RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Ex-vice-prefeito é morto com tiro na nuca em cidade do Pará

Ex-vice-prefeito é morto com tiro na nuca em cidade do Pará (Foto: Divulgação)
O ex vice-prefeito do município de Nova Ipixuna, localizado na região sudeste paraense, Adão Lima de Jesus, o "Adãozinho", foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (6) na casa em que morava. O homem foi encontrado com um tiro na nuca.
A Polícia Civil já deu início às investigações.
"Estamos na fase inicial de investigação, a cena do crime vai dizer muito, a perícia está sendo aguardada no local e as equipes já estão trabalhando", disse o delegado Marcelo Delgado, responsável pelo caso.
Não há informações sobre o que teria motivado a execução.
VIDA POLÍTICA
Adãozinho foi vice-prefeito de Nova Ipixuna entre os anos de 2001 a 2008 em dois mandatos consecutivos chefiados por José Pereira de Almeida, o "Zezão", representante da chapa.
Em entrevista, o ex-prefeito se disse surpreso com o ocorrido e sem entender a morte de uma pessoa sem inimigos.
Zezão mencionou que Adãozinho foi visto com duas mulheres na noite de terça-feira (5). Informações estas que devem ajudar nas investigações.
O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Marabá onde passou por perícia.
(Com informações de Michel Garcia/Diário do Pará)

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

...E VIVA A SACANAGEM!!!

Resultado de imagem para LULA LADRÃO CHARGES
Um sujeito que tem em seu currículo, 12 inquéritos na justiça, já virou réu em 6, e tem uma condenação, mesmo assim 35% povo o querem de volta, isso mostra o quanto a nossa cultura é assimilada com a corrupção, porque uma vez que os quase 300 envolvidos na lava jato, estão no poder, foi porque alguém votou neles, enquanto o Brasileiro não se curar da mente, e aprender a votar, o Brasil vai despencando ladeira abaixo!.

EUA e Coreia do Sul contrariam Pyongyang e iniciam exercício militar



Os Estados Unidos e a Coreia do Sul iniciaram nesta segunda-feira (4) um exercício militar conjunto com a participação de milhares de militares, em um ato que a Coreia do Norte disse deixar a região "à beira de uma guerra nuclear". 
A China e a Rússia pediram para que a ação, que acontece todos os anos, fosse cancelada, mas Seul e Washington decidiram manter o exercício, que contará com 230 aeronaves e mais de 12 mil militares americanos. 
A ação acontece menos de uma semana depois de um novo teste de um míssil norte-coreano, feito na última quarta-feira (29). 
O exercício seguirá até a próxima sexta-feira (8). Pequim tinha sugerido o fim dos exercícios militares entre americanos e sul-coreanos em troca do fim dos testes por Pyongyang, mas a proposta não foi aceita por nenhum dos lados. 
Durante o fim de semana, o jornal estatal norte-coreano criticou as manobras. "É uma provocação aberta, em todos os níveis, contra a Coreia do Norte, e deixa a região à beira de uma guerra nuclear", afirmou a publicação. 
"Os belicistas americanos e sua marionete sul-coreana fariam bem em recordar que seu exercício militar dirigido contra a Coreia do Norte será tão estúpido como um ato que precipita sua autodestruição", completou. 
O ministério norte-coreano das Relações Exteriores acusou no sábado (2) o governo de Donald Trump de "querer a guerra nuclear a qualquer preço" com a simulação. 

GUERRA PREVENTIVA 

No domingo (3) o senador republicano Lindsey Graham abriu a possibilidade de uma guerra preventiva contra a ditadura de Kim Jong-un. 
"Se acontecer um teste nuclear subterrâneo, será necessário estar preparado para uma resposta muito séria dos Estados Unidos", disse o congressista em uma entrevista à rede de TV CBS. 
Ele defendeu ainda que a Casa Branca aconselhe que os americanos deixem a Coreia do Sul. 
As palavras de Graham foram um complemento às declarações de sábado do assessor de Segurança Nacional de Donald Trump, o general HR McMaster, que durante um fórum sobre defesa afirmou que a probabilidade de uma guerra com a Coreia do Norte "aumenta a cada dia". 
O regime norte-coreano realizou seis testes nucleares desde 2006, o mais recente deles em setembro. 
A Coreia do Norte lançou na quarta-feira passada (29) um novo tipo de míssil Hwasong 15, que pode atingir todo o território continental dos Estados Unidos. 
Segundo o ditador norte-coreano Kim Jong-un, com o teste o país alcançou o objetivo de tornar-se um Estado nuclear de pleno direito. 
Os analistas consideraram que o mais recente teste mostra o avanço de Pyongyang na tecnologia militar, mas afirmaram que era muito provável que para o teste o país utilizou uma ogiva leve e que com uma ogiva nuclear mais pesada o míssil teria dificuldades para chegar tão longe. 
Também demonstraram ceticismo a respeito da capacidade da Coreia do Norte de preservar a sobrevivência das ogivas em sua reentrada na atmosfera.
Fonte: FolhaPress

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

-QUE CULTURA!!!

HERRAR É UMANO

Homem queima seios e ânus de esposa em Manaus

Homem queima seios e ânus de esposa em Manaus (Foto: Portal A Crítica)
Uma mulher de 20 anos foi vítima de tortura e tentativa de feminicídio cometida pelo marido dela na noite da última segunda-feira (27), dentro da casa onde moravam, no bairro Compensa 1, Zona Oeste de Manaus. Ela teve as partes íntimas queimadas com isqueiro e os cabelos raspados com faca.
Conforme registro da Polícia Militar, o suspeito usou um isqueiro para causar queimaduras nos seios, ânus, pés e braços da vítima. Os cabelos foram cortados com faca. Além disso, a vítima também sofreu arranhões pelo corpo feitos com garfo.
Após ser agredida e torturada, a mulher foi socorrida e levada a um hospital. Na manhã desta terça-feira (28) ela recebeu alta médica. O suspeito do crime fugiu.
(Com informações do portal A Crítica)

Duciomar Costa é preso pela Polícia Federal acusado comandar organização criminosa

Resultado de imagem para Duciomar costa é preso em Belém
O ex-senador pelo Pará e ex-prefeito de Belém Duciomar Gomes da Costa (PTB), conhecido como "Dudu", foi preso nesta sexta-feira (1º) pela PF (Polícia Federal). Costa é suspeito de comandar uma organização criminosa que teria causado danos de R$ 400 milhões à administração municipal, segundo a força-tarefa formada pela PF junto com o MPF (Ministério Público Federal). A operação, chamada "Forte do Castelo", mira fraude em licitações e desvios de recursos públicos, em um esquema que envolvia "pessoas, cujos vínculos profissionais, familiares e pessoais orbitam em torno de ex-prefeito", diz a PF. Costa, que foi senador entre 2003 e 2004, comandou a capital paraense entre 2005 e 201.

Segundo as investigações, as pessoas envolvidas no esquema "nunca demonstraram capacidade financeira, tornaram-se titulares de empresas e passaram a receber volume significativo de recursos públicos, em contratos diretos com aa prefeitura de Belém ou em subcontratações". Segundo a PF, ele foi levado para a superintendência da instituição em Belém.
A força-tarefa aponta ter um "conjunto robusto e consistente de indícios que aponta para a fraude ao caráter competitivo e o direcionamento" de licitações, que resultaram na contratação de empresas do grupo ligado ao ex-prefeito.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

BRINCANDO NOS CAMPOS DO SENHOR


Quadrilha de pastores evangélicos são acusados pela Polícia Federal por dá golpes em 25 mil fiéis

Fonte Blog do Xarope
O grupo prometia lucros em negócios fictícios envolvendo ouro 'do tempo do Império' e antigas 'letras do Tesouro Nacional' utilizando-se da fé
A Polícia Federal identificou a atuação de pastores evangélicos para beneficiar uma organização criminosa investigada por golpes milionários que atingiram pelo menos 25 mil pessoas em todo o país. 
A Operação Ouro de Ofir foi deflagrada na terça-feira, contra um grupo que prometia lucros estratosféricos às vítimas em negócios fictícios envolvendo ouro "do tempo do Império" e antigas "letras do Tesouro Nacional".
Sidiney dos Anjos Peró, alvo de prisão temporária, é apontado com um dos líderes e responsável por arregimentar pastores com o fim de ludibriar e tirar dinheiro dos fiéis. "A característica principal da fraude está em atingir a fé das pessoas e na sua crença em um enriquecimento rápido e legítimo, levando-as a crer, inclusive, que tal mecanismo seria um 'presente de Deus aos fiéis', ou seja, trazendo a fé religiosa para o centro da fraude", afirma o delegado Guilherme Guimarães Farias, em relatório.


Segundo o inquérito, diversas narrativas foram inventadas pela suposta organização criminosa para ludibriar as vítimas. No entanto, apenas os crimes cometidos por intermédio de duas histórias são alvo da ação.

Uma delas se refere a uma família de Campo Grande (MS) detentora dos lucros sobre a venda de centenas de toneladas de ouro do tempo do Brasil Imperial (1822-1889), mas, para repatriar os valores obtidos com os lucros, alega ter um acordo com uma "Corte Internacional", que coloca uma condição: 40% do montante que receberiam os herdeiros no Brasil teriam de ser doados a terceiros.


Em outro golpe, as vítimas davam valores em troca de uma comissão sobre a "recuperação de antigas letras do Tesouro Nacional". O esquema era o mesmo: em troca de quantias de, no mínimo, R$ 1 mil, eram prometidos às vítimas grandes lucros. Em ambos os casos, as pessoas nunca receberam o que foi prometido. Há quem já tenha dado mais de R$ 20 mil ao grupo.



De acordo com a PF, abaixo dos mentores dos esquemas, estão "corretores", que ficam a cargo de cooptar vítimas e inseri-las em grupos nas redes sociais, e escriturários, que fraudavam documentos.

Um dos golpes tem como mentor Sidiney dos Anjos Peró, conhecido pelas vítimas como "‘Dr. Peró". Ele se diz juiz, mas apenas possui uma carteira de identificação de juiz arbitral do Tribunal de Justiça Arbitral Brasileiro. "É um cargo que não existe. Um árbitro existe em Câmaras de negociação, não é um cargo público. O que eles queriam era status", afirma o delegado que conduz as investigações.


Guilherme Farias afirma, em representação à Justiça, que "além dos símbolos usados por Peró, que remetem à fé cristã, como a Estrela de Davi e a Arca da Aliança", o suspeito "arregimenta pastores evangélicos, possivelmente como corretores, para vender 'aportes' de sua operação a fiéis das respectivas igrejas evangélicas onde referidos pastores agem também de forma criminosa, seja vendendo 'aportes' ou mesmo divulgando e estimulando uma operação ilegal". "Vários pastores são citados nos grupos, dos mais diversos estados brasileiros", relata.

A PF ainda afirma que "Sidinei dos Anjos Peró está sendo alvo de uma investigação na Policia Civil de Primavera do Leste/MT, juntamente com Gleison França do Rosário, que tudo indica, teria sido seu 'corretor' na região citada, fato este ocorrido dentro de uma igreja evangélica, inclusive com a participação do pastor responsável pela instituição religiosa’.


O nome da operação faz referência a uma passagem bíblica, na qual o ouro da cidade de Ofir era finíssimo, puro e raro, sendo o mais precioso metal da época. Ofir nunca foi localizada e nem o metal precioso dela oriundo.


A defesa de Sidiney dos Anjos Peró não foi localizada pela reportagem. O espaço está aberto para manifestação.

PAÇOCA FAVORECIDO COM INDULTO NATALINO

Juiz libera Paçoca, o chefão da Madeira Limpa, a passar o Natal em Itaituba, Paçoca e Érico Pinheiro

Considerado pelo MPF (Ministério Público Federal) o chefão da quadrilha da Madeira Limpa, o empresário Paulo Sérgio da Silva, o Paçoca, foi autorizado pela Justiça Federal a viajar de Goiânia (GO), onde cumpre medidas cautelares, para Itaituba, com objetivo de passar o Natal com seus familiares. A autorização foi deferida pelo juiz Érico Pinheiro,

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Bolsonaro diz que 'Policial que não mata, não é policial'

Bolsonaro diz que 'Policial que não mata, não é policial' (Foto: Reprodução)
O pré-candidato à Presidência e deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou nesta segunda-feira (27) que conversa com o economista Paulo Guedes para ser o seu ministro da Fazenda, caso seja eleito em 2018.

Segundo o deputado, ambos conversaram em duas oportunidades, em encontros que duraram aproximadamente oito horas.

'Ainda não existe um noivado entre nós, mas um namoro', disse Bolsonaro em evento promovido pela revista 'Veja'. 'Se a gente teve um segundo encontro é porque houve uma certa simpatia".

Bolsonaro disse que procurou alguém crítico a planos econômicos passados, como o plano cruzado e o real. Ele e Guedes conversaram sobre a Previdência, como arrecadar mais com menos impostos e diminuir a dívida pública, entre outros assuntos. O economista é um dos fundadores do banco Pactual e do grupo financeiro BR Investimentos.

Ainda sobre economia, Bolsonaro afirmou que terá como prioridade a manutenção do tripé econômico (regimes de metas de inflação, fiscal e câmbio flutuante).

'NÃO É POLICIAL'
 
Com discurso mais liberal adotado nos últimos dias, o pré-candidato não deixou as polêmicas de lado nesta segunda (27). Ele defendeu, por exemplo, a participação dos 20 policiais que estão envolvidos na morte de 356 pessoas no Rio de Janeiro.

'Policial que não mata não é policial', disse Bolsonaro ao comentar reportagem publicada pelo jornal 'O Globo'. Segundo ele, esses policiais devem ser condecorados.
Questionado por um espectador se criaria uma "bolsa-fuzil", o pré-candidato respondeu que essa seria uma boa ideia.

Quando perguntado se iria entregar metade dos ministérios aos militares, Bolsonaro ironizou. 'Até pouco tempo, durante o governo PT, tínhamos ministros corruptos e guerrilheiros e ninguém falava nada', disse, arrancando risos e aplausos da plateia.

Segundo ele, o atual ministro da Defesa, Raul Jungmann, é desarmamentista, um fato que, segundo ele, é 'inaceitável'. 'É a mesma coisa que você colocar em uma cirurgia um médico que tem nojinho de sangue'.

QUESTÃO DE MOMENTO
 
O pré-candidato comentou também declarações antigas que, à época, tiveram grande repercussão, como por exemplo a afirmação de que, para se mudar a situação do país, é necessário "uma guerra civil", além de matar "uns 30 mil", incluindo inocentes e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Para Bolsonaro, entretanto, tudo foi 'uma questão de momento'.

'Se o (ditador norte-coreano) Kim Jong-Un lançasse uma bomba H em Brasília e só atingisse o Parlamento, você acha que alguém iria chorar?', justificou, provocando mais risos e aplausos do público.

Em relação ao fim do foro privilegiado, Bolsonaro afirmou o projeto é um 'engodo' e que pretende votar a favor do privilégio aos políticos. Segundo ele, com o fim do foro, os parlamentares, ao recorrerem de seus processos em primeira instância, poderiam ganhar tempo até que se tenha uma decisão final. 
Sobre política externa, Bolsonaro criticou a relação do Brasil com a China dizendo que o que existe não é amizade, mas sim interesse. 'A China não está comprando no Brasil, mas sim o Brasil'.

Para se eleger em 2018, Bolsonaro disse que tem como premissas a verdade acima de tudo, o patriotismo e a honestidade, além de 'Deus no coração'.
Fonte: FolhaPress

Sampaoli exclui Alemanha e Argentina dos favoritos à Copa do Mundo

Sampaoli exclui Alemanha e Argentina dos favoritos à Copa do Mundo (Foto: Divulgação)
O técnico da seleção argentina, Jorge Sampaoli, coloca BrasilEspanha e França como os favoritos para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. A atual campeã Alemanha e a própria argentina ficaram de fora da lista.
“Brasil, França e Espanha estão um passo à frente de nós, sobretudo pelo tempo de trabalho”, disse o comandante argentino em coletiva na escola de jornalismo da Argentina Tea y Deportea. “Não nomeio a Alemanha porque não gosto de como jogam”.
Mesmo considerando a desvantagem em relação aos adversários, Sampaoli acredita que a Argentina pode fazer uma boa Copa do Mundo. Para isso, o treinador conta com o futebol do craque Lionel Messi. “Temos o ás de espadas entre nossas cartas. Se tivermos um bom funcionamento, ele pode ser de muita ajuda”, explicou o treinador.
Gazeta Esportiva

QUEM MANDA MESMO É A GLOBO E PRONTO!

Flamengo pede veto de Juninho Pernambucano na Globo

Flamengo pede veto de Juninho Pernambucano na Globo (Foto: Reprodução)
Juninho Pernambucano não comentará mais partidas do time carioca neste ano na emissora Globo, tudo por causa do Flamengo. Após criticar o goleiro rubro-negro e fazer vistas grossas ao anti-jogo dos jogadores do Fluminense, na partida FlaxFlu, a diretoria do Flamengo pediu para que o comentarista fosse vetado na emissora.
A informação é do jornalista Leo Dias.
Vale lembrar que o Flamengo já tinha feito a Globo vetar um jornalista, dos jornais O Globo e Extra, de fazer perguntas para o técnico Reinaldo Rueda durante uma coletiva de imprensa. Mas engana-se quem pensa que só o Flamengo tem esse poder em cima dos veículos de comunicações, outros grandes times agem da mesma maneira.

Esposa de meia da seleção diz que jogadores 'transam entre si'

Durante participação no reality show italiano "Le Capitane", a esposa do jogador suíço Blerim Dzemaili, Erjona Sulejmani, causou polêmica ao ser perguntada sobre supostos problemas para os atletas por conta da realização de sexo antes de jogos de futebol.
"Sexo antes das partidas? Os jogadores não são bons amantes. Preferem transar entre eles mesmos", disparou. Coincidência ou não, Dzemaili entrou com pedido de divórcio após a declaração - alegou "crise prolongada entre o casal.
Blerim Dzemaili pediu divórcio após a declaração de Erjona Sulejmani. Foto: Reprodução/Instagram
"A advogada Daniela Missaglia, em nome e em nome do Sr. Blerim Dzemaili, afirma que seu cliente iniciou a separação judicial de sua esposa, Sra. Erjona Sulejmani, diante de uma crise prolongada. Nesta fase delicada, o Sr. Dzemaili condena o uso do sobrenome de sua esposa, Dzemaili, como parte de seu trabalho como modelo. Ele reserva o direito de agir pela proteção de sua própria integridade e privacidade e seu filho”, diz comunicado enviado ao jornal Corriere Della Sera pelo jogador, que atua pelo Montreal Impact, do Canadá, e pela seleção da Suíça.


quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Desertora do Exército norte-coreano relata rotina de estupros, higiene precária

Uma ex-soldado da Coreia do Norte diz que ser mulher no quarto maior exército do mundo era tão desgastante para o organismo que ela logo parou de menstruar. E estupro, afirma, era uma realidade para muitas das companheiras com que... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2017/11/21/desertora-do-exercito-norte-coreano-relata-rotina-com-estupros-higiene-precaria-e-menstruacao-interrompida.

Tribunal nega absolvição sumária da ex-primeira-dama Marisa Letícia

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região decidiu nesta terça-feira (21) contra a absolvição sumária da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que morreu em fevereiro deste ano. 
Quando Marisa morreu, o juiz Sergio Moro, da primeira instância, considerou que a punibilidade estava extinta, mas não determinou a absolvição sumária. A defesa da ex-primeira-dama e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, então, entrou com recurso no TRF-4. 
A Corte entendeu que, com a morte de Marisa, não é possível julgar sua inocência. O desembargador Leandro Paulsen disse que a discussão é "estéril". "O Estado não mantém o processo em andamento. Não julga alguém que já faleceu." 
O desembargador Victor Laus afirmou que, se Marisa não foi e não pode ser condenada, também não pode ser absolvida. "A memória dessa pessoa está salvaguardada. Falecida, cessa-se qualquer juízo." 
Em sustentação oral, o advogado Cristiano Zanin defendeu que a lei 11.719, de 2008, prevê que o juiz reconheça a absolvição sumária nas hipóteses de extinção da punibilidade. 
Conforme adiantado pela Folha de S.Paulo, a defesa usou decisão de 2009 da ministra do STF Cármen Lúcia para defender sua argumentação. Outro entendimento anterior do Supremo, do ministro Celso de Mello, também foi citado. 
Zanin também disse que outros fatos se agregam à necessidade da absolvição sumária, como o levantamento do sigilo de conversas íntimas entre Marisa e familiares, "gerando perante a opinião pública uma manifestação absolutamente incompatível com a garantia da presunção de inocência". 
Marisa respondia por três crimes de lavagem de dinheiro no processo que envolvia o tríplex no Guarujá (SP). 
A Procuradoria chegou a se manifestar contra a absolvição sumária, em outubro deste ano. Em documento protocolado em 16/10, o Ministério Público Federal afirmou que "não há como o magistrado emitir juízo sobre a inocência ou a culpa da acusada". 
"A decisão que declara extinta a punibilidade não é absolutória, na medida em que o magistrado, ao reconhecer uma situação jurídica, simplesmente declara que o Estado não tem mais a possibilidade de aplicar a sanção penal ao acusado, deixando, portanto, de analisar se ele é inocente ou culpado", dizia o texto.
Fonte: FolhaPress

Novo sinal que pode ser de submarino desaparecido é detectado, diz jornal

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Duas fontes disseram ao jornal argentino "Clarín" que novos sinais foram detectados por equipes de apoio e definiram um novo perímetro de busca pelo submarino ARA San Juan, desaparecido desde a última quarta (15). 
Segundo o jornal, uma frota comandada pela corveta (navio de guerra) Drummond já está a caminho do local onde o sinal foi detectado. 
O ponto, a 300 km da costa da cidade de Puerto Madryn, coincide com a área indicada pela Marinha dos Estados Unidos, que disse ter localizado com um de seus aviões uma "mancha de calor" a 70 metros de profundidade. 
O jornal "Clarín" diz que porta-vozes da Marinha e do Ministério da Defesa ainda não confirmaram oficialmente as informações. 
O ARA San Juan saiu de Ushuaia, no extremo sul do país, e estava em um exercício de vigilância na zona econômica exclusiva marítima argentina. A embarcação se dirigia de volta à sua base em Mar del Plata, ao norte, quando as comunicações foram interrompidas.
Fonte: FolhaPress

PF prende Anthony Garotinho e Rosinha no Rio de Janeiro

PF prende Anthony Garotinho e Rosinha no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)
A Polícia Federal cumpre na manhã desta quarta-feira mandados de prisão preventiva contra os ex-governadores do Rio Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, ambos do PR. Eles são acusados, ao lado de outras seis pessoas, de integrarem uma organização criminosa que arrecadava recursos de forma ilícita com empresários com o objetivo de financiar as próprias campanhas eleitorais e a de aliados, inclusive mediante extorsão.
Rosinha e Garotinho foram presos em Campos e levados para a Superintendência da PF na cidade. O ex-secretário de governo de Rosinha também é um dos alvos da operação. Há ainda um mandado de prisão contra o ex-ministro dos Transportes Antônio Carlos Rodrigues, presidente nacional do PR. A investigação aponta que ele intermediou o repasse ilícito à campanha do ex-governador em 2014.
Os mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Glaucenir de Oliveira, titular da 98ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense...LEIA MAIS...

domingo, 19 de novembro de 2017

-QUE CULTURA!!!

HERRAR É UMANO


Adepará deve fazer concurso para 50 vagas para fiscalização

A Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) fará em breve um novo concurso público para o preenchimento de 50 vagas distribuídas em cargos nos níveis médio e superior de ensino. O próximo passo para a realização do certame será a escolha da banca organizadora e, para isso, o órgão agendou uma sessão pública de concorrência para o dia 20 de novembro.
Do total de ofertas a serem abertas, 37 ficarão para o cargo de agente de fiscalização agropecuário, que exige certificado de ensino médio emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). As demais ofertas serão para o posto de fiscal estadual agropecuário com formação superior nas áreas de medicina veterinária (10 oportunidades) e agronomia (3).
Os salários iniciais oferecidos pela agência correspondem a R$ 1.446,47 para agente e a R$ 3.385,15 para fiscal. No documento de licitação já consta que os participantes passarão por provas objetivas a serem aplicadas nas cidades de Belém, Santarém, Marabá, Itaituba e Altamira.
Assim que definida a empresa organizadora é que o órgão poderá estabelecer o cronograma do concurso da Adepará contendo as datas de lançamento do edital, do período de inscrições e da aplicação das provas. O último concurso da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará foi em 2009, com 247 vagas. Na ocasião, a banca organizadora foi o Instituto Movens.
(Diário do Pará)

AGONIA DE URUBU

Atacante marca, faz gesto obsceno para companheiro e manda 'tomar no c*'

O vídeo do Twitter está carregando
Em jogo pelo Campeonato Brasileiro da Série A, Flamengo-RJ e Corinthians-SP jogam no Rio de Janeiro. Durante o primeiro tempo, o clube carioca aplicou 3 x 0 no atual campão da competição, mas o que chamou a atenção foi uma discussão entre o zagueiro Rodolpho e o atacante Felipe Vizeu.
A dupla rubro-negra discutiu e chegou a esboçar agressão contra o outro, cabeça com cabeça. Curiosamente, Vizeu marcou um dos gols da vitória parcial do Flamengo e levantou o dedo do meio apontando contra o companheiro, dizendo palavras nada carinhosas.
Apesar do clima carregado, o resultado encaminha a classificação do Flamengo para a Libertadores 2018.
(DOL)

Sumiço de submarino argentino lembra tragédia russa de 2000

Sumiço de submarino argentino lembra tragédia russa de 2000 (Foto: Reprodução/Gaceta Marinera)
O desaparecimento do submarino argentino com 44 tripulantes, cujo último contato aconteceu na quarta (15), evoca uma tragédia ocorrida no ano 2000 na Rússia.
Na época, o submarino nuclear Kursk sofreu uma explosão no seu compartimento de armas e afundou no mar de Barents (oceano Ártico) matando os 118 tripulantes -o caso é até hoje figura entre os piores acidentes subaquáticos do mundo.
O Kursk, então considerado um orgulho e "indestrutível" pelos russos, era equipado com 24 mísseis de cruzeiro Granit. Ele zarpou em 10, naufragou no dia 12 e foi localizado a 108 metros de profundidade na madrugada de 13 agosto. A tragédia aconteceu quatro meses após a posse do presidente Vladimir Putin, que foi muito criticado por não ter interrompido suas férias quando soube do ocorrido.
Dezessete anos depois, o caso ainda é cercado de dúvidas. Uma investigação oficial disse que um torpedo explodiu dentro do submarino, mas não conseguiu descobrir por que isso aconteceu.
Na época, os militares levaram vários dias para divulgar ao público a gravidade do acidente, prolongando a agonia dos parentes das vítimas. Todos os marinheiros morreram, a maioria por asfixia. Como se soube graças a um bilhete deixado pelo tripulante Dmitri Kolesnikov, 23 pessoas ainda sobreviveram por várias horas após a explosão.
"13h15. Todo o pessoal dos compartimentos seis, sete e oito passou para o nove. Somos 23. Tomamos esta decisão por causa do acidente. Ninguém pode subir", diz o texto do bilhete, sem precisar se a palavra subir se referia à superfície ou simplesmente a um nível superior do submarino.
Em seguida, com uma letra pouco legível, estão assinaladas as cifras "13, 5" e a menção "escrevo por tato", o que entendeu-se que os marinheiros estavam na mais completa escuridão.
O governo russo passou mais de uma semana tentando uma operação para resgatar os tripulantes do submarino. Temia-se um acidente parecido com o de Chernobyl por se tratar de um submarino nuclear. Diversos países ofereceram ajuda que a Rússia foi reticente em aceitar já que a embarcação continha tecnologia e segredos militares.
A indecisão e a demora deixaram uma imagem de "incompetência" das autoridades, segundo relatos da imprensa na época.
Nas buscas, o governo identificou 115 tripulantes, mas três corpos foram considerados irrecuperáveis.
RESGATE
O submarino Kursk, que possuía 154 metros de comprimento e quase 20 mil toneladas de peso, foi içado em outubro de 2001, mais de um ano depois de seu naufrágio. A retirada da embarcação do fundo do mar durou pouco mais de 15 horas e foi feita pela companhia holandesa Mammoet.
Após o ocorrido, o então procurador-geral da Rússia, Vladimir Ustinov, publicou um livro, intitulado "Kursk" com a versão oficial da tragédia.
Um filme com a história do Kursk começou a ser rodado no começo do ano, mas ainda não há previsão de lançamento. O longa é dirigido por Thomas Vinterberg e conta com Matthias Schoenaerts, Colin Firth e Léa Seydoux no elenco.
OUTROS ACIDENTES COM SUBMARINOS RUSSOS
Julho de 1961 - O capitão e sete membros da tripulação morreram quando radiação vazou do primeiro submarino nuclear da União Soviética. Um tubo do sistema de controle dos dois reatores havia se rompido.
8-10 de março de 1968 - O submarino soviético do tipo Golf II (a classificação é da Otan - Organização do Tratado do Atlântico Norte), a diesel, que carregava três mísseis do tipo SS-N-5, afundou no Pacífico. O submarino K-219 também poderia estar carregando dois torpedos nucleares.
12 de abril de 1970 - O submarino nuclear Novembro afundou no Oceano Atlântico, próximo à Espanha. O submarino k-8 estava equipado de dois reatores nucleares e carregava dois torpedos.
8 de setembro de 1977 - O submarino Delta 1 bateu acidentalmente num ogiva de míssil na península de Kamchatka, no nordeste do país.
10 de agosto de 1985 - Uma explosão devastou a Shkotovo 22, uma plataforma de consertos de navios e serviços de abastecimento nuclear da Marinha soviética. Dez pessoas morreram. Muitas morreram depois, por terem ficado expostas à radiação.
6 de outubro de 1986 - O submarino nuclear Yankee, que carregava 16 mísseis SS-N, cada um com duas ogivas, além de dois torpedos nucleares, naufragou a cerca de 1.000 quilômetros ao nordeste das Bermudas.
7 de abril de 1989 - O submarino nuclear Mike afundou no norte da Noruega, matando 42 pessoas depois de um incêndio a bordo. O Komsomolets estava carregando dois torpedos nucleares.
27 de setembro de 1991 - Durante exercícios de treinamento a bordo do submarino Typhoon no mar Branco (norte do país), um míssil errou o alvo. O submarino, armado com mísseis nucleares e torpedos, retornou à base com segurança.
20 de março de 1993 - O submarino nuclear Delta 3, que carregava mísseis balísticos e operava no mar Barents (norte do país), foi atingido pelo submarino nuclear norte-americano Grayling. Ambos voltaram para as suas bases.
Fonte: FolhaPress