José Júlio Miranda, e o secretário de Segurança Pública do Amapá, Aldo Alves Ferreira. A polícia não informou quem são os demais suspeitos. O inquérito corre em segredo de justiça.

Cerca de 600 policiais federais participam da ação que cumpre 87 mandados de condução coercitiva e 94 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça. Além do Amapá, as buscas acontecem nos Estados do Pará, Paraíba e São Paulo.

As buscas e apreensões são realizadas em diversos órgãos públicos, como a Assembleia Legislativa, o Tribunal de Contas do Estado, a Prefeitura de Macapá, diversas secretarias do Estado e a Superintendência de Agricultura, além de empresas e residências.

As 18 pessoas presas devem ser encaminhadas ainda nesta sexta-feira para a Superintendência Regional da PF no Distrito Federal. Segundo informações do Ministério Público Federal, a prisão temporária é de cinco dias.

"A prisão (...) é imprescindível para evitar possível influência ou coerção sobre testemunhas e destruição de provas. Todas as informações chegaram à Procuradoria Geral da República, em abril de 2010, encaminhadas pela Justiça Federal do Amapá, por causa do envolvimento de pessoas com foro privilegiado. A investigação está baseada em quebras de sigilo bancário, telefônico e provas testemunhais e documentais", diz nota do MPF.
 
Esquema do desvio
Segundo a PF, a investigação mostra que há indícios de um esquema de desvio de recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) para a Secretaria Estadual de Educação.
A PF afirma que a maioria dos contratos administrativos firmados pela secretaria não respeitavam as formalidades legais e beneficiavam empresas previamente selecionadas. “Apenas uma empresa de segurança e vigilância privada manteve contrato emergencial por três anos com a Secretaria de Educação, com fatura mensal superior a R$ 2,5 milhões, e com evidências de que parte do valor retornava, sob forma de propina, aos envolvidos”, diz nota da polícia.

A PF diz ainda que o mesmo esquema era aplicado em outros órgãos públicos. Foram identificados desvios de recursos no Tribunal de Contas do Estado, na Assembleia Legislativa, na Prefeitura de Macapá, nas Secretarias de Estado de Justiça e Segurança Pública, de Saúde, de Inclusão e Mobilização Social, de Desporto e Lazer e no Instituto de Administração Penitenciária.
 
Os envolvidos estão sendo investigados pelas práticas de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, advocacia administrativa, ocultação de bens e valores, lavagem de dinheiro, fraude em licitações, tráfico de influência, formação de quadrilha, entre outros crimes.

As investigações contaram com apoio da Receita Federal, Controladoria Geral da União e do Banco Central e iniciaram-se em agosto de 2009. Participam da operação desta sexta-feira 60 servidores da Receita e 30 da Controladoria Geral da União.

Outro lado
A assessoria de imprensa do governo do Amapá disse que vai aguardar a Polícia Federal se manifestar oficialmente sobre a operação para comentar a prisão do governador.

Ainda segundo a assessoria, os secretários que foram convocados pela polícia já estão se apresentando para prestar depoimento.

O Diretório Nacional do Partido Progressista (PP) também afirmou que não iria se pronunciar sobre a prisão de Dias sem antes ter "informações detalhadas" do diretório estadual do partido.

Segundo caso
Dias é o segundo governador a ter a prisão decretada pelo STJ neste ano. O primeiro foi José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), que acabou preso preventivamente por 60 dias por conta da tentativa de suborno de uma testemunha do inquérito que resultou na Operação Caixa de Pandora, que investigou um esquema de propinas no Distrito Federal.

Arruda acabou perdendo o mandato por infidelidade partidária por decisão do Tribunal Regional Eleitoral do DF.
------------
fonte UOL
*Com informações da Camila Campanerut, em Brasília, e do Congresso em Foco



quinta-feira, 9 de setembro de 2010

ESTRANGEIROS E NACIONAIS EM ITAITUBA

Itaituba - A relação dos candidatos forasteiros abaixo põe fim a expectativa dos Itaitubenses em terem um Deputado Estadual eleito pelo municipio, ja que esses  estrangeiros recebem apoio  em Itaituba. Somente o Prefeito Vamir Climaco um "noviço rebelde" da política  endossa candidaturas de Josefina, Ozório Juvenil, Skaff e Antonio Rocha.

1- Nélio Aguiar
2- Josefina
3- Megale
4- Bruno Pará
5- Tony do Progresso
6- Ozório juvenil
7- Skaff
8- Antônio Rocha
9- Airton Faleiro

Se pensassem na grandeza do municipiuo de Itaituba e seu povo  os "cá de casa", tambem relacionados abaixo, esqueceriam siglas partidárias, vaidades, frescurites e se uniriam em torno de um só nome para firmarem um propósito de se ter apenas um candidato, com certeza fazer um representante na ALEPA seria garantido, mas como são caprichosos...

1- Dr. Edir (PMDB)
2- Roselito (PR)
3- Hilton Aguiar (PSC)
4- Jandira (PPS)
5- Ireno Brito (PSB)
--------------
A relação de estrangeiros e nacionais extrai do Curto e Grosso um dos blogs que leio sempre quando as noticias não versam sobre Jacareacanga. Te abraço meu super primo, lhe dou 4555 abraços!

Quadrilha rouba dois bancos em São Félix do Xingu

Belém  - Uma quadrilha, com cerca de oito pessoas, assaltou dois bancos em São Felix do Xingu (Sul do Pará), no início da tarde desta quinta-feira(9). Segundo informações da Polícia Militar do município, o assalto começou por volta da 13h40 nas agências do Banco do Brasil e Bradesco. (leia mais)

A FORÇA DO PT EM JACAREACANGA

Jacareacanga - Apesar da generosa distribuição de combustível para a formação de uma carreata que transcorreria as principais ruas da cidade, redundou em total fracasso a ação popular que deveria fazer um grande comicio do PMDB. Cerca de pouco mais de uma dezena de carros  participou da recepção aos capos do "Partidão de Barbalho" no aeroporto e a visita durou praticamente 1/3 de hora por um motivo inusitado: Faltou público para se fazer o comício.

Na verdade ainda não conseguiu-se saber quais foram os politicos que estariam na comitiva, ja que a permanencia do grupo do PMDB  foi muito breve motivada pela decepção  de não se ter público.

Por outro lado, com a presença dos Deputados Estadual e Federal Airton Faleiro e Zé Geraldo, o PT  concentrou na Praça Municipal domingo (5) mais de duas mil pessoas para um comício que iniciou-se com uma grande carreata de iniciativa popular.