RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

domingo, 19 de novembro de 2017

-QUE CULTURA!!!

HERRAR É UMANO


Adepará deve fazer concurso para 50 vagas para fiscalização

A Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) fará em breve um novo concurso público para o preenchimento de 50 vagas distribuídas em cargos nos níveis médio e superior de ensino. O próximo passo para a realização do certame será a escolha da banca organizadora e, para isso, o órgão agendou uma sessão pública de concorrência para o dia 20 de novembro.
Do total de ofertas a serem abertas, 37 ficarão para o cargo de agente de fiscalização agropecuário, que exige certificado de ensino médio emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). As demais ofertas serão para o posto de fiscal estadual agropecuário com formação superior nas áreas de medicina veterinária (10 oportunidades) e agronomia (3).
Os salários iniciais oferecidos pela agência correspondem a R$ 1.446,47 para agente e a R$ 3.385,15 para fiscal. No documento de licitação já consta que os participantes passarão por provas objetivas a serem aplicadas nas cidades de Belém, Santarém, Marabá, Itaituba e Altamira.
Assim que definida a empresa organizadora é que o órgão poderá estabelecer o cronograma do concurso da Adepará contendo as datas de lançamento do edital, do período de inscrições e da aplicação das provas. O último concurso da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará foi em 2009, com 247 vagas. Na ocasião, a banca organizadora foi o Instituto Movens.
(Diário do Pará)

AGONIA DE URUBU

Atacante marca, faz gesto obsceno para companheiro e manda 'tomar no c*'

O vídeo do Twitter está carregando
Em jogo pelo Campeonato Brasileiro da Série A, Flamengo-RJ e Corinthians-SP jogam no Rio de Janeiro. Durante o primeiro tempo, o clube carioca aplicou 3 x 0 no atual campão da competição, mas o que chamou a atenção foi uma discussão entre o zagueiro Rodolpho e o atacante Felipe Vizeu.
A dupla rubro-negra discutiu e chegou a esboçar agressão contra o outro, cabeça com cabeça. Curiosamente, Vizeu marcou um dos gols da vitória parcial do Flamengo e levantou o dedo do meio apontando contra o companheiro, dizendo palavras nada carinhosas.
Apesar do clima carregado, o resultado encaminha a classificação do Flamengo para a Libertadores 2018.
(DOL)

Sumiço de submarino argentino lembra tragédia russa de 2000

Sumiço de submarino argentino lembra tragédia russa de 2000 (Foto: Reprodução/Gaceta Marinera)
O desaparecimento do submarino argentino com 44 tripulantes, cujo último contato aconteceu na quarta (15), evoca uma tragédia ocorrida no ano 2000 na Rússia.
Na época, o submarino nuclear Kursk sofreu uma explosão no seu compartimento de armas e afundou no mar de Barents (oceano Ártico) matando os 118 tripulantes -o caso é até hoje figura entre os piores acidentes subaquáticos do mundo.
O Kursk, então considerado um orgulho e "indestrutível" pelos russos, era equipado com 24 mísseis de cruzeiro Granit. Ele zarpou em 10, naufragou no dia 12 e foi localizado a 108 metros de profundidade na madrugada de 13 agosto. A tragédia aconteceu quatro meses após a posse do presidente Vladimir Putin, que foi muito criticado por não ter interrompido suas férias quando soube do ocorrido.
Dezessete anos depois, o caso ainda é cercado de dúvidas. Uma investigação oficial disse que um torpedo explodiu dentro do submarino, mas não conseguiu descobrir por que isso aconteceu.
Na época, os militares levaram vários dias para divulgar ao público a gravidade do acidente, prolongando a agonia dos parentes das vítimas. Todos os marinheiros morreram, a maioria por asfixia. Como se soube graças a um bilhete deixado pelo tripulante Dmitri Kolesnikov, 23 pessoas ainda sobreviveram por várias horas após a explosão.
"13h15. Todo o pessoal dos compartimentos seis, sete e oito passou para o nove. Somos 23. Tomamos esta decisão por causa do acidente. Ninguém pode subir", diz o texto do bilhete, sem precisar se a palavra subir se referia à superfície ou simplesmente a um nível superior do submarino.
Em seguida, com uma letra pouco legível, estão assinaladas as cifras "13, 5" e a menção "escrevo por tato", o que entendeu-se que os marinheiros estavam na mais completa escuridão.
O governo russo passou mais de uma semana tentando uma operação para resgatar os tripulantes do submarino. Temia-se um acidente parecido com o de Chernobyl por se tratar de um submarino nuclear. Diversos países ofereceram ajuda que a Rússia foi reticente em aceitar já que a embarcação continha tecnologia e segredos militares.
A indecisão e a demora deixaram uma imagem de "incompetência" das autoridades, segundo relatos da imprensa na época.
Nas buscas, o governo identificou 115 tripulantes, mas três corpos foram considerados irrecuperáveis.
RESGATE
O submarino Kursk, que possuía 154 metros de comprimento e quase 20 mil toneladas de peso, foi içado em outubro de 2001, mais de um ano depois de seu naufrágio. A retirada da embarcação do fundo do mar durou pouco mais de 15 horas e foi feita pela companhia holandesa Mammoet.
Após o ocorrido, o então procurador-geral da Rússia, Vladimir Ustinov, publicou um livro, intitulado "Kursk" com a versão oficial da tragédia.
Um filme com a história do Kursk começou a ser rodado no começo do ano, mas ainda não há previsão de lançamento. O longa é dirigido por Thomas Vinterberg e conta com Matthias Schoenaerts, Colin Firth e Léa Seydoux no elenco.
OUTROS ACIDENTES COM SUBMARINOS RUSSOS
Julho de 1961 - O capitão e sete membros da tripulação morreram quando radiação vazou do primeiro submarino nuclear da União Soviética. Um tubo do sistema de controle dos dois reatores havia se rompido.
8-10 de março de 1968 - O submarino soviético do tipo Golf II (a classificação é da Otan - Organização do Tratado do Atlântico Norte), a diesel, que carregava três mísseis do tipo SS-N-5, afundou no Pacífico. O submarino K-219 também poderia estar carregando dois torpedos nucleares.
12 de abril de 1970 - O submarino nuclear Novembro afundou no Oceano Atlântico, próximo à Espanha. O submarino k-8 estava equipado de dois reatores nucleares e carregava dois torpedos.
8 de setembro de 1977 - O submarino Delta 1 bateu acidentalmente num ogiva de míssil na península de Kamchatka, no nordeste do país.
10 de agosto de 1985 - Uma explosão devastou a Shkotovo 22, uma plataforma de consertos de navios e serviços de abastecimento nuclear da Marinha soviética. Dez pessoas morreram. Muitas morreram depois, por terem ficado expostas à radiação.
6 de outubro de 1986 - O submarino nuclear Yankee, que carregava 16 mísseis SS-N, cada um com duas ogivas, além de dois torpedos nucleares, naufragou a cerca de 1.000 quilômetros ao nordeste das Bermudas.
7 de abril de 1989 - O submarino nuclear Mike afundou no norte da Noruega, matando 42 pessoas depois de um incêndio a bordo. O Komsomolets estava carregando dois torpedos nucleares.
27 de setembro de 1991 - Durante exercícios de treinamento a bordo do submarino Typhoon no mar Branco (norte do país), um míssil errou o alvo. O submarino, armado com mísseis nucleares e torpedos, retornou à base com segurança.
20 de março de 1993 - O submarino nuclear Delta 3, que carregava mísseis balísticos e operava no mar Barents (norte do país), foi atingido pelo submarino nuclear norte-americano Grayling. Ambos voltaram para as suas bases.
Fonte: FolhaPress

INVERSÃO DE VALORES OU DESVIO DE CONDUTA

Investigador Jassil Paranatinga e o escrivão Juscelino Oliveira Ribeiro tiveram suas condutas apuradas por Processo Administrativo Disciplinar (PAD).
Investigador Jassil Paranatinga
No ano passado foi publicada no Diário Oficial do Estado nº 33188, a Portaria nº 016/2016-DGPC/PAD, de 18 de julho de 2016, em que o Delegado Geral da Polícia Civil do Pará, Dr. Rilmar Firmino de Sousa, determinou a instauração de Processo Administrativo Disciplinar para apurar o suposto crime praticado pelos servidores Juscelino Oliveira Ribeiro (escrivão de Polícia Civil) e Jassil Paranatinga Filho (Investigador de Polícia Civil).ACUSAÇÃO: Segundo o inquérito policial instaurado na Corregedoria da 12ª RISP Baixo Amazonas, os agentes da Polícia Civil estão sendo acusados da prática de crimes previstos nos artigos 316 e 347 do Código Penal Brasileiro, que juntos prevêem prisão/detenção que vão de três meses a doze anos, além de multa. Constatado o ilícito administrativo atribuído aos servidores em questão, os mesmos também podem perder o cargo público.
O CRIME: De acordo com a denúncia que chegou até a Corregedoria de Polícia Civil, os servidores Juscelino Oliveira Ribeiro e Jassil Paranatinga Filho teriam prendido e conduzido até o prédio da UIPP Nova República, a senhora Cladilva Maria Oliveira de Sousa, sem que fosse instaurado o respectivo procedimento policial, ocasião em que teriam exigido e recebido certa importância em dinheiro em troca de sua liberdade. 
Ela disse pro Corregedor da Polícia Civil, delegado Elinelson de Oliveira Silva: “Prefiro ficar presa de que ficar sendo extorquida”.
APURAÇÃO: Na portaria, fica estabelecida a indicação de membros que farão parte da Comissão Processante que efetivará o PAD. A comissão tem o prazo de sessenta dias, a partir da publicação da portaria, para apurar as acusações citadas na denúncia contra os servidores, assegurando-lhes os princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa.
A possível vítima de extorsão juntamente com seus familiares também acionou o Ministério Público Estadual, que está acompanhando o caso.

Acompanhe a íntegra do decreto:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARÁ EM EXERCÍCIO, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo art.135, incisos III e XX, in fi ne, da Constituição Estadual, e Considerando a conclusão do Processo Administrativo Disciplinar,
instaurado pela Portaria nº. 016/2016-DGPC/PAD, de 18 de julho de 2016, publicada no DOE nº. 33.188, de 10 de agosto de 2016;

Considerando as informações constantes no Processo nº. 2017/239289;
Considerando os termos do Parecer nº. 393/2017 da Procuradoria-Geral do Estado,

R E S O L V E:
Art. 1º Demitir os servidores JUSCELINO OLIVEIRA RIBEIRO (matrícula nº. 54183815/1) e JASSIL PARATININGA FILHO (matrícula nº. 5853400/1) dos cargos efetivos de Escrivão e Investigador de Polícia Civil, respectivamente, lotados na Polícia
Civil do Estado do Pará – PCPA, com fulcro no art. 74, incisos VII, XIII, XXV e XXXIX c/c o art. 81, inciso XIII, ambos da Lei Complementar Estadual nº. 022, de 15 de março de 1994.
Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO DO GOVERNO, 16 DE NOVEMBRO DE 2017.
JOSÉ DA CRUZ MARINHO
Governador do Estado em exercício


Entenda o caso
Assim como em todo segmento profissional, que existem os maus e bons trabalhadores, nos órgãos de segurança pública não é diferente. Porém, choca a sociedade, que entre uma grande maioria de policiais que arriscam a sua vida diariamente em defesa da população, existe uma minoria que é desonesta e corrupta, que não perde a oportunidade para obter vantagens ilícitas.

CASO SEMELHANTE: Em abril deste ano, a Justiça do Pará decretou a prisão e o afastamento de policiais civis acusados de concussão, extorsão e abuso de autoridade no município de Paragominas, no sudeste do Pará. Quatro policiais estavam envolvidos no caso e foram denunciados pelo Ministério Público do Pará (MPPA) após investigação.
O Investigador da Polícia Civil Alessandro Diniz do Espírito Santo teve a prisão decretada e cumprida. A justiça decretou, ainda, o afastamento do Delegado Jivago Freitas Ferreira e do investigador Rildo Augusto Mendes Chada, além da limitação da atuação do investigador Clayton Pereira Vilanova. 

A Polícia Civil informou que vai cumprir as decisões judiciais.
De acordo com o MPPA, a denúncia ocorreu após uma visita carcerária na 13ª Seccional de polícia de Paragominas, em que foram encontradas três pessoas presas ilegalmente por quase 24 horas, sem mandado judicial e por crimes de natureza ambiental, para os quais não caberia a detenção e seriam afiançáveis, em caso de flagrante.
Os presos foram imediatamente colocados em liberdade e relataram à Promotoria de Justiça que três deles haviam sido presos na noite anterior, após uma invasão de policiais civis na propriedade de uma das vítimas, sob a justificativa de que lá estavam praticando crime ambiental, de acordo com denúncia anônima.
Ainda segundo o relato, os policiais solicitaram que os detidos chamassem o dono da propriedade para fazerem um “acerto” antes de chegarem à delegacia, e evitar a prisão. Um dos detidos fez o contato e os policiais exigiram a quantia de R$ 50 mil da quarta vítima, para não realizarem as prisões e nem apreenderem o maquinário da fazenda.
Como o pagamento não foi realizado, os três foram presos e a quarta vítima foi até a delegacia na presença de sua advogada, mas também foi preso a mando do delegado, que ainda manteve a prisão dos três funcionários. As quatro vítimas ficaram presas até o início da tarde do dia seguinte, quando a Promotoria de Justiça constatou a ilegalidade durante a visita carcerária.

Blog do Xarope com informações da Folha do Progresso.
Título RP

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Reforma Trabalhista entra em vigor no sábado. O que muda?

Reforma Trabalhista entra em vigor no sábado. O que muda? (Foto: Divulgação)
Depois de 120 dias da sanção presidencial, a reforma trabalhista passa a valer no sábado (11). O período, em tese, serviria para que empregados e empregadores ficassem a par do texto da lei e também para que ajustes fossem feitos pelo presidente Michel Temer, por meio de medidas provisórias.
Possui dúvidas sobre as mudanças? Saiba mais:
- CONTRATAÇÃO E ACORDOS TRABALHISTAS
Como fica a contração de empregados?
A regra é a mesma: todos que prestam serviço não eventual mediante salário são considerados empregados. A diferença é que os profissionais autônomos não serão considerados empregados.
Como fica a relação de um funcionário com as demais empresas que pertencem ao mesmo grupo que o contratou?
As empresas do grupo podem ter responsabilidade solidária sobre o empregado, mas as outras empresas dos sócios ficarão protegidas.

LEIA MAIS...

Quer ser policial? Vem aí 23 mil vagas e salários de até R$ 22 mil


Quer ser policial? Vem aí 23 mil vagas e salários de até R$ 22 mil  (Foto: Divulgação)
Se você deseja ingressar em um órgão policial, saiba que várias instituições programam a realização de concurso público em diversos cargos nos níveis médio e superior. Há uma previsão de que sejam lançadas pelo menos 23.159 vagas distribuídas entre todos os Estados do Brasil. 

A maior remuneração corresponde a R$ 22.102,37 e é oferecida aos postos de perito e delegado da Polícia Federal. A maior parte dos certames já está autorizada e em fase de escolha da comissão ou da banca, mas outros dependem de aval do governante.

No Pará, o próximo concurso público da Polícia Civil visará a selecionar 11 profissionais nos cargos de técnico em gestão pública - assistente social (9), técnico em gestão pública - contador (1) e técnico em gestão de informática - engenharia de sistemas (1).

Todas as funções são de nível superior com salário inicial de R$ 2.727,54. No momento, o órgão está em fase de licitação para escolha da organizadora. O processo será aberto no próximo dia 4 de dezembro. Em 2016, a Polícia Civil do Pará abriu processo seletivo com 650 vagas para carreiras de nível superior, sendo 150 para delegado, 300 para investigador, 180 para escrivão e 20 para papiloscopista.

POLÍCIA FEDERAL

Já a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) pede que sejam abertas 2.778 vagas. Todas as oportunidades solicitadas são para o cargo de policial rodoviário. A exigência é de nível superior, com remuneração inicial de R$ 9,4 mil

(Jornal dos Concursos)

domingo, 5 de novembro de 2017

-QUE CULTURA!!!

HERRAR É UMANO

Criança de 6 anos usa espingarda, atira acidentalmente e mata bebê de 1 ano

Criança de 6 anos usa espingarda, atira acidentalmente e mata bebê de 1 ano (Foto: Divulgação)
No último sábado (04), um bebê de apenas 1 ano morreu após se baleado acidentalmente por uma criança de 6 anos. Ela estava com uma espingarda. O caso ocorreu em Nova Viçosa, interior da Bahia.
A menina Thaila Moraes estava com a irmã na casa da vizinha quando foi atingida no rosto. Ela foi socorrida para uma clínica municipal, mas não resistiu aos ferimentos.
Ainda não se sabe como o menino de 6 anos teve acesso à espingarda. A família de Thaila acredita que a arma pertença a um adolescente que também mora na residência.

Mulher de Joesley Batista reaparece e fala em 'justiça divina'

Mulher de Joesley Batista reaparece e fala em 'justiça divina' (Foto: Divulgação/Instagram)
Depois de se ausentar desde maio desse ano, a apresentadora e jornalista Ticiana Villas Boas reapareceu nas mídias sociais. Com uma publicação feita ontem (4) em sua página no instagram, ela fez um breve desabafo:
“Somos tão pequenos diante da natureza. Mas somos parte dela e de Deus. Acredito na força e justiça divinas. Acredito no poder do tempo, que é o senhor da razão . Passei os últimos 6 meses me apegando a isso e a Deus. Essa semana estou caminhando por um lugar muito especial, na minha terra, com amigos do coração . Lugar onde passei boa parte da minha infância e adolescência, que sempre me revigorou e acolheu. Conectada com a natureza estou ganhando forças para voltar a viver e lutar. 🙏🏽 #chapadadiamantina #Bahia”
Em nota sobre o afastamento do SBT na época, Ticiana revelou que precisava cuidar da família e que foi uma decisão “dura e difícil” por conta dos 16 anos de carreira. Por esse motivo, ela não apresentou a terceira temporada do programa de culinária da emissora, “Bake Off Brasil”.
Na época, por conta da delação feita pelo marido, Joesley Batista, a apresentadora sofreu ataques na web. Na delação, ele afirmou que o presidente Michel Temer (PMDB) sabia que ele pagava uma “mesada” para manter em silêncio o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) e o operador Lúcio Funaro.
Também segundo informações, Ticiana foi vista se reunindo com advogados do marido em outubro, depois da divulgação de diálogos entre Joesley e Ricardo Saud, da JBS, nos quais ele dizia que queria sair com outras mulheres.

Incorporação do Banco da Amazônia ao Banco do Brasil


Presente nos 9 Estados da Amazônia Legal, o Banco da Amazônia, em seus 75 anos de existência, consagrou-se como principal agente de fomento do Governo Federal na região. É a maior instituição financeira da Amazônia, presente em todos os Estados, facilitando a vida de produtores que necessitam de crédito. No entanto, se depender da Fundação Getúlio Vargas, que montou o Observatório das Estatais, todo esse patrimônio da população amazônica pode se diluir e ir para o burocrático Banco do Brasil.

Levantamento detalhado em elaboração na Fundação indica que, das 151 empresas estatais controladas pelo Governo Federal, pelo menos a metade poderia ser privatizada, cinco incorporadas e três terem as suas funções reduzidas. O Banco da Amazônia e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) aparecem no estudo como passíveis de serem incorporados ao Banco do Brasil.Apesar de não ter sido oficializado por nenhuma autoridade do Governo, a possível extinção do Banco da Amazônia e do BNB já toma conta de conversas de corredores e bastidores no Congresso Nacional.

OBSERVATÓRIO: O estudo da Fundação Getúlio Vargas vem sendo conduzido pelo Observatório das Estatais, montado há um ano sob a coordenação dos economistas Márcio Holland e Valdir Simão, ex-ministro do Planejamento, que, apesar de acharem que a privatização está no rumo certo, não pode ter como justificativa principal resolver problemas de caixa do Governo.O levantamento da FGV envolve estatais dependentes do Tesouro Nacional, não dependentes e subsidiárias. Entre as empresas dependentes do Tesouro que podem ser privatizadas está a Companhia de Desenvolvimento dos Vales São Francisco e do Paraíba (Codevasp), importantes instrumentos de desenvolvimento da região nordestina. (Com informações do Diário do Pará) Via O MOcorongo

sábado, 4 de novembro de 2017

Vítima é assassinada a mando de companheiro que está preso. Crime foi filmado!

Vítima é assassinada a mando de companheiro que está preso. Crime foi filmado!  (Foto: Arquivo Pessoal)
O apelo da mãe é dramático. Ela quer pelo menos dar um enterro digno para a filha Débora Cristina Silva dos Santos, de 25 anos, desaparecida deste o último domingo (29) da casa onde morava por determinação do companheiro que se encontra preso no Centro de Recuperação Penitenciário I, em Americano, em Santa Isabel, Região Metropolitana de Belém. 
A história de Débora Cristina foi contada ao DIÁRIO com detalhes pela família. A vítima deixou o marido e dois filhos pequenos depois que conheceu, no presídio, um homem conhecido como "Defax", ao ir com uma amiga visitar o companheiro desta. "Depois que ela foi com esta amiga, a vida dela mudou. Ela deixou o conforto da casa e foi morar por determinação dele em um barraco às margens de um igarapé, sem luz elétrica e condições dignas, no bairro do Tenoné", contou a mãe Dinalva Santos.
Segundo testemunhas, Débora saiu de casa depois que recebeu um telefonema do companheiro para se encontrar com um homem em Icoaraci. Na terça-feira (31), a família recebeu um vídeo que mostra a vítima amarrada e com marcas de tiro na cabeça. No vídeo, é possível ouvir o assassino explicando o motivo do crime. "Tá aí, oh. Esta aí caiu, 'tirou' o irmão. Isso vai servir de exemplo para outras mulheres porque a punição é isto aí".
Débora foi assassinada devido a uma suspeita de que ela estava traindo o companheiro preso com outro homem. A vítima aparece ensanguentada e agonizando, mas o DOL optou por desfocar as imagens, pois são fortes:
https://youtu.be/TMpwfnO12NM
CRIME NA CADEIA
Este é mais um caso com a marca de criminosos que comandam o crime de dentro da cadeia. Debora foi amarrada, morta, filmada e teve o corpo escondido. O homem suspeito de tê-la matado, identificado como "Karpa", foragido do Sistema Penal, foi visto fugindo para o interior do Estado.
"Karpa" é suspeito de cometer o crime. (Foto: divulgação)
A mãe da vítima contou que tomou conhecimento do que houve com a filha e quer apenas que os criminosos mostrem onde está o corpo, para que ela tenha um enterro digno. "O que a família quer é poder enterrar nossa filha. Se alguém tem uma pista sobre onde jogaram ou enterraram, que avise da polícia", suplicou a mãe.
O caso foi registrado na Seccional Urbana de Icoaraci, na noite da última segunda-feira (30), como homicídio qualificado e vem sendo investigado. O caso de Debora Cristina se junta a outros dois casos de mulheres que foram assassinadas e tiveram as mortes filmadas e divulgadas nas redes sociais.
(Com informações de J.R.Avelar/Diário do Pará)

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Garimpeiros se reúnem com representantes do Ibama e MPF no Pará

Garimpeiros de Tucumã, Ourilândia do Norte e São Félix do Xingu, no sudeste do Pará, se reuniram na última terça-feira (31) com representantes do Ibama e do Ministério Público Federal, em Belém.
O grupo é o mesmo que interditou por mais de 80 horas a PA-279, na semana passada. O protesto foi contra a ação do Ibama que queimou equipamentos dos garimpeiros que atuavam irregularmente na Terra Indígena Kaiapó.
Na reunião ficou sinalizado que o grupo tem interesse de sair da área, mas pede que seja dada uma resposta para 12 mil garimpeiros, agora desempregados. Uma das propostas é que sejam cedidas para a lavra áreas atualmente sob a responsabilidade de grandes mineradoras, mas que estão sem uso.
O Ministério Público Federal se comprometeu a encaminhar aos procuradores da república em Redenção o que foi apresentado no encontro de Belém.

Mãe do atual prefeito de Tucuruí segue para presídio feminino

Mãe do atual prefeito de Tucuruí segue para presídio feminino (Foto: Divulgação)
Presa na segunda-feira (30), acusada de ser a mandante do assassinato do prefeito de Tucuruí Jones William, Josenilde Brito, mãe do atual prefeito do município, deverá dar entrada nesta terça-feira (31) no Centro Recuperação Feminino (CRF), no bairro do Coqueiro, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém.

Mãe de Arthur Brito, que era o vice-prefeito de Tucuruí e assumiu o cargo em julho, após a morte de Jones, Josenilde, conhecida como Josy, foi presa durante uma operação realizada pela Polícia Civil, que ainda intimou a depor o próprio prefeito, o irmão dele e vereador Lucas Brito e outras pessoas ligadas à família, como amigos e empregados.

Josy foi presa no cumprimento de um mandado de prisão temporária e deverá permanecer detida por 30 dias, podendo o prazo ser ampliado para mais 30, caso a Justiça determine. As investigações para apurar a morte de Jones continuam.
RELEMBRE O CASO

O prefeito Jones William foi executado a tiros no dia 25 de julho deste ano, enquanto visitava uma obra no bairro Cristo Vive. Dois homens em uma motocicleta fizeram uma emboscada e dispararam cinco vezes contra o prefeito, que chegou a ser encaminhado ao hospital, mas acabou morrendo.

suspeito de disparar contra o prefeito, Bruno Marcos, foi preso em setembro, ao tentar deixar Belém pelo Aeroporto Internacional. Na última semana, outro suspeito de envolvimento, apontado como o condutor da moto que levava o atirador, também foi preso.
Prisões
Após a operação, quatro homens suspeitos de envolvimento na morte do prefeito estão detidos, Genivaldo Farias de Oliveira, Marlon Frank e Paulo Ricardo Vieira que estavam com o mandado de prisão expedido.
O quarto preso foi identificado pelo nome de Cleiton. Segundo a imprensa local, o homem foi pego quando tentava fugir da cidade.
A polícia não confirmou se ele estava tentando fugir por ter mandado expedido ou estaria na fila para depor coercitivamente.

(Com informações do Diário do Pará)

Piratas estupram passageira e sequestram família americana a bordo de balsa no Marajó

Piratas estupram passageira e sequestram família americana a bordo de balsa no Marajó (Foto: Via WhatsApp)
Por volta de 17h do último domingo (29), uma balsa e um empurrador foram assaltados por piratas no Rio Furo Grande, próximo a Breves, Ilha do Marajó.
Segundo relato das vítimas, vários homens fortemente armados atracaram no empurrador da balsa, mantiveram os tripulantes de refém durante horas. Parte da carga foi roubada e uma passageira americana que estava abordo teria sido estuprada.
O seu companheiro também estava na embarcação. Os dois não foram mais vistos após terem sido mantidos reféns e levados para uma área de mata na localidade.
Na madrugada da última segunda-feira (30), parte da carga foi encontrada na mata, mas nenhum dos piratas foi identificado ainda. O casal segue desaparecido.
A reportagem do DOL entrou em contato com a Segup para saber como estão as investigações e buscas pelos estrangeiros.
(DOL)

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

VITIMISMO EXAGERADO DE UM GATUNO

Lula responsabiliza agentes da Lava Jato pela morte de Marisa Letícia
Lula responsabiliza agentes da Lava Jato pela morte de Marisa Letícia (Foto: Reprodução)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva responsabilizou, nesta quarta-feira (25), os agentes da operação Lava-Jato pela morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia, ocorrida em fevereiro. 

Sobre um carro de som, cercado por apoiadores -sendo muitas senhoras-, Lula repetiu esse discurso no Vale do Jequitinhonha, em seu terceiro dia de caravana pelo interior de Minas Gerais.

Em Padre Paraíso, Lula afirmou ter certeza de que a "razão de apressar a morte dela foi esse sofrimento" causado pela operação Lava Jato. 

Na vizinha Itaobim, reafirmou: "Revistaram a minha casa. São responsáveis pela morte da minha mulher. Não tenho direito de ficar com raiva. Vou vencê-los com esse meu jeitinho tranquilo, de homem maduro". 

Sob intenso calor, Lula -que completa 72 anos nesta sexta-feira (27)- parou em cinco cidades em um percurso de pouco menos de 200 quilômetros, onde fez breves discursos. Em todos, criticou os ajustes praticados por Temer e prometeu dias melhores, caso seja eleito presidente. 

Em Itinga, visitou a ponte construída em seu governo e entrevistou sobre um carro de som um balseiro, cuja história tem relatado ao longo da caravana. 

Nos palanques, Lula conta que Geraldo Viera de Souza tinha um calombo provocado pelo esforço de condução das balsas. 

Hoje, soube que Geraldo está aposentado. Após a conversa com o balseiro, Lula afirmou que voltará após as eleições para "mudar a história do país outra vez". 
Em Itaobim, Lula foi recebido pelo prefeito tucano, Charles Vieira, que não quis comentar sua presença. "Meu partido é o PI, partido de Itinga", limitou-se. 

Na cidade, foi hostilizado por simpatizantes de Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que foram afastados pela PM. 

Por duas vezes, o "mestre de cerimônia" pediu que puxassem parabéns para Lula afirmando que seu aniversário é nesta quinta-feira. Mas Lula aniversaria na sexta-feira. Ele pediu que não haja comemoração devido à morte da mulher.
Fonte: FolhaPress
Titulo RP

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Ministério Público abre inscrição para estagiários do curso de Direito

Terão início no dia 30 de outubro e seguirão até o dia 10 de novembro as inscrições para formação de cadastro reserva excepcional de estagiários do curso de Direito, visando ao preenchimento de vagas nas Promotorias de Justiça que compõem a Região Administrativa Nordeste II, que engloba os municípios de Capanema, Bragança, Bonito, Nova Timboteua, Peixe-Boi, Salinópolis, São Miguel do Guamá e Santa Luzia do Pará.
O processo seletivo é feito pela Procuradoria-Geral de Justiça e o período de estágio não excederá os 2 (dois) anos, exceto quando se tratar de estagiário na condição de pessoa com deficiência (PcD).
A jornada de estágio será de 4 horas diárias, durante 5 dias, compatíveis com os horários escolar e de expediente do Ministério Público Estadual. O valor atual da bolsa de estágio é de R$ 645,50 e do auxílio transporte, de R$ 105,60.
Requisitos
- O candidato deve estar regularmente matriculado e frequentando os 3 (três) últimos anos, ou semestre equivalente, do curso referido o subitem em instituição de ensino superior conveniada com o Ministério Público do Estado do Pará
- No ato de inscrição deverá constar a média geral ou o coefi ciente de rendimento total do candidato, que será comprovado por intermédio do histórico ou documento que contenha expressamente tal informação, fornecido pela instituição de ensino superior, a ser anexado em campo próprio
- O preenchimento da média geral, que não poderá ser inferior a 7,0 (sete), e do semestre é de responsabilidade do aluno, condicionado à confirmação por documento fornecido pela instituição de ensino superior e anexado no ato de inscrição
Inscrição
A inscrição do candidato deverá ser feita pelo site do Ministério Público do Estado do Pará. Não será aceita a inscrição de acadêmico que esteja cursando o último semestre do curso objeto do presente Edital no segundo semestre letivo de 2017.
O candidato que concorrer a uma vaga na condição de pessoa com defi ciência (PcD) deverá encaminhar ao Departamento de Recursos Humanos do Ministério Público, localizado na Rua João Diogo, nº 100, Bairro da Cidade Velha, Belém - Pará, CEP 66015- 160, em até 2 (dois) dias úteis após o encerramento das inscrições, laudo médico que ateste a espécie e o grau ou nível da defi ciência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID), bem como a provável causa da defi ciência, acompanhado do comprovante de inscrição.
Para mais informações sobre o Edital, acesse o Diário Oficial desta quarta-feira (25).
(DOL)

Médico acusado de estupro em Santarém é condenado a 22 anos de prisão

Médico acusado de estupro em Santarém é condenado a 22 anos de prisão (Foto: Via/WhatsApp)
O médico Álvaro Magalhães Cardoso, acusado de prática de estupro contra uma criança, foi condenado a 22 anos de prisão. A sentença do julgamento foi dada pelo juiz Alexandre Rizi, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Santarém na manhã desta quarta-feira (25).
Na decisão, além do médico, foram condenadas Odete Friss Heberte e Darliane Silva dos Santos, ambas a 14 anos e 2 meses de prisão em regime fechado. Odete, inclusive, é a mãe da menina vítima da ação do médico.
As prisões ocorreram durante a operação "Anjo da Guarda" deflagrada no mês de julho.
Para a condenação, o juiz analisou como provas fotos e vídeos.
Álvaro cumprirá a partir de hoje a pena, em regime fechado, na penitenciária do Coqueiro Região Metropolitana de Belém (RMB).
Já as duas mulheres permanecerão presas na penitenciária Agrícola de Cucurunã, localidade de Santarém.
(Com informações da RBATV/Santarém)

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Motorista passa mal, caminhão tomba e 'carona' morre na hora

Motorista passa mal, caminhão tomba e 'carona' morre na hora (Foto: Via WhatsApp)
Na manhã desta terça-feira (24), um caminhão que transportava areia tombou no quilômetro 3 da estrada que liga os municípios de São Miguel do Guamá e Irituia, nordeste paraense.
O motorista passou mal ao volante e perdeu o controle do veículo.
No acidente, o condutor ficou bastante ferido e foi levado a um hospital da região. Já um homem que estava no "carona", identificado como "Neguinho", foi lançado para fora da carreta, quebrou o pescoço e morreu ainda no local.
"Neguinho" era amigo do condutor e pegou uma carona no caminhão a partir do quilômetro 14, onde ele tinha um bar. 
(Com informações de Esmael Teixeira)

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Mulher mata amiga com 32 facadas porque ela maltratou bebê

Uma mulher matou outra com 32 facadas na manhã do último domingo (16) em uma comunidade rural do Furo das Marinhas, em Mosqueiro. O corpo da vítima, que só foi descoberto nesta segunda-feira (16) no km 15 da PA-391, foi identificado como Paula Fernandes Filgueiras, de 20 anos. Com quem a autora do crime, Fabiane da Silva, também de 20 anos, vivia junto em um barracão.
De acordo com informações, o crime foi motivado porque a vítima teria maltratado o filho de 11 meses da acusada, enquanto esta fazia compras.
Fabiane foi levada para a seccional urbana de Mosqueiro. Ela confessou que teve ajuda para executar a ação e insinuou também que matou a mulher por conta de ciúmes.
A Polícia Militar foi procurada pela família da acusada, que foi presa e disse onde enterrou o corpo. "Nós fomos até o local e localizamos o corpo que estava insepulto, aparecendo os pés. Comunicamos o Corpo de Bombeiros, que fez a retirada até este local para o trabalho da perícia", explica o cabo Vilhena do 25º BPM de Mosqueiro.
As peritas Carolina Tavares e Creuza Ferreira do Instituto de Criminalística confirmaram pelo menos 32 facadas no corpo de Paula. "As perfurações são típicas de uma faca afiada de grande porte", explica Tavares.
Depois de prestar depoimentos e ser levada ao IML para exames, Fabiane foi encaminhada para o Centro de Recuperação Feminino no Coqueiro.
(Com informações do JR Avelar/Diário do Pará)